Resenha: Máscara Kerium Hidratante Reparadora

Eu conheci a Máscara Kerium Hidratante Reparadora da La Roche quando ainda estava com os cabelos compridos, era o produto que mais ajudava a manter meus cachos soltos.

Essa é uma excelente máscara para quem quer algo para cuidar dos fios no dia a dia, sem muita cerimônia. Não tem parabenos, não tem silicone, tem aloe vera, manteiga de karité e água termal na composição, além de uma fragrância maravilhosa!

mascara-capilar-kerium-laroche-resenha-ocabide-2

Vale dizer que essa é uma máscara para hidratar fios ressecados, se você precisa de nutrição ou reconstrução, esse produto pode não atender as suas necessidades.

mascara-capilar-kerium-laroche-resenha-ocabide-5

O fabricante sugere dois tipos de aplicação, a rápida (que dura 3 minutos) ou o tratamento intensivo (cujo o tempo de ação é de 20 minutos), ambos podem ser feitos no banho após o shampoo. Eu fazia apenas a aplicação rápida, uma vez por semana, as vezes uma vez por quinzena, e sentia que os fios ficavam muito sedosos e que com o tempo a textura dos fios foi melhorando, assim como o brilho que era mais evidente.

mascara-capilar-kerium-laroche-resenha-ocabide-3

Conforme meu cabelo foi encurtando passei a usar cada vez menos a máscara e depois que raspei o cabelo não faria muito sentido continuar aplicando (ou assim eu achava), então ela ficou encostada.

Dia desses me deparei com ela no armário e decidi conferir a validade para ver se jogava fora ou se minha mãe tinha interesse em testar. Acabei lendo as propriedades e me deparei com algo que me interessou muito, essa máscara também trata o couro cabeludo.

Quem leu a minha resenha para o Shampoo Sólido da Lush sabe que eu tenho o couro cabeludo ultra sensível, vivo tratando dermatites, lido frequentemente com descamações, queda (sim, mesmo com o cabelo raspado) e feridas doloridas.

lush-shampoo-solido-ocabide

O Shampoo da Lush foi um verdadeiro salvador, mudou complemente meu couro cabeludo, mas ele acabou (durou quase 4 meses!) e como estou sem grana estou usando outro shampoo, e meu couro cabeludo ficou todo zoado de novo!

Decidi aplicar a máscara mesmo com a cabeça raspada para ver se o efeito de hidratação ajudaria na descamação e ajudou MUITO!

Os fios já estavam mais compridinhos porque eu andava com preguiça de cortar o cabelo, então fiz duas aplicações rápidas na mesma semana antes de cortar. Posso dizer que facilitou muito o processo, geralmente tenho um pouco de dificuldade em raspar o cabelo porque meu couro cabeludo é sensível e pode até ser um pouco dolorido, mas depois de usar a máscara o processo foi mais rápido, não doeu, não descamou e não tive nenhuma irritação.

Eu achei que o couro cabeludo ficaria oleoso – no meu caso mais oleoso ainda, porque oleoso ele já é – por se tratar de uma máscara hidratante, mas não ficou.

Isso serve de lição para quem acha que quem raspa os cabelos não precisa ter mais cuidados com os fios que sobram e com a pele que fica exposta (no meu caso fica exposta por que eu gosto de ficar bem carequinha mesmo).

Mas quem tem cabelos curtos ou curtíssimos tem uma vantagem, imagina quanto tempo essa máscara ainda vai me durar? <3

Fiz uma linha do tempo do meu cabelo, dos cachinhos até a careca:

mascara-capilar-kerium-laroche-resenha-ocabide
2013, 2014 e 2016

Camaleoa? Não sei.

Mas como já disse muitas vezes, realmente só encontrei minha beleza depois que raspei.

Fiz um post super bacana quando raspei explicando como cheguei a essa decisão, já leu? Tá aqui ó!

*imagens reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Resenha: Meus corretivos favoritos

Eu sempre digo que a base é minha etapa favorita da maquiagem por causa do seu poder de transformação, e isso continua sendo verdade. No entanto o corretivo é tão indispensável quanto e e seu poder de transformação vem em embalagens mais práticas e tem aplicação mais prática (e as vezes mais efetiva).

Eu demorei para encontrar os corretivos certos para mim e acho que ainda dá para adicionar alguns nessa lista, mas por enquanto esses são os corretivos que eu não vivo sem:

 

LA Girl Pro Conceal HD Concealer

la-girl-pro-concealer-corretivo-ocabide-2

Depois de ver as vlogueiras gringas dizerem centenas de vezes o quanto esse corretivo é incrível, decidi experimentar. Comprei na cor Natural, me guiando pelo tom de pele e swatches que achei na internet e obviamente não era a cor certa para mim, era um pouco mais claro do que a minha pele. O que fez dele a melhor opção para cobrir minhas olheiras, além disso essa cor tem tem um subtom alaranjado que ajuda a cobrir e iluminar essa área do rosto.

