“Eu te amo” “Obrigada”

Oláá, gente!!

Meu nome é Camila, sou nova aqui e pretendo trazer novidades – e antiguidades, por que não? – a respeito de toda a parte cultural (filmes, livros, teatro, shows, eventos). Vou tentar trazer tudo de mais interessante que eu achar!

E pra abrir hoje, porquê não começar com um filme que traz não só uma grande atriz, mas também um ícone da moda: Audrey Hepburn!

Entre seus Oscars, Grammys e Globos de Ouro hoje falarei sobre Bonequinha de Luxo!

O filme foi lançado em 1961, distribuído pela Paramount Pictures e dirigido por Blake Edwards! Além de ser baseado no livro – também maravilhoso –  de 1958, escrito por Truman Capote.

bonequinha-de-luxo-audrey-hepburn-ocabide

 *ilustração: Hayden Willians

Aqui uma sinopse rápida:
“Holly Golightly (Audrey Hepburn) é uma garota de programa nova-iorquina que está decidida a casar-se com um milionário. Perdida entre a inocência, ambição e futilidade, ela toma seus cafés da manhã em frente à famosa joalheria Tiffany’s, na intenção de fugir dos problemas. Seus planos mudam quando conhece Paul Varjak (George Peppard), um jovem escritor bancado pela amante que se torna seu vizinho, com quem se envolve. Apesar do interesse em Paul, Holly reluta em se entregar a um amor que contraria seus objetivos de tornar-se rica.”

 bonequinha-de-luxo-audrey-hepburn-ocabide-2

A atriz fotografada com o famoso gato sem nome por Howell Conant no apartamento alugado em Manhattan para a publicidade do filme, outubro/1960

bonequinha-de-luxo-audrey-hepburn-ocabide-4

Polaróides do teste de cabelo para o personagem

bonequinha-de-luxo-audrey-hepburn-ocabide-5

George Peppard, Audrey Hepburn e alguns outros membros do elenco em intervalo das filmagens

bonequinha-de-luxo-audrey-hepburn-ocabide-6

Audrey Hepburn e George Peppard nos bastidores, com participação especial do yorkshire da atriz, Mr. Famous

Fatos curiosos:

Na produção do filme, a Tiffany’s abriu pela primeira vez em um domingo; os figurinos de Audrey foram feitos por ninguém menos que Hubert Givenchy e Edith Head, figurinista da Paramount; Kim Novak e Marilyn Monroe (atendendo aos desejos de Capote) receberam a oferta para atuar como Holly, mas com a recusa de ambas as atrizes, o papel acabou com Audrey Hepburn.

Eu li o livro há muito tempo, mas me lembro que gostei bastante, apesar das usuais mudanças que costumam fazer em uma adaptação, como a provável bissexualidade de Holly.

bonequinha-de-luxo-audrey-hepburn-ocabide-3

Para comprar clique aqui (versão para Kindle)

O filme é apaixonante e até hoje sonho com um vestido preto igual ao da Holly, e espero compartilhar dessa paixão com mais alguém!

Esse filme é “apenas” um clássico que decidi trazer para abrir os meus posts! Pra quem tiver, ele está disponível no Netflix, ou pra quem for meio “old school” que nem eu, praticamente garanto que alguma locadora vai ter. E, bom, sempre há quem decida ver online – a grande maioria, talvez -, mas eu sou meio contra isso então prefiro não influenciar as pessoas a fazerem, mas aí essa história fica para outra hora, porque coloco alguns fatores em discussão!

Enfim, espero que aproveitem!! E nos veremos na próxima!
Beijo para todos!

*imagens: reprodução

Estudante de psicologia, fanática pelas mentes mais loucas imagináveis. Adoro um bom livro, um ótimo filme, fones de ouvido e uma música pra dançar.