Batom Líquido

 Olá!
Sou a Juliana, sou maquiadora e vim aqui pendurar meu cabidinho sobre um assunto muito legal: maquiagem. Especificamente, sobre o produto mais querido do momento, o batom líquido.
Os batons líquidos, para quem não sabe ainda, são o que podemos denominar como a maior inovação desde o nascimento do batom. Primeiro porque eles não vêm em uma bala (aquela parte modelada que a gente passa nos lábios é denominado bala, ok?). Ele tem a textura líquida como uma tinta e em contato com o lábio, fica sequinho como o batom. A estrutura de envazamento e armazenagem é bem próxima de uma gloss.
Então, ele é um gloss? Não! Ele é um batom líquido.
O Gloss e os brilhos labiais até tem uma pigmentação, mas sempre dão o efeito “molhadinho”. Já os batons líquidos em sua maioria, criam uma textura matificada , quase aveludada nos lábios, criando assim, uma longa duração rica em pigmentação.

 

doe-deere-lime-crime-batom-liquido-ocabide
Doe Deere, fundadora da marca Lime Crime, usando o Velvetine na cor Red Velvet

 

Basicamente esse auê todo começou (pelo menos aqui no Brasil), graças a duas marcas internacionais que você deve conhecer: Lime Crime e Kat Von D Beauty.
Ah! Vale lembrar que o conceito de batom de longa duração já existia há muito tempo. Marcas como a MAC, Maybelline e Make Up For Ever já tinham produtos assim no seu mix, até mesmo aqueles batons coloridos 24hrs, que eram verde e depois ficavam vermelhão (quem lembra?), fazem parte do conceito longa duração. Entretanto, nenhum desses produtos citados davam o efeito seco imediatamente. Sempre rolava a necessidade de aplicar algo antes ou depois do batom.
Então a grande sacada foi: formular um produto único, líquido como uma tinta e matte como o batom mais matte que você já usou na vida, hiper pigmentado e com durabilidade de horas. Esse efeito de boca tingida surge graças ao álcool ou as sílicas, presentes em quase todas as formulações que eu analisei e pesquisei.
Hoje temos uma gama de marcas nacionais e internacionais que produzem o batom liquído. Dailus, Vult, Quem disse, Berenice? ( diz a lenda que são os mais parecidos com a fórmula da Lime Crime), Eudora, Fenzza, enfim… Quase todo mundo da indústria cosmética. Até Jequiti tem o seu!

 

batom-liquido-matte-quem-disse-berenice-ocabide
Batom líquido Quem disse, Berenice? 

 

Confesso que sou super adepta dos batons líquidos, tenho pra uso pessoal e profissional de diversas marcas. E acho que é importante a indústria cosmética nacional se esforçar pra produzir produtos assim. No fim, todos ganham.  Nós por conhecermos produtos com novas tecnologias, cores e texturas; e o mercado cosmético por inovar.

 

nikkie-tutorials-tutorial-batom-liquido-anastasia-everly-hills-ocabide
Nikkie, do canal Nikkie Tutorials, usando os batons líquidos da marca Anastasia Beverly Hills nas cores “Pure Hollywood” e “Milkshake”(assista ao tutorial complelo)

 

Para aqueles que estão se aventurando nos primeiros passos no mundo da maquiagem e para aqueles que são apaixonados desde sempre, deixo aqui algumas dicas básicas sobre a aplicação dos batons líquidos:
– Mantenha os lábios sempre hidratados. Isso é fundamental para a durabilidade de qualquer batom.
– Sempre que possível, aplique o batom e deixe secar. Nada de fazer aquele bendito movimento de vai-vem com os lábios. Caso contrário, ele pode craquelar (esfarelar) no lábios. Depois que o líquido secar, sem crise. Mas sem força.
– Por ter uma embalagem como de um gloss, vem com aquela esponjinha, então vale utilizar um lápis de contorno labial na cor mais próxima ao batom. Isso vai garantir o preenchimento labial de maneira mais assertiva.

 

That´s all Folks!
Até o próximo post por aqui.

 

*Imagens: reprodução.
É maquiadora por formação e por paixão, formou-se em Maquiagem Profissional. Editora do blog A Juliana Não Quer Sambar, acredita que toda boa conversa deve vir acompanhada de uma xícara de café. Gosta de boa música, ama seus gatos, – Amy, Aretha e Frank – e um bom e velho Rock and Roll.