O produto tem uma textura quase líquida, que muitos dizem ser parecida com a do  Pro Longwear do MAC, permite construir camadas para chegar em uma cobertura mais alta, não acumula nas linhas finas,  cobre  imperfeições, tem uma excelente gama de cores (24 opções) e é Cruelty Free.

la-girl-pro-concealer-corretivo-ocabide

Além de tudo isso ele é muito acessível, custa apenas $5,00 (que é barato mesmo com alta do dólar), eu comprei o meu pelo Ebay, mas também encontrei na ikatehouse – que entrega no Brasil -por $2,39.

 

Pro Longwear Concealer

Há alguns anos atrás eu tinha uma pele maravilhosa (que eu obviamente achava que precisava melhorar) e só usava corretivo nos olhos e tinted moisturizer no rosto. Saudades!

Enfim, o corretivo da minha escolha era o All About Eyes da Clinique, que eu usei por anos e gostava bastante. Era ele que eu usava quando decidi experimentar o icônico ccorretivo Pro Longwear da MAC. Durante uma viagem parei no Duty Free e comprei umas coisinhas da MAC que acabei demorando um tempo para experimentar e obviamente a cor do corretivo estava errada (naquela época eu ainda não entendia a seleção de cores da MAC). Ter o corretivo na cor errada (comprei NW25 e uso NC30) contribuiu para que de cara eu não gostasse do produto, logo depois peguei ódio mortal daquele maldito pump que desperdiça produto pra caramba e que deixa a embalagem toda melecada.

pro-longwaer-concealer-mac-corretivo-ocabide

Demorei para ceder e experimentar o produto de formas diferentes, mas quando o fiz foi um amor sem fim! Uma das coisas que mais gosto nesse corretivo é que ele é versátil e pode ser usado para outras funções. Já experimentou usá-lo como primer para os olhos? Ele cria um filme sobre as pálpebras que controla oleosidade e aumenta a duração das sombras. E como base, você já experimentou? Sim, dá para usar esse corretivo como base! Ele tem um textura leve e fica quase imperceptível na pele, principalmente se aplicado com uma esponja úmida.

Como corretivo ele tem alta cobertura, não acumula nas linhas e não ressalta texturas. Cobre perfeitamente bem olheiras de qualquer nível, eu demorei para encontrar uma forma de fazer ele funcionar com imperfeições, o segredo é  aplicar o corretivo na marca e deixar secar um pouco antes de espalhar. Ele é de longuíssima duração, a prova d’água, não transfere, não tem fragrância e é não-acnegênico.

 

Dream Lumi Touch

Maybelline-Dream-Lumi-Touch-Concealer-corretivo-ocabide

Esse é um corretivo leve, com cobertura média que eu uso exclusivamente nos pontos mais altos do rosto – centro da testa, nariz, maçãs do rosto e arco superior dos lábios – como iluminador. Melhor dupe para o Touche Éclat, da YSL, não há!

Assim como o corretivo da LA Girl esse é um produto importado difícil de encontrar no Brasil, eu encontrei algumas opções no Mercado Livre, mas no Ebay é bem mais barato.

 

Corretivo Líquido Tracta

corretivo-liquido-tracta-ocabide

Esse corretivo é hit na internet, queridinho das blogueira, foi isso que me fez comprar uma da três cores para experimentar (sim, só tem três cores).

Eu li algumas resenhas e vi que teve até comparação com o Pro Longwear, não é para tanto. Mas é um ótimo corretivo! Dos nacionais com preço acessível esse é o mais pigmentado, ele acumula um pouco nas linhas, mas se assentar com pó logo depois da aplicação isso pode ser evitado, além de fazer o corretivo durar mais.

Eu escolhi esse corretivo para essa lista porque além de barato (já foi bem mais barato) ele é nacional e fácil de comprar, tem um aplicador ótimo e ilumina bem os olhos (como vocês perceberam eu dou preferência para corretivos iluminadores).

Eu também uso o meu (na cor Claro 03) para clarear bases e funciona super bem!

Você encontra em perfumarias, nas lojas Renner ou no site da Tracta/Farmaervas

Well-Rested

well-rested-bareminarels-corretivo-ocabide

Por falar em corretivo iluminador como viver sem o Well-Rested da bareMinerals. Trata-se de um corretivo mineral em pó, sem parabenos  e com FPS 20. Pode ser usado no rosto e nos olhos (inclusive como primer para sombras) e ele faz exatamente o nome dele sugere, dá um ar descansado com brilho revigorado, sabe?

Quem indicou esse corretivo foi a Shaaanxo que mostra ele sendo aplicado em vários dos seus vídeos da mesma forma como eu prefiro aplicar: em quantidade pequena para assentar o corretivo líquido/cremoso.

 

Qual é o seu corretivo preferido?

 

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Que tal ouvir música de graça, ilimitada e offline no celular?

Olá pessoal, estou de volta. Depois do texto sobre Fear The Walking Dead, volto pra falar pra vocês sobre uma nerdice diferente, mas que provavelmente vai fazer a cabeça de muita gente.

Quem nunca sofreu com poucas músicas na sua lista de reprodução devido a pouca memória disponível no celular ou já enjoou da lista que tem e não está fácil substituir as músicas agora? Se você é como eu, que faz tudo no dia-a-dia ouvindo música, sabe do que estou falando.

Mas, pode começar a ficar de bom humor, há um aplicativo pra salvar a sua vida! Trata-se do Mix Radio, o app desenvolvido pela Nokia e lançado em 2014, que está disponível para Android, iOS e Windows Phone, e permite que você crie suas playlists, ou utilize diversas já pré-determinadas, e ouça-as offline, deixando a memória do seu celular livre pra qualquer outra coisa que você queira.

O Mix Radio é um serviço de streaming de músicas e é considerado o mais personalizável do mundo. Funciona como uma estação de rádio em que todas as músicas são escolhidas especialmente pra você, tanto as que você já gosta quanto as que quer conhecer.

Minha opinião: O aplicativo extremamente agradável de usar, tem muitas funções bem legais, é leve e não trava o sistema (testei em um iPhone 5C e em um Galaxy S3, e não notei diferença de performance entre eles). Além disso o visual é bastante agradável, o desempenho é ótimo é descomplicado e conta com uma interface bem intuitiva. No serviço de streaming é possível não só ouvir as músicas que você quer, como ouvir uma playlist elaborada pensando no próprio usuário, com base nos seus gostos. O aplicativo vai aprendendo o que você gosta e selecionando outros artistas que seguem a mesma linha das músicas que você ouviu e gostou.

Nos dois aparelhos o aplicativo funcionou muito bem, com ótima reprodução de faixas e além do visual bonito e usabilidade bem simples possui comandos em português e um tutorial de como usá-lo. Além do estilo de rádio via streaming ele conta ainda com reprodução de músicas offline (que é a grande sacada do app e o que me faz usá-lo todos os dias), além das letras para acompanhar as canções, e um acervo gigantesco de músicas.

O único porém é que, no modo offline, você não pode voltar a ouvir uma canção que acabou de tocar. Nessa função o Mix Radio só permite pular as faixas para as próximas, e ainda assim, um número limitado de vezes por hora. Mas nada que desabone o app. Afinal, sendo um app gratuíto, está mais do que justo.

Prós

  • Uso bem intuitivo
  • Multiplataforma
  • Músicas aleatórias
  • Visual limpo e bonito
  • Sem anúncios e propagandas entre as músicas
Contras
  • Skips limitados na função offline
  • Função offline limitada a 4 playlists diferentes

 

Baixe o aplicativo e nos conte o que achou!

 

*imagens: reprodução

É publicitário, gestor estratégico e ambiental, empresário, marido, dono de 3 gatos e editor do O Que Não Mata, Engorda. Apaixonado por música, cinema, literatura, automobilismo e ótimos papos com os amigos.

Resenha: Lápis Toque de Natureza

Faz muito tempo que ouço falar do lápis de olho da Toque de Natureza, ele foi popularizado por uma vlogueira de beleza que eu não respeito, mas todas as resenhas são tão positivas que eu acabei cedendo e quis testar.

lapis-toque-de-natureza-marchetti-olho-delianeador-ocabide

Comprei há alguns meses e tenho usado desde então, li muitas promessas de pigmentação e duração, como tenho pálpebras oleosas e nada para na minha linha d’água (principalmente na de baixo), fiquei empolgada.

O que eu esperava:

macio;

fácil de esfumar;

durabilidade;

preço acessível.

 

O que eu realmente achei:

Ele é macio mesmo, mas não transfere cor na primeira passada e se você tenta passar de novo ele tira o pigmento que já depositou;

Ele também é fácil de esfumar, o que é perfeito pois essa é a única forma de usá-lo como delineador na pálpebra, do contrário ele transfere (principalmente se você tiver pálpebras oleosas);

Ele só dura na minha linha d’água se eu cobri-lo com sombra preta, do contrário ele sai muito mais rápido do que eu esperava (e pior, ele não sai de uma vez, o que pode te deixar com uma linha d’água preta e outra não);

Ele realmente é acessível, custa em torno de R$20,00, mas eu não achei que a economia valeu a pena.

Esfumado marrom e bordô para acompanhar o look boho de madrinha na chácara! #casamentojuehorse

Uma foto publicada por O Cabide (@ocabide) em

 

Nessa foto eu apareço usando o lápis sozinho na linha d’água, dá para perceber que ele nem fica tão preto assim?

 

Qual é o lápis de olho preferido de vocês?

 

Já segue O Cabide no Instagram

 

*imagem: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.