Resenha: Meus corretivos favoritos

Eu sempre digo que a base é minha etapa favorita da maquiagem por causa do seu poder de transformação, e isso continua sendo verdade. No entanto o corretivo é tão indispensável quanto e e seu poder de transformação vem em embalagens mais práticas e tem aplicação mais prática (e as vezes mais efetiva).

Eu demorei para encontrar os corretivos certos para mim e acho que ainda dá para adicionar alguns nessa lista, mas por enquanto esses são os corretivos que eu não vivo sem:

 

LA Girl Pro Conceal HD Concealer

la-girl-pro-concealer-corretivo-ocabide-2

Depois de ver as vlogueiras gringas dizerem centenas de vezes o quanto esse corretivo é incrível, decidi experimentar. Comprei na cor Natural, me guiando pelo tom de pele e swatches que achei na internet e obviamente não era a cor certa para mim, era um pouco mais claro do que a minha pele. O que fez dele a melhor opção para cobrir minhas olheiras, além disso essa cor tem tem um subtom alaranjado que ajuda a cobrir e iluminar essa área do rosto.

O produto tem uma textura quase líquida, que muitos dizem ser parecida com a do  Pro Longwear do MAC, permite construir camadas para chegar em uma cobertura mais alta, não acumula nas linhas finas,  cobre  imperfeições, tem uma excelente gama de cores (24 opções) e é Cruelty Free.

la-girl-pro-concealer-corretivo-ocabide

Além de tudo isso ele é muito acessível, custa apenas $5,00 (que é barato mesmo com alta do dólar), eu comprei o meu pelo Ebay, mas também encontrei na ikatehouse – que entrega no Brasil -por $2,39.

 

Pro Longwear Concealer

Há alguns anos atrás eu tinha uma pele maravilhosa (que eu obviamente achava que precisava melhorar) e só usava corretivo nos olhos e tinted moisturizer no rosto. Saudades!

Enfim, o corretivo da minha escolha era o All About Eyes da Clinique, que eu usei por anos e gostava bastante. Era ele que eu usava quando decidi experimentar o icônico ccorretivo Pro Longwear da MAC. Durante uma viagem parei no Duty Free e comprei umas coisinhas da MAC que acabei demorando um tempo para experimentar e obviamente a cor do corretivo estava errada (naquela época eu ainda não entendia a seleção de cores da MAC). Ter o corretivo na cor errada (comprei NW25 e uso NC30) contribuiu para que de cara eu não gostasse do produto, logo depois peguei ódio mortal daquele maldito pump que desperdiça produto pra caramba e que deixa a embalagem toda melecada.

pro-longwaer-concealer-mac-corretivo-ocabide

Demorei para ceder e experimentar o produto de formas diferentes, mas quando o fiz foi um amor sem fim! Uma das coisas que mais gosto nesse corretivo é que ele é versátil e pode ser usado para outras funções. Já experimentou usá-lo como primer para os olhos? Ele cria um filme sobre as pálpebras que controla oleosidade e aumenta a duração das sombras. E como base, você já experimentou? Sim, dá para usar esse corretivo como base! Ele tem um textura leve e fica quase imperceptível na pele, principalmente se aplicado com uma esponja úmida.

Como corretivo ele tem alta cobertura, não acumula nas linhas e não ressalta texturas. Cobre perfeitamente bem olheiras de qualquer nível, eu demorei para encontrar uma forma de fazer ele funcionar com imperfeições, o segredo é  aplicar o corretivo na marca e deixar secar um pouco antes de espalhar. Ele é de longuíssima duração, a prova d’água, não transfere, não tem fragrância e é não-acnegênico.

 

Dream Lumi Touch

Maybelline-Dream-Lumi-Touch-Concealer-corretivo-ocabide

Esse é um corretivo leve, com cobertura média que eu uso exclusivamente nos pontos mais altos do rosto – centro da testa, nariz, maçãs do rosto e arco superior dos lábios – como iluminador. Melhor dupe para o Touche Éclat, da YSL, não há!

Assim como o corretivo da LA Girl esse é um produto importado difícil de encontrar no Brasil, eu encontrei algumas opções no Mercado Livre, mas no Ebay é bem mais barato.

 

Corretivo Líquido Tracta

corretivo-liquido-tracta-ocabide

Esse corretivo é hit na internet, queridinho das blogueira, foi isso que me fez comprar uma da três cores para experimentar (sim, só tem três cores).

Eu li algumas resenhas e vi que teve até comparação com o Pro Longwear, não é para tanto. Mas é um ótimo corretivo! Dos nacionais com preço acessível esse é o mais pigmentado, ele acumula um pouco nas linhas, mas se assentar com pó logo depois da aplicação isso pode ser evitado, além de fazer o corretivo durar mais.

Eu escolhi esse corretivo para essa lista porque além de barato (já foi bem mais barato) ele é nacional e fácil de comprar, tem um aplicador ótimo e ilumina bem os olhos (como vocês perceberam eu dou preferência para corretivos iluminadores).

Eu também uso o meu (na cor Claro 03) para clarear bases e funciona super bem!

Você encontra em perfumarias, nas lojas Renner ou no site da Tracta/Farmaervas

Well-Rested

well-rested-bareminarels-corretivo-ocabide

Por falar em corretivo iluminador como viver sem o Well-Rested da bareMinerals. Trata-se de um corretivo mineral em pó, sem parabenos  e com FPS 20. Pode ser usado no rosto e nos olhos (inclusive como primer para sombras) e ele faz exatamente o nome dele sugere, dá um ar descansado com brilho revigorado, sabe?

Quem indicou esse corretivo foi a Shaaanxo que mostra ele sendo aplicado em vários dos seus vídeos da mesma forma como eu prefiro aplicar: em quantidade pequena para assentar o corretivo líquido/cremoso.

 

Qual é o seu corretivo preferido?

 

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

BEDA | Wishlist Maquiagem Nacional

Eu tenho passado tanto tempo envolvida com o trabalho que não anda sobrando energia para o blog e isso me deixa muito chateada. A última vez em que publiquei algo por aqui foi no sábado (22/08), isso é inadimissível, não é?

Pois eu tinha programado publicar algumas wishlists para celebrar meu aniversário, e até consegui publicar uma delas a tempo (você leu a wishlist de sneakers?), mas vou ignorar o fim de mês batendo em minha porta e vou continuar escrevendo listas sobre coisas que eu simplesmente não consigo parar de desejar!

Na wishlist de hoje teremos maquiagens de marcas nacionais, tem muito produto incrível feito por brasileiros que merecem ser objetos de desejo.

Vamos lá?

A Phebo lançou sua linha de maquiagem há alguns anos e veio com tudo, uma gama bem diferenciada de produtos com embalagens lindas!

Eu amo sombras cremosas, então me apaixonei facilmente pelos estojo de sombras cremosas:

É claro que eu não iria conseguir escolher um produto só de cada marca, então no que se trata de Phebo eu também quero a Esponja Pele Perfeita e a Base de alta cobertura:

esponja_pele_perfeita-Phebo_wishlist-maquiagem-nacional-ocabide base-cremosa-alta-cobertura-maquiagem-phebo-maquiagem-nacional-ocabide

 

COMPRE AQUI

 

Eu já tinha alguns batons da T.blogs, daí no mês passado comprei mais alguns e um produto para sobrancelha da linha da Bruna Tavares. Obviamente fiquei com vontade experimentar mais