A esperança da beleza

Eu não tenho vivido meus melhores dias, minha vida anda bagunçada por muitos motivos, a gente segue como pode, se adaptando a qualquer dificuldade e esperando a poeira baixar. Acho que é assim que todo mundo enfrenta dificuldades, fazendo o melhor que pode, mesmo que isso signifique se perder. Não vou me prolongar no mi mi mi, acho que deu pra sacar que não tá fácil, e isso já é o suficiente. O motivo de eu escrever esse post é que eu percebi há alguns dias que eu não tenho me olhado no espelho, eu tenho me vestido com alguma preocupação em parecer no mínimo decente, mesmo que não seja nos meus antigos padrões de como eu deveria me vestir. O cabelo que eu deixei crescer por mais de um ano eu cortei quase todo, me sentia sufocada e engolida pelo cabelão. Ou seja, eu até tenho cuidado da minha aparência, eu só não sei qual é o resultado desse cuidado.

Outro dia fui com a minha mãe ao shopping e mostrei para ela a Quem disse, Berenice?. Minha mãe não é fã de maquiagem, raramente usa mais do que batom. Mas ela se sentiu à vontade lá, ou melhor, ela sentiu vontade lá. Comprou base, batom, cobiçou pincéis, pós e esmaltes, foi surpreendente. Saindo de lá ela me disse que não se reconhecia comprando esses produtos que nunca nem tinha se preocupado em saber para que servem.

Ela me disse que não sabia o que porquê dela ter comprado tudo aquilo, e eu respondi: “Você comprou por causa da esperança.”

Eu já me explico!

Antes eu gostaria de mostrar para vocês, se é que vocês não conhecem, a Cassandra Bankson. Ela é uma modelo que ganhou fama internacional com seus surpreendentes vídeos no YouTube, e esses vídeos são surpreendentes porquê em seu canal Cassandra revelou o que o havia escondido sob sua maquiagem.

Cassandra é linda, tem cabelos e olhos incríveis, um sorriso expressivo e muito convidativo, mas sem a maquiagem vimos que ela é vítima de um caso grave de acne. Nunca tinha visto nada igual, a pele dela é avermelhada e tomada por manchas e feridas da testa até o pescoço, além das costas e do peito.
Cassandra Bankson
A acne é uma coisa que pode deixar até a mais bem resolvida das mulheres insegura. E não tem nada a ver com ditadura da beleza, tem a ver com essa reação que até eu mesma tive quando a vi.

Mesmo que você não entenda inglês, vale a pena assistir o vídeo e ver a transformação que não requer conhecimentos profundos em maquiagem, nem produtos impossíveis de achar, até pra nós brasileiras.

E se vocês quiserem podemos falar mais sobre as técnicas dela em um outro post, já falei sobre bases e tipos de pele, mas esse seria um outro nível, né?

O motivo de eu mencionar os vídeos e a acne da Cassandra, é que nós temos muitas vlogueiras nacionais incríveis, que nos dão dicas muito boas, e isso é ótimo. Mas o que eu vejo nesses vídeos é estilo, é moda, diferente da Cassandra que mostra esperança.

Tá conseguindo acompanhar o raciocínio?

Quando eu falei para minha mãe que ela comprou aqueles produtos por causa da esperança, foi pensando nisso, em superar qualquer dilema que você tenha com a sua beleza e encontrar na maquiagem a esperança em ser alguém diferente, alguém melhor. É ter a esperança real de que você pode se sentir mais bonita.

Talvez seja porque a insegurança te cegou, ou por você nunca ter se importado, pode até ser porque sua vida foi ficando tão difícil que você deixou de se olhar no espelho, mas se por qualquer motivo você não conhecia a esperança, ela tá aí, nesse batom largado no seu nécessaire.

E se você acha que isso é futilidade, que ter algo que possa nos dar esperança em ser mais bonita é absurdo, calma, uma hora ou outra você vai saber como nos sentimos.

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Minha amiga Berenice

Nós falamos da marca Quem disse, Berenice? assim que ela chegou ao mercado. Mas agora que eu já visitei uma das lojas e já estou usando os produtos da marca acho que vale muito a pena falar de novo.

Quando se fala em 500 produtos a gente imagina uma lojona, estilo atacado né? Mas a loja que eu fui, no Shopping Paulista, é enxutinha. Os produtos ficam bem dispostos, separados por tipo e uso.

