Festival Arte Serrinha | 4 a 26 de julho

A 14ª edição do festival Arte Serrinha começa no dia 4 de julho (sábado) em Bragança Paulista. Além de shows de* Otto, Tatá Aeroplano, Bixiga 70, Marcia Castro e Mayra Andrade*, entre outros nomes, o festival também promove oficinas, debates, residências e workshops com grandes nomes da cultura brasileira como o fotógrafo *Gal Oppido, os músicos Benjamim Taubkin e Jaques Morelenbaum, o estilista Dudu Bertholini, coletivo Bijari e muito mais. A programação completa segue abaixo.

cartaz festival

Trata-se de um dos únicos festivais brasileiros de arte multidisciplinar – a programação reúne grandes nomes da música, fotografia, moda, dança, artes visuais, artes cênicas, etc. Neste ano, o festival, que propõe uma reocupação poética da paisagem por meio da arte contemporânea, ganhou o tema Ressonhar mundos. “O tema reflete a ideia da arte contribuindo positivamente para essa importante reflexão sobre o futuro do planeta”, explica o artista plástico Fabio Delduque, curador e diretor artístico do Festival desde sua primeira edição.

Neste quase um mês de atividades entre workshops, shows, exposições e mesas-redondas que acontecem na Fazenda Serrinha, no Galpão Busca Vida, no Cine Rancho, no Casarão dos Irmãos e no Teatro Rural, ganha destaque a programação musical, que neste ano terá um projeto inédito: uma residência artística de 10 dias para músicos com Jaques Morelenbaum, Benjamim  Taubkin, Marcos Suzano,  e participação de músicos estrangeiros. Além disso, Marcelo Machado, que dirigiu o documentário “Tropicália”, vai acompanhar a experiência para fazer um filme sobre o assunto.

Festival2014__58_motorhome

Todos os sábados haverá um show no Galpão Busca Vida. A programação será aberta no dia 4 de julho, com Tatá Aeroplano e a banda Canções Velhas para Embrulhar Peixes. No dia 11, haverá a apresentação da banda maranhense Criolina. Na semana seguinte, dia 18 de julho, Marcia Castro e Mayra Andrade se apresentam juntas; no dia 25 de julho será a vez de Otto e no dia 1 de agosto o festival será encerrado com um show do Bixiga 70.

O Cine Rancho vai receber uma mostra de cinema com curadoria de Beto Brant. Veja abaixo a programação completa:

 

MÚSICA

 

SHOWS GALPÃO BUSCA VIDA 

{04 de julho} Tata Aeroplano e Canções Velhas para Embrulhar Peixes: Tatá Aeroplano participa esse ano do festival com um show acústico, executando canções dos seus dois primeiros álbuns, “Tatá Aeroplano” (2012) e “Na Loucura & Na Lucidez” (2014),  bem como músicas, como Dê, Cama e Pareço Moderno,  lançadas com sua banda Cérebro Eletrônico. A apresentação contará com a participação de Peri Pane (Canções Velhas Para Embrulhar Peixes) e o poeta arrudA.

R$ 40 (inteira)/ R$ 20 (meia)

{11 de julho} Criolina (Maranhão): O EP LatinoAmericano sucede os dois ótimos cds da dupla Criolina, Criolina (2007) e Cine Tropical (2010), com a mesma e renovada mistura de latinidade da fronteira, música de rua nordestina, rock mutante e pitadas de veneno eletrônico. E, claro, o lastro da melhor poesia da canção.

R$ 40 (inteira)/ R$ 20 (meia)

 

{18 de julho} Marcia Castro (Bahia) e Mayra Andrade Cabo Verde)

R$ 40 (inteira)/ R$ 20 (meia)

 

{25 de julho} Otto

R$ 40 (inteira)/ R$ 20 (meia)

 

{1 de agosto} Bixiga 70

R$ 40 (inteira)/ R$ 20 (meia)

 

SHOW FAZENDA SERRINHA
{08 de julho}
Cão + Leptosirose

Gratuito

 

{24 de julho} Badi Assadi

Gratuito

*SHOW FAZENDA SERRINHA*

SHOW TEATRO RURAL

{26 de julho} Alzira E. – O que vim fazer aqui – A busca pela inovação musical e a valorização da poética sempre marcaram a carreira e a linguagem singular da cantora e compositora Alzira E. Seu oitavo disco, Pedindo A Palavra, produzido pelo baixista Du Moreira, dá sequência a essa trajetória. No repertório, 10 músicas compostas em parceria com o poeta paulistano arrudA, que assina seu segundo disco com Alzira E.

Gratuito

 

RESIDÊNCIAS E WORKSHOPS

{10 a 19 de julho}: residência musical com Jaques Morelenbaum (violoncelo), Benjamim Taubkin (piano), Sascha Amback (teclado/piano), Marcos Suzano (percussão), Jovi Joviniano (percussão), Meno Del Picchia (baixo), Carlos Malta (flautas, clarinete e saxofone), Antonio Arnedo (Colômbia), Sahib Pazajade (Azerbaijão), Kyungso Park (Coreia), Mayra Andrade (Cabo Verde/França).

 

{14 a 16 de julho}: Experiência musical com Jaques Morelenbaum, Marcos Suzano e Benjamim Taubkin. Esta oficina compõe-se de uma série de três vivências, cada uma delas durando uma tarde, com três grandes mestres da música brasileira. Os participantes também terão a oportunidade de acompanhar as experiências musicais realizadas na Residência Musical, que estará acontecendo na Fazenda Serrinha nos mesmos dias, com a presença de músicos de diversos países do mundo.

20 vagas
R$250,00

Local: Fazenda Serrinha

 

{14 a 18 de julho}: oficina Rádio Serrinha com a jornalista Patrícia Palumbo.Durante a semana os participantes realizarão a cobertura radiofônica da Residência de Música que estará acontecendo na Fazenda Serrinha, e editarão boletins para veiculação na rádio Unesp e no programa Vozes do Brasil, da rádio Eldorado. Coletivamente, a turma irá discutir as pautas e realizar entrevistas em um estúdio montado especialmente para esse fim. Jaques Morelenbaum, Marcos Suzano e Benjamin Taubkim são alguns dos músicos que estarão na Serrinha na ocasião. Serão abordados os principais aspectos relacionados à criação e produção de programas de rádio, tais quais linguagem radiofônica, técnicas de reportagem, condução de entrevistas, edição e transmissão.

15 vagas
R$300,00

Local: Fazenda Serrinha

 

{15 de julho}: Mesa de  debate – Ciranda da Serrinha: Música do mundo, Música daqui. Patrícia Palumbo media a mesa com os músicos residentes Jaques Morelembaum, Benjamim Taukbkin, Sascha Amback, Marcos Suzano, Jovi Joviniano, Meno Del Picchia, Carlos Malta, Antonio Arnedo, Sahib Pazajade, Kyungso Park e Mayra Andrade.

Gratuito

 

ARTES VISUAIS / ARTES PLÁSTICAS/ FOTOGRAFIA

 

{6 a 10 de julho}: residência de artes visuais com orientação do crítico de arte e curadorAgnaldo Farias e da artista Dora Longo Bahia. Esta residência oferece um momento de imersão e reflexão àqueles que desejam desenvolver projetos em artes visuais – vale para as mais variadas áreas e linguagens das artes. Sob a orientação do crítico e curador Agnaldo Farias e da artista plástica Dora Longo Bahia, os participantes terão à disposição o ateliê e todo o espaço da Fazenda Serrinha de forma ininterrupta durante a semana – até mesmo durante as noites – para produzir, em uma atmosfera inspiradora e de absoluta liberdade criativa.

25 vagas
R$300,00

Local: Fazenda Serrinha

 

{6 a 11 de julho} Luz na floresta – oficina de criação multimídia: neste workshop, os integrantes do coletivo Bijari compartilham com os participantes o processo de criação e montagem de uma instalação multimídia na área de mata nativa da Fazenda Serrinha. O grupo irá trabalhar na produção de dispositivos luminosos, conteúdos para vídeos e prospecção do territórios em busca das melhores locações para a obra. O objetivo não é de capacitar tecnicamente os alunos em softwares e sistemas eletrônicos, mas proporcionar uma experiência estética e imersiva. A instalação permanece ativa durante todo o Festival.

15 vagas
R$300,00

Local: Fazenda Serrinha

 

{6 a 21 de julho}: residência artística com Daniel Acosta e Alberto Baraya e curadoria de Agnaldo Farias. Fechada ao público, que poderá conferir gratuitamente o resultado da residência.

 

{8 de julho}: Mesa de debate – Mediação e Arte contemporânea, com Ana Thomaz, o artista plástico Bené Fonteles e a arte-educadora Gisa Picosque. Mediação: Agnaldo Farias

Gratuito

 

{21 a 25 de julho}: Olhar cúmplice – exercício fotográfico com Gal Oppido. O fotógrafo propõe nesta vivência fotográfica de seis dias um intercâmbio com as outras oficinas que acontecem na mesma semana na Serrinha:  Moda/ Performance e Teatro. As atividades que estarão sendo desenvolvidas no ateliê, no teatro e em toda a paisagem  serão temas possíveis e prováveis para o desenvolvimento de ensaios pessoais e coletivos.

15 vagas
R$300,00

Local: Fazenda Serrinha

 

{23 de julho}: MESA DE DEBATE – Dudu Bertholini, Gal Oppido, Guilherme Leme e Diogo Granato – Mediação Diógenes Moura

Gratuito

 

{24 de julho}: Monólogo de Diógenes Moura

Gratuito

{13 a 17 de julho} Oficina de Artes plásticas – Árvores do Brasil, com o artista plástico Magela Albuquerque. A oficina é um convite à experimentação da construção do artista através da criação de árvores com a reutilização de objetos descartáveis. No primeiro dia de oficina, o participante apreciará a exposição da vida e obras do artista, em um ambiente sensorial que traz à cena toda a arte do Vale do Jequitinhonha. Depois disso, fará um passeio pelo bairro da Serrinha e pela Fazenda Serrinha observando e fotografando árvores, que serão, então, transpostas para as telas. Os participantes devem trazer consigo descartes de objetos (sucatas). A Oficina Arvores do Brasil é um aprendizado ecológico traduzido em arte.

15 vagas
gratuito

Local: Casarão dos irmãos

 

{15 a 17 e 22 a 24} Oficina de Cerâmica com a artista plástica Marta Vaz. O objetivo desta oficina é trabalhar a modelagem livre usando varias técnicas como placa e minhoca e renda cerâmica e fazer vários experimentos de queima primitiva como fornos de tijolo e barro e em palha.

15 vagas
gratuito

Local: Casarão dos irmãos

 

Serviço:

As inscrições para o festival estão abertas e podem ser feitas através do site: www.arteserrinha.com.br

Onde acontece

(11) 9 7368.7997  (seg. a sex. 10h às 19h // sáb. 10h às 14h)

contato.arte.serrinha@gmail.com

 

*divulgação

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Virada Feminista | 04 e 05 de julho

Entre as 17h do dia 4 até as 17h do dia 5 de julho, no Centro Cultural da Juventude (CCJ), vai acontecer a Virada Feminista, um evento bombástico, totalmente gratuito, reunindo shows, apresentações e oficinas de mulheres artistas incríveis de São Paulo!

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

A Virada Feminista é uma iniciativa da SOF Sempreviva Organização Feminista e da Fuzarca Feminista, núcleo da Marcha Mundial das Mulheres. Para saber mais, envie um email para sof@sof.org.br

O evento terá espaços mistos e espaços auto-organizados apenas para mulheres.

Serviço:
Virada feminista: a cultura das mulheres muda o mundo!
4 e 5 de julho
Centro Cultura da Juventude, Avenida Deputado Emílio Carlos, 3641, Vila Nova Cachoeirinha, São Paulo

 

*imagem: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Fashion Revolution

Acontece essa semana, com ações em doze cidades de diversos estados brasileiros, o Fashion Revolution Day, criado por um conselho global de líderes da indústria da moda sustentável, ativistas, imprensa e acadêmicos o movimento internacional que surgiu com o colapso do Rana Plaza, a confecção de roupas em Bangladesh que desabou no dia 24 de abril de 2013 deixando 1.133 mortos e 2.500 feridos, e que tem como objetivo a conscientização sobre os impactos ecológicos e sociais da indústria da moda.

Considerando a força da moda em determinar novos comportamentos é de importância extrema aprendermos a debater os valores dessa indústria conscientizando o mercado sobre o verdadeiro custo da moda para o mundo.

fashion-revolution-day-brasil-programacao-ocabide

Neste ano, serão promovidos eventos e ações em 68 países sob o tema “Quem fez minhas roupas?”, em São Paulo, o evento conta com palestra e mesa redonda.

Confira a programação:

Palestra
19h15 às 20h
Apresentação do movimento e suas ações globais, bem como as integrantes da equipe do Brasil e suas ações:
• Fernanda Simon, coordenadora ativista e consultora de moda e sustentabilidade
• Cibele Barros, socióloga, idealizadora do projeto Tecido Social.
• Mariana Pellicciari, publicitaria, criadora do Roupa Livre.
• Eloisa Artuso, educadora e estilista.

Mesa Redonda
20h às 21h30
Discutindo os impactos socioambientais da indústria da moda e as possíveis alternativas e soluções
Convidados:
• Ana Coelho- Professora universitária FGV- confirmada
• Chiara Gadaleta- Consultora criadora do EcoEra – confirmada
• Leka Oliveira – Tingimentos naturais – a confirmar
• Flávia Aranha- Estilista sustentável- confirmada

Revolutionary Lounge
21h30 às 23h
Espaço de interação com musica ambiente e um pequeno buffet vendendo alguns salgados e bebidas.

fashion-revolution-day-brasil-programacao-ocabide-3

Algo que definitivamente não é comum entre quem consome moda é questionar em que condições a roupa que usamos todos os dias é feita, por que ela custa o preço que custa e até os processos mais básicos sobre como a matéria prima se transforma em tecido e como o tecido se transforma em roupa.  Será que se nós soubessemos qual é origem do que vestimos e tivéssemos isso mais claro como parte do produto final, nós compraríamos as mesmas coisas?

Acompanhe o evento através das hashtags #fashrev e #quemfezminhasroupas, siga as novidades na página no Facebook, Twitter e Instagram.

Data: 24 de abril de 2015
Horário: 19h15 às 20h – Palestra
20h às 21h30 – Mesa Redonda
21h30 às 23h – Revolutionary Lounge


MATILHA CULTURAL

Rua Rego Freitas, 542 – São Paulo
Tel.: (11) 3256-2636
Horários de funcionamento: terça-feira a domingo, da 12h às 20h/ exceto sábados: 14h às 20h
Wi-fi grátis
Cartões: VISA (débito/ crédito)
Entrada livre e gratuita, inclusive para cães
www.matilhacultural.com.br

 

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Cursos de férias

Conheci o trabalho do Vagner Carvalheiro quando vi a divulgação do evento Farol da Moda, o evento foi um sucesso e volto à meus cabideiros mais uma vez para divulgar o trabalho desse colega tão dedicado!

Se você, como eu, sente falta de atividade cultural durante as férias, e tem predilação por aproveitar o tempo livre para incrementar o expertise e ampliar o networking, a programação de cursos de férias proposta pelo Vagner é ideal para você!

Para aprimorar o repertório de moda brasileira recomendo o curos Encontros com a Moda I e II:

Curso de moda

Curso de moda

Se você trabalha ou pretende trabalhar com produção de moda não deixe de participar do curso Cultura e Produção de Moda I:

Curso de moda

Aproveitem a oportunidade!

*imagens: divulgação

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Décima Semana de Moda: Os desafios da moda brasileira

Nessa semana deixe os croquis um pouco de lado, escolhe um look bem interessante para curtir as palestras da Décima Semana De Moda da Livraria Cultura. A programação tem curadoria de Dhora Costa (Belas Artes) e o evento é aberto ao público.

Professores, estilistas e profissionais da moda compartilham experiências e seus conhecimentos em palestras que abordarão temas como consultoria de imagem, design, desenvolvimento de coleção.
Uma ótima oportunidade para estudantes de moda e interessados entrarem em contato com os bastidores criativos do mundo fashion.

Confira a programação:

Décima Semana de Moda: Os desafios da moda brasileira

Clique aqui para ampliar a imagem

Serão distribuídas senhas na bilheteria do Cine Livraria Cultura, 1h antes do evento , 1 por pessoa.

+ informações

Vamos?

*imagem: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.