Impressora para têxteis

A Epson revelou sua nova impressora para tecidos, a SureColor SC-F9200, além da tinta HDK Black, para possibilitar que fabricantes produzam têxteis em massa com alta qualidade e baixo custo.

Papéis para sublimação também estarão disponíveis para garantir que os elementos da estampa funcionem, seja para têxteis voltados para moda, para o esporte ou para decoração. Tecidos com cor e claridade surpreendentes podem ser criados graças a tecnologia Precision Core e as duas cabeças de impressão TFP, que funcionam em harmonia com a tinta criada especialmente para o equipamento.

A impressora vem com secador opcional e sistema de take-up, que reduzem o tempo de espera para as impressões secarem.

A tecnologia trabalhando em favor da moda!

 

*imagem: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

A moda evoluindo

Em 2007 o genial estilista Hussein Chalayan desfilou em Paris uma coleção primavera/verão que reconstruiria a história da moda mudando-a para sempre. No encerramento deste desfile, seis looks ultra modernos surgiram na passarela, os vestidos se movimentavam, transformando-se sozinhos, ato possível por conta do uso da tecnologia em seu desenvolvimento.
Hussein Chalayan

Hussein Chalayan

O primeiro vestido era uma indumentária de 1906, que se transformava em algo vindo de 1916 e depois em 1926. Assim ela acabou com um vestidinho flapper dos anos 1920.

O próximo vestido era de 1926 e evoluía para 1936 até 1946.

O último vestido passeava entre 1986, 1996 até 2007.
Hussein Chalayan
Por baixo de cada saia um sistema desenhado pela empresa 2D3D faziam com que as roupas se movimentassem, subindo as barras ou prendendo a linha do busto nas costas das modelos, fechando ou abrindo zíperes.

Você pode ter uma idéia de como funcionava esses mecanismos assistindo ao vídeo de seu desenvolvimento. (clique aqui)

E eu altamente recomendo que vocês vejam o desfile completo! É simplesmente mágico!

Vale lembrar que em meados de 2009 quando Lady Gaga se tornava um ícone pop, famosa pelo estilo criado por seu stylist Nicholas Formichetti, apareceu usando um “Vestido Bolha” idêntico ao que foi exibido nesta coleção de Chalayan, e que fazia parte do figurino permanente da sua Fame Ball Tour. O plágio foi descarado e causou polêmica, era o momento em que Gaga dizia incansavelmente em entrevistas e durante os shows o quanto ela era “única” e “original”.

Hussein Chalayan

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Os símbolos das etiquetas de cuidados têxteis

Símbolos das etiquetas

Você sabe traduzir os símbolos desenhados nas etiquetas com instrução de lavagem? Eles são extremamente importantes para entendermos como conservar os tecidos e, consequentemente, como dar maior durabilidade as roupas, pois cada tipo de fibra ou acabamento requer cuidados especiais.

Estes símbolos devem obrigatoriamente aparecer em todas as etiquetas de todas as peças de roupas, eles são universais e foram criados em 1975 pela Associação Internacional para Etiquetagem de Cuidados Têxteis, sediada em Paris. Os sinais são protegidos internacionalmente, seu uso é obrigatório e são registrados na Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Servem para orientar o consumidor na lavagem roupas, toalhas, lençóis, etc. A simbologia, apesar de universal, não é simples e o consumidor pode facilmente ignorá-los ou confundi-los. No entanto eles devem estar lá, estes símbolos são a garantia de que a manutenção e preservação das peças serão adequadas e que quem consome a moda poderá usufruir do produto adquirido por muito tempo.

O profissional de moda deve conhecer todos eles, afinal, quando se cria uma peça de roupa é preciso considerar a durabilidade e qualidade de sua criação.

Símbolos das etiquetas

*Para ver a imagem ampliada clique aqui.

Os símbolos são muitos, mas uma vez estudados, fica mais fácil memorizá-los, compreendê-los e por fim colocar as instruções em prática, tanto na hora de preencher a ficha técnica, quanto na hora de lavar suas peças.

*imagem: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.