Tudo fica acessível para que você possa experimentar as cores, e ao lado dos produtos os demaquilantes da marca para você limpar a pele conforme for testando batons, bases, sombras e etc.

A primeira impressão foi ótima, fui super bem atendida por profissionais obviamente bem treinadas, que falam com real propriedade sobre os produtos e são super solicitas.

A segunda impressão ficou quando eu comecei a experimentar, realmente as opções parecem ser infinitas! O que é ótimo, mas se você for descontrolada com compras ou muito indecisa, cuidado! Hehe.

No total eu comprei 7 produtos (sou dessas!), um batom, um lip balm, dois lápis delineadores para os olhos, um lápis para sobrancelhas, uma paleta de blushs e um pincelzinho de maquiagem multiuso que eu deixo no nécessaire para aplicar blush quando estou me maquiando na correria no carro ou no metrô.

Quem disse, Berenice?

Devo dizer que estou absolutamente apaixonada por todos eles!

Não só as cores são ótimas, mas a fixação/duração dos produtos depois de aplicados é incrível. O batom que escolhi, o Cereja Berê 414, é bem lindo, uso no dia a dia, só preciso retocar após o almoço. Ele tem um acabamento mate, mas é fácil de aplicar e tem FPS 12.

Na embalagem do batom vem escrito “Para dar o que falar”, muito amor né?

Quem disse, Berenice?

Aliás, essa coisa de ser fofa e divertida é realmente uma grande sacada da marca! Tudo tem nome e codinome, e eu achei essa uma maneira bem legal de tratar os produtos, tanto quanto ajuda a lembrar “quem é quem”.

O lipbalm que eu escolhi é o Vermelhuz, na embalagem o nome ficou “Pra dar água na boca”. Esse lip balm é outro sucesso. Sou daquelas que sofrem com qualquer mudança no tempo porque os lábios automaticamente ficam ultra rachados. E eu uso Bepantol, Carmex, Manteiga de cacau, lip balm da Nívea, etc. Então falo com propriedade quando digo que achei que esse balm hidrata super bem os lábios, além de ser cheirosinho sem enjoar.

Os lápis delineadores para os olhos que comprei têm cores lindas, são macios e fáceis de aplicar. Ficam ótimo esfumados!

Eu adorei as opções de blush, por isso, ao invés de comprar um só comprei a paleta com três. Meu tom de pele parece ser super comum e fácil de combinar com as cores, mas a verdade é que eu não sou nem morena, nem caucasiana e sempre acho que os blushs ficam muito rosados na minha pele, mesmo quando escolho um tom mais puxado para o coral. São bem pigmentados também, estou usando duas cores para dar aquele “ar de saúde” no dia a dia.

O pincel é tão macio que não vejo a hora de comprar outros para aplicar sombra!

Devo confessar que estou bem apaixonada e pretendo voltar ainda esse mês para comprar mais coisinhas, senti que a marca vai ser para mim um daqueles lugares chave no roteiro de beleza, um lugar onde irei sempre por saber que vou encontrar o que preciso, pela qualidade dos produtos e por ter um preço super acessível. Aliás, vários produtinhos são mais baratos até do que marcas populares vendidas por catálogos.

Pode não ter sido a primeira vista, mas definitivamente é amor!

*fotos do meu Instagram

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Quem disse, Berenice?

Grupo Boticário lançou uma nova marca chamada “Quem Disse, Berenice?”, com a proposta de quebrar regras de estilo.

A marca traz mais de 500 itens de maquiagem e perfumaria, tudo com um toque de diversão que vai do conceito, aos produtos até o ponto de vendas.

Quem disse, Berenice?

Quem disse, Berenice?

São 100 cores de batom, 70 de sombra e uma régua ótima de tons de base e pó com 18 tonalidades.

Tudo desenvolvido especialmente para a pele das brasileiras, opções não vão faltar!

Quem disse, Berenice?

A Quem disse, Berenice? estreia em setembro com a loja online, aqui em São Paulo já tem alguns pontos de venda com data marcada para abrir:

Shoppings Paulista e Metrô Tatuapé: dia 16 de agosto.
Shoppings Aricanduva e Tamboré e na rua João Cachoeira no Itaim: dia 21 de agosto.
Shopping Boulevard Tatuapé: dia 23 de agosto.
Shopping Metrô Itaquera: em outubro sem data definida.

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.