Óleo milagroso

Na mesma rua onde estaciono meu carro todas as segundas feiras para ir à terapia tem um restaurante vegetariano com uma loja incrível de produtos naturais, foi lá que eu conheci e me apaixonei pela alfarroba. Lá eu também conheci e igualmente me apaixonei pelos óleos da Phytoterápica, em especial o óleo de Copaíba.

Vocês já sabem que eu amo usar óleos para cuidar da pele (leia mais sobre isso aqui e aqui), seja para limpar ou para hidratar, mas tinha muita dificuldade em encontrar tipos diferentes de óleos para experimentar. Lá eu comprei o óleo de Copaíba e o óleo de Girassol.

Hoje vou falar do óleo de Copaíba e tudo o que ele pode fazer por sua pele. Escolhi esse óleo, mesmo sem nunca ter ouvido falar dele, pois em sua descrição é dito que ele pode ser usado para tratar dermatites no couro cabeludo, como esse é um problema que lido com frequência decidi experimentar.

copaiba-copaibeira-phytoterapica-cuidados-com-a-pele-ocabide

Esse óleo é extraído da copaibeira e é comumente usado por índios da Amazônia, que consideram a árvore um “milagre da floresta”, atribuindo  à ela propriedades curativas que a tornaram conhecida como o antibiótico do mata. Mais tarde eu descobriria que a copaíba é uma das plantas medicinais mais difundidas do país.

O óleo de Copaíba surge no tronco da árvore, é uma espécie de defesa natural contra pragas como o cupim, além de combater bactérias também é muito usado como antiinflamatório, pesquisas apontam que a árvore também produz substâncias capazes de combater a leishmaniose e com ações anticancerígenas (essas propriedades são encontradas apenas nas árvores de Manaus, já as ações antiinflamatórias podem vir das árvores com origem no Rio de Janeiro e Minas Gerais).

copaiba-copaibeira-phytoterapica-cuidados-com-a-pele-ocabide-3

Considerando o que sabia até aqui decidi experimentar o óleo para tratar acne (através de oil cleasings e aplicações nos pontos afetados), bálsamo (para tratar irritações e pelos encravados) e no couro cabeludo (para tratar irritações, dermatites e diminuir a coceira).

Eu aplico o óleo direto na pele, a quantidade varia de acordo com o que pretendo tratar, só enxaguo no caso da Oil Cleansing e quando uso em maior quantidade no couro cabeludo, caso contrário deixo a pele absorver.

Em todos os casos os resultados foram surpreendentes, o óleo realmente trata a pele com delicadeza e eficiência, trazendo resultados rápidos e satisfatórios. Minha mãe também está usando para tratar alergias que ele tem com frequência por causa de sua pele ultra sensível e gosta bastante.

copaiba-copaibeira-phytoterapica-cuidados-com-a-pele-ocabide-2

Dispensei os shampoos e loções caras que estava usando para o couro cabeludo e agora só uso o óleo. Para tratar a pele eu gosto de combinar o uso desse óleo com outras coisas já incorporadas em minha rotina de beleza.

Se você quiser experimentar, pode comprar no site da própria Phytoterápica, infelizmente lá custa exatamente o dobro do que eu paguei na loja de produtos naturais onde o comprei aqui em Santo André (SP).

Estou usando o óleo de girassol para hidratar a minha pele em áreas sensíveis, como ao redor dos olhos (desde que o outono chegou essa área tem estado bem delicada), e as partes da pele em que tenho feito um tratamento para me livrar de algumas estrias. Também recomendo para quem tem rinite alérgica e vai espirrar muito nos próximos meses, esse óleo é um carinho para a pele em volta do nariz! Se você tem a pele seca pode usá-lo no rosto todo, ele é suave, não deixa a pele lambuzada e dá para ser usado durante o dia. Também já usei ele para fazer umectação nos cabelos e achei o resultado bem legal.

 

E você, também ama usar óleos?

 

*imagens: reprodução

 

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Meus produtos preferidos para peles oleosas (no momento!)

Quando eu fiz os posts sobre oil cleansings eu realmente não esperava que muitas pessoas se interessassem, não é o tipo de post que eu costumo fazer, além de ser algo no mínimo inusitado.

Mas houve sim um bom feedback, pessoas com pele oleosa estão, assim como eu estive por muito tempo, desesperadas para encontrar algo que lhes traga alguma espécie de equilíbrio, e esse tratamento traz.

Mas eu não vou fazer outro post sobre esse assunto, na verdade eu quis aproveitar esse interesse de vocês em tratamentos para peles oleosas para compartilhar alguns produtos que se tornaram essenciais na minha rotina de pele.

Minha pele se transformou de muito oleosa em uma pele mista, as vezes normal, porém continuo cuidando dela da mesma forma como cuidaria se ela fosse totalmente oleosa. Isso tem funcionado muito bem para mim, pode ser que não funcione para a sua pele, mas não se desespere. Conheça melhor a sua pele, experimente os produtos com um pouquinho mais de paciência, as vezes a pele demora um pouquinho para se adaptar a um hidratante ou tônico, tenha calma. Você pode também mudar o horário das suas limpezas, a frequência delas ou mude a combinação de óleos, eu ando querendo usar mais óleo de rícino, que é um ótimo anti-inflamatório, e eu acredito que isso vá me ajudar com a acne, além disso ele é ótimo para o crescimento dos fios, então vou usar também na minha sobrancelha falhadinha (dica de ouro da querida Naya, ex-colega de classe e leitora aqui do O Cabide ?).

Dito isso, vamos aos meus produtos preferidos do momento:

Vichy Normaderm 3 em 1 Cleanser + Scrub + Mask

Vichy Normaderm 3 em 1 Cleanser + Scrub + Mask

Esse é um produto para peles oleosas e acneicas feito para ser usado diariamente, é um esfoliante que pode ser usado com loção de limpeza e como máscara, e tem um perfume maravilhoso (isso vindo de uma pessoa que acredita que todos os produtos para pele não deveriam ter cheiro!). Esse produto é simplesmente brilhante, mas eu não o uso diariamente, aliás, eu não uso mais nada tão agressivo em minha pele com tanta frequência. Para mim esse é o esfoliante ideal para ser usado uma vez por semana, aplico sobre o rosto todo e espalho em movimentos circulares com uma escova de limpeza facial (eu amo usar essa escovinha para esfoliação, compro as minhas na Ikesaki em São Paulo, geralmente pago algo entre R$6,00 e R$8,00), uso a escova para auxiliar o produto na remoção de peles mortas, pois eu realmente não acredito que conseguimos fazer isso apenas com os dedos. Feito isso, enxáguo o produto completamente, seco ligeiramente a pele e reaplico o produto, dessa vez em uma camada fina sobre todo o rosto e deixo o produto secar por mais ou menos 5 minutos, assim ele agirá também como máscara, em seguida enxáguo completamente o produto.

A pele fica com uma textura linda, sequinha, mas com um brilho saudável!

Apesar de ser paulistana, eu sempre pesquiso os preços dos produtos para os posts na Panvel, porque lá o preço é mais camarada, esse produto lá custa R$44,91.

Hidrafil Gel Facial (FPS20)Hidrafil Gel Facial (FPS20) para pele oleosa

Minha prima, que já ouviu muito do meu drama sobre peles oleosas, me deu de presente esse hidratante em gel e eu achei que não ia dar muita bola já que eu estava usando um que eu amava, o Dramatically Different Moisturizing Gel da Clinique. Mas decidi testar mesmo assim e fiquei em choque com o quanto esse produto é bom! Ele é um gel bem aquoso, translúcido, com perfume bem leve, eu coloco uma quantidade pequena do produto na ponta dos dedos e aplico batendo-os leve e repetidamente no rosto, sem esfregar, quando sinto que já espalhei bem passo os dedos suavemente sobre a pele para acomodar melhor o produto. E pronto, minha pele fica sequinha o dia inteirinho!

Esse foi o produto que mais me fez sentir com uma pele normal, com brilho saudável, sem o aspecto ultra matificado que geralmente tenho por conta do protetor solar da Bioré. Eu gosto de pele com brilho, o visual matificado, para mim, é ideal para festas, eventos ou para dias muito quentes, então esse hidratante realmente colabora para que eu me sinta mais à vontade com o meu look.

E o precinho? R$40,36 na Panvel contra os R$142,00 do hidratante da Clinique, mais camarada impossível!

Só sei dizer que: NÃO VIVO MAIS SEM!

BB Cream Skin Renew Garnier

BB Cream Skin Renew Garnier (FPS20)

Por último eu vou falar de um produto que infelizmente não vende no Brasil, o BB Cream da Garnier para peles mistas e oleosas que eu comprei no Chile, e que postei no Instagram assim que comecei a usar. Desde esse dia eu tenho usado ele quase que diariamente, e pasmem, a cobertura é tão incrível que eu uso como base. Ele faz tudo o que promete na embalagem, matifica, reduz poros, uniformiza e ilumina a pele.

Agora vocês entendem porque ele tinha que aparecer aqui?

Eu não lembro quanto eu paguei exatamente, mas lembro que foi muito pouco, aliás, tudo o que eu comprei da Garnier e da Maybelline no Chile custaram muito pouco.

É um favorito no nécessaire, e eu não sabia o que ia ser de mim quando ele acabasse!

Imagina a minha alegria quando EU ACHEI ELE PARA VENDER NO AMAZON!!!

Então, se você, como eu, se joga nas comprinhas internacionais, olha aí uma ótima chance para ter um produto incrível para peles oleosas, e o preço também é super digno: $4.63.

Eu admito que comprar cosméticos via Ebay e Amazon pode ser um risco, já que não sabemos como os produtos vão chegar, mas eu nunca tive nenhum problema. Se você quiser comprar e estiver preocupada, saiba que a Garnier coloca o BB Cream lacrado dentro da embalagem, então não há como nenhum vendedor alterar sua fórmula sem que você perceba.

E voilá! Mais um post sobre pele na nossa penteadeira ?

Dúvidas, sugestões, broncas, beijos? Todos são bem vindos, use os comentários sem restrições, se quiser bater um papo me procure na nossa página ou no Instagram, onde o nosso papo sobre pele já até ganhou uma hashtag #ocabidenapele.

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Óleo na pele

Há um tempo atrás vi um pessoal comentando no Instagram sobre o protetor solar da marca japonesa Bioré, e quão milagroso ele era para peles oleosas. A forma mais fácil de adquiri-lo era através do Ebay, como muitas das pessoas que comentavam sobre ele por ali haviam feito. Eu pedi o meu e estou desesperada para ele chegar!

Bioré

Enquanto ele não vem, procurei pesquisar o máximo que pude sobre o porque ele era tão poderoso, e pretendo falar sobre isso num post inteiramente dedicado a ele, nesse aqui vou falar o que descobri sobre como limpar a pele após usá-lo, já que ele gruda e não sai mais.

Foi assim que descobri as Oil Cleansings, na verdade já tinha visto algo sobre isso no Buzzfeed Diy, mas não me aprofundei naquele momento. Bom, agora achei que já era a hora de saber mais sobre a limpeza feita com óleo, que não tem nada a ver com a limpeza feita por um demaquilante oleoso.

Aprendi a duras penas que quanto mais se limpa a pele, mais óleo ela produz, não é nada saudável usar produtos que tem a função de secar completamente a pele. Com o tempo, e principalmente agora que tenho a pele mais complicada do que na adolescência, aprendi a respeitar a minha pele, aprendi também que pele saudável é pele hidratada. “Mas minha pele é oleosa, vou passar hidratante para quê? Vai acabar ficando mais oleosa ainda!” – É assim que a maioria das pessoas com a pele oleosa pensa, é assim que a indústria de cosméticos diz que as coisas funcionam. Então por que diabos eu usaria óleo para limpar minha pele ultra oleosa?

Oil Cleasing

O lance com a limpeza feita com um óleo, seja lá qual for o método que você escolher, é que a gente precisa entender que o óleo repele o óleo e não é ele quem causa as espinhas e os cravos, quem causam essas inflamações infernais em nossa pele são os hormônios, bactérias, células mortas, medicamentos, alimentação, tudo, menos o óleo.

O princípio que faz com que o óleo dissolva o óleo se chama teoria da solubidade, até onde se sabe não há contra indicações para o método, a não ser que você seja alérgico a qualquer um dos produtos sugeridos para a limpeza.

O método que ficou mais conhecido, a The Oil Cleansig Method, funciona da seguinte forma:

– Escolha sua mistura: O óleo de Castor tem propriedades próprias para limpezas profundas, além de ser um anti-inflamatório natural, porém é espesso e você precisará misturá-lo a outro óleo, o de oliva extra virgem ou o de girassol. Para cada tipo de pele a uma mistura ideal, para as oleosas misture 30% do óleo de Castor a 70% do segundo óleo, para peles normais misture 20% do óleo de Castor com 80% do segundo óleo e para peles secas misture 10% do óleo de Castor com o segundo óleo. Quanto mais seca sua pele estiver, menos óleo de castor se usa na mistura.

– Aplicação: Você vai precisar de uma toalha de rosto, seus óleos e água quente. Coloque uma quantidade equivalente ao tamanho de uma moeda nas mãos e esfregue suas palmas para aquecê-lo. Massageie delicadamente o seu rosto, dando atenção as áreas problemáticas, o óleo vai remover toda e qualquer impureza, inclusive resíduos antigos de maquiagem e poluição. Faça o procedimento com calma, você quer que os óleos penetrem bem nos seus poros.

– Para remover: Quando estiver satisfeita com o efeito do óleo e com a massagem use a toalha embebida em água quente para delicadamente removê-lo do seu rosto, faço o que fizer não esfregue a toalha na pele. O procedimento é feito com água quente para abrir os poros e facilitar a remoção do óleo. Aproveite que está usando uma toalha, e que ela está quentinha por causa da água, e coloque-a sobre o rosto como uma máscara, deixando-a lá até esfriar, isso irá ajudar a abrir os poros. Se quando você terminar a pele estiver repuxando, pegue um pouquinho da mistura de óleos e aplique no rosto, espalhando bem.

Esse procedimento deve ser feito regularmente, mas a frequência não pode ser muito grande, senão você resseca a pele. Nos primeiros dias após a limpeza você pode ver um aumento da oleosidade, mas isso se deve pelo fato de os poros estarem funcionando de um jeito diferente de antes, após alguns dias a oleosidade vai sumir.

Eu li no Reedit uma versão diferente para essa mesma limpeza, que elimina o uso de água quente, já que é sabido que o vapor e abertura dos poros não faz tão bem assim para a pele. Nessa versão eles também defendem o uso de qualquer óleo que você preferir, já que existem muitas opções com propriedades tão diferentes no mercado. Entre as sugestões deles estão o mineral, o de jojoba e o de coco, mas você deve conhecer sua pele, o óleo de coco por exemplo, o post diz que em algumas pessoas pode causar acne.

Essa limpeza é feita da seguinte forma:

– Umedeça o seu rosto com água morna, não ferva a água e não use água quente.

– Aplique o óleo e massageie o rosto por um ou dois minutos.

– Limpe o rosto com uma toalha embebida em água morna (nos comentários uma leitora disse que obteve resultados ainda melhores com uma toalha de microfibra).

– Uma ou duas gotas de óleo da sua preferência (a pessoa que fez o post sugere de oliva, mas disse que usa de argan) devem ser usadas para hidratar a pele após a limpeza.

A double cleasing é a limpeza mais simples de todas, até porque você compra o óleo de limpeza pronto, várias marcas já vendem, eu comprei o da Bioré mesmo (que inclusive chegou antes do que o protetor). Esse método já é bem usado no Japão, aprendi tudo sobre ele lendo esse post do Stash, que eu acho que se tornou o go to post sobre o assunto, já que é o link que todo mundo indica.

O procedimento é simples:

Com o rosto e as mãos secas aplique o óleo no rosto, se estiver com maquiagem aplique sobre os olhos também, e massageie a pele com delicadeza.

O post do Stash sugere que você então molhe a ponta dos dedos e volte a massagear a pele com os dedos molhados, para emulsionar o óleo. Mas eu vi em vídeos algumas meninas aplicando uma borrifada de água termal para emulsionar e achei que a pele fica mais bonita.

Bioré

Eu comprei o da Bioré pelo Ebay, paguei $18,00 (comprei desse vendedor), esse não é um produto que você vai achar com facilidade no Brasil, não conheço nenhuma marca brasileira que trabalhe com esse tipo de cosmético, o que é uma pena já que nós temos uma propensão a peles mistas e oleosas.

Achei o MAC Cleanse Off Oil na Sephora, apresentado apenas como demaquilante, mas na verdade ele deveria ser apresentado como um óleo de limpeza, já que se usado da maneira correta pode eliminar outros resíduos, o grande, de 150 ml, custa R$133,00 e o pequeno, de 30 ml, custa R$59,00. Também achei o Dior Instant Gentle Cleansing Oil no Morangão, o preço é R$101,50, esses dois foram os sugeridos no Stash como os disponíveis por aqui, mas acontece que no Morangão tem óleos de limpeza de muitas outras marcas, entre elas Shu Uemura e La Mer.

É importante salientar que cada tipo de limpeza tem sua função, a The Oil Cleansing Method, em qualquer uma de suas versões, é um tratamento esporádico, que visa resultados a longo prazo. A double cleansing não é um tratamento, é uma rotina de beleza que cuida da pele.

Eu pretendo aderir às duas, minha pele hoje está em seu pior, mais oleosa do que nunca e no meio de uma crise de acne, conversei com a minha prima que trabalhou com dermocosméticos e estava pronta pra enfiar o pé na jaca, quando lembrei que já tinha feito isso e não tinha obtido resultado nenhum.

Revendo as informações que eu precisava sobre algo novo, que promete melhorar a minha pele como nunca imaginei, nasceu esse post para vocês. Assim como o post que fiz sobre o meu peso, sei que tem muita gente desesperada com a pele, e eu precisava compartilhar o que aprendi!

Vou manter vocês informados sobre os resultados no Instagram, através da hashtag #ocabidenapele, e quando o protetor solar da Bioré chegar nos encontramos de novo aqui na penteadeira para falar de pele!

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.