O Cabide TV

Já há alguns dias estamos nos preparando para mostrar essa surpresa para vocês. O primeiro vídeo no nosso canal no YouTube!!!

Estamos super animados com as possibilidades que o uso de uma nova mídia pode oferecer na forma como trazemos conteúdo para nossos leitores. Falar sobre livros e ilustração vai ganhar todo um novo espectro e vai mudar completamente a forma como vocês interagem com a gente.

O Cabide TV

Fazer vídeos não é algo que acontece do dia para noite, você precisa do equipamento, depois precisa aprender a usar o equipamento e ainda tem que aprender a editar os vídeos. Afinal, nós queremos apresentar um conteúdo de qualidade lá no canal também.

E mesmo nos preparando para criar conteúdo para o canal eu pensei que a Casa de Criadores seria a ocasião perfeita para convidarmos um colaborador e fazer do nosso primeiro vídeo algo ainda mais especial

Eu já conhecia o trabalho do Luis Alessio por causa da série de episódios que ele gravou para a banda Tio Che, que tem o ator global Sérgio Guizé como guitarrista e vocalista. Quando eu pensei em cobrir a Casa de Criadores para o canal o nome dele foi o primeiro que pensei e fiquei super feliz por ele ter topado.

Além das imagens que captou para esse vídeo ele também fez algumas fotos bem bacanas de alguns desfiles, você pode ver algumas dessas fotos no post “Croquis da Casa de Criadores”.

A colaboração foi inédita para ambos, era nossa primeira vez fazendo vídeo e a primeira vez dele fazendo conteúdo de moda. Mas eu tenho quase certeza de que essa colaboração foi um total sucesso, para ter certeza mesmo só falta a aprovação de vocês!

Aguardem pois, muitas novidades relacionadas ao canal estão chegando!

O que vocês gostariam de ver por lá?

*imagem e vídeo: O Cabide e Luis Alessio

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

A minha beleza

Quando eu vi os vídeo da campanha #CamoConfessions da DermablendPro eu automaticamente me lembrei de um post que eu fiz no ano passado sobre beleza, sobre se sentir bonita e sobre o papel que a maquiagem tem nas nossas vidas. Eu reli esse post para falar sobre ele aqui, eu não me lembrava o qual aberta e sincera eu havia sido nele, não é típico de mim falar tanto sobre como eu me eu me sinto ou sobre como as coisas fazem eu me sentir, mas naquele post eu falei. É um post bonito, vale a leitura: http://bit.ly/12fngIO

O lance é que lá eu vivia um dilema com a beleza e hoje vivo outro, no meio da perda de peso e tomando um remédio que deixou a minha pele ultra oleosa e com acne, minha rotina de beleza e minha relação com a vaidade mudaram muito, hoje sou um mulher diferente da que escreveu aquele post, mas é incrível como tudo aquilo ainda é tão absolutamente verdade em minha vida.

Para mim maquiagem é como um vestido novo, eu coloco e me sinto uma pessoa diferente, mais interessante, mais bonita, tem tudo a ver com esperança. Cada vez que eu experimento algo novo, cada vez que eu tento algo para me sentir melhor com o que vejo no espelho, essa ação tem a ver com a esperança em ser mais do que já sou. E isso é ótimo, que bom que temos essas ferramentas que nos ajudam a contornar dificuldades, inseguranças, manchas que nascem com a gente ou que nascem todos os dias. Eu disse naquele post e repito aqui, você não sabe do dia de amanhã, se você acha que essa relação com a maquiagem tem a ver com futilidade, calma, seu dia vai chegar, um dia você vai precisar muito do seu batom preferido para se sentir melhor com você mesmo.

Dito tudo isso, vamos ver os vídeos da DemablendPro?

O objetivo desses vídeos é mostrar pessoas que usaram a maquiagem para combater as dificuldades de suas vidas, nestes que postei aqui vemos as vlogueiras Cheri Lindsay (que tem vitiligo) e Cassandra Bankson (que luta desde a adolescência contra a acne). Lá no canal da DermablendPro você pode enviar a sua confissão, vídeo, foto ou mensagem, sobre o que você usa para se camuflar no dia a dia e superar a batalha que é a auto-confiança.

*imagem e vídeos: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Em Cosmetics para o mundo

Eu sempre amei maquiagem, inclusive em certo ponto da minha vida trabalhei como maquiadora, o que fez com que a minha coleção de cosméticos crescesse exponencialmente.

Os anos passaram, eu me afastei da maquiagem para me dedicar a outras atividades, já que eu nunca tinha tido ambições maiores como maquiadora (meu planos eram outros). Continuei me maquiando e continuei amando comprar maquiagem, até que que o inevitável aconteceu, os óculos. Eu sempre fui míope, uso óculos desde os 5 anos de idade, mas consegui escapar do uso integral das lentes corretivas por alguns anos, usava só para dirigir, para estudar e trabalhar, o resto do tempo eu passava enxergando mal mesmo. O que é uma grande bobagem, eu sei!

Em Cosmetics

Eu até que assumi com facilidade os óculos, até porque nesse ponto eu enxergava bem menos do que quando era criança, e eu não podia usar lentes de contato, todas que tentei me causavam uma estranha reação alérgica. Escolhi um modelo simples de armação, depois evolui para algo mais moderno e hoje em dia não me vejo mais sem óculos, sinto que ele faz parte da minha personalidade também.

O que aconteceu foi que durante essa adaptação minha vontade em fazer makes mais elaborados para os olhos foi embora e a minha maquiagem foi ficando cada vez mais simples. Até agora.

Nesse ano, como vocês já sabem, eu quis cuidar mais de mim, de como eu via meu reflexo no espelho, quis me sentir mais bonita, sabem como é? Daí, é claro, a maquiagem entrou em ação!

Tirei o pó do nécessaire e voltei a me maquiar, muita coisa mudou de lá para cá, os blogs de make cresceram muito, quando eu maquiava não existiam tantos vlogs sobre o assunto. Eu mergulhei em todos eles, devorei resenhas e tutoriais e já estou assumindo alguns riscos com o visual.

Em Cosmetics

Foi assim que descobri a Michelle Phan (sim, eu não fazia a menor ideia de quem ela era!), e acho ela incrível, os vídeos são fofos e na medida. Seus tutoriais são realistas, nada daqueles makes ultra elaborados, com mil técnicas para aplicar sombras e sobrancelhas ultra marcadas, que a gente não usaria nem em red carpet, quem dirá no chá de bebê da prima!

Ela começou como toda blogueira/vlogueira começa, conquistou seus fãs com dedicação e agora, além de uma trajetória profissional maravilhosa e de um vlog incrível, ela tem sua própria linha de maquiagens, a Em Cosmetics. Os produtos são práticos e elaborados para quem usa maquiagem no dia a dia, são pequenas soluções para técnicas elaboradas que ninguém quer realmente aprender como fazer mas gostaria de usar. Como o bastão Chiaroscuro, criado para fazer contorno e iluminação do rosto, em cada ponta um tom de pele para criar o efeito necessário para afinar ou alongar nariz ou bochechas, por exemplo.

Em CosmeticsEla também criou a Life Palette, ou a Paleta da vida (em tradução literal), que existe em 6 variações, cada paleta tem quatro looks, com 36 cores (refil) de sombras, blush, batom e gloss, os temas são: Beach (praia), Career (carreira), Night (noite), Party (festa), Day (dia) e Love (amor) – e vem acompanhada de um pincel duplo, redondo e chanfrado. O mais bacana é que você pode tirar da sua paleta as cores e produtos que quiser, colocar em uma paleta menor e colocar na nécessaire para o dia a dia. A Sephora tem um produto semelhante, porém bem mais simples e com embalagem menos atraente.

Em Cosmetics

O processo de criação da linha de 250 produtos demorou 2 anos, e durante toda sua duração Michelle aceitou abertamente a sugestão de suas seguidoras. Foi assim que a Life Palette surgiu, da galera reclamando da bagunça nas maquiagens e pedindo dicas de como organizar os produtos. Ela decidiu criar algo que organizasse os produtos e os looks em um lugar só, e eu acho que foi uma ideia muito bem sucedida.

Eu sempre fui maluca pelos produtos da Em Cosmetics, já li várias resenhas e todas eram positivas, mas eles eram vendidos somente nos EUA, felizmente isso mudou! Hoje entrei no canal da Michelle para dar uma procrastinada básica e tinha um vídeo novo falando sobre a novidade, a Em agora vende internacionalmente e por conta da grande procura eles até baixaram um pouquinho os preços!

Ao longo dos anos Michelle criou muitos looks muito bacanas, super usáveis e bem fáceis de fazer e eu, como boa fã, separei alguns dos meus favoritos para vocês:

Autumn Ombré

Fresh Spring Look

K-Pop Star 

The Golden Hour

O primeiro item da minha lista vai ser o Chiaroscuro!

E vocês, já conheciam a Michelle Phan e sua fantástica linha de maquiagens?

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

A arte de fazer a mala

The Art of Packing

The Art of Packing é uma série de vídeos da Louis Vuitton que dá conselhos sobre como fazer as malas.

A marca francesa mostra insgights sobe como idealmente se coloca uma jaqueta, jeans e camisas dentro da mala, sem que eles cheguem amarrotados ao seu destino.

Como dobrar calças jeans:

Como dobrar jaquetas e calças:

Como entrelaçar camisas:

Como dobrar um casaco:

Como fazer as malas:

Não poderia vir de uma fonte mais confiável, afinal a Louis Vuitton é uma grande fabricante de malas.

*imagem e vídeos: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Modelo verde

A modelo responsável por confirmar para o mundo que é no Brasil que nascem as mulheres mais bonitas, também é amiga da natureza.

Gisele Bündchen há anos trabalha em prol do meio ambiente e já recebeu as honras de Embaixadora da Boa Vontade para o Meio Ambiente.

Gisele and The Green Team

No Ano Internacional da Biodiversidade a über model foi mais fundo e mostrou um novo foco para se fazer entender uma vida mais ecológica. Assim foi lançado o desenho e o jogo “Gisele and the Green team”.

Gisele and The Green Team

No desenho, ela e 4 amigas ganham superpoderes por causa de pedras preciosas. Serão 26 episódios com 5 min cada, com a intenção de despertar atenção aos problemas ambientais em crianças e pré-adolescentes, já foram produzidos 26 episódios e alguns deles já podem  ser  vistos no YouTube.

Gisele and The Green Team

Gigi, o alter-ego heróico de Gisele.

O jogo aparece no portal que inclui outros vídeos, desenhos e sugestões de como as crianças e adolescentes podem viver uma vida mais “verde”. Os jogos consistem em criar missões para os usuários salvarem o planeta.

*imagens e vídeo: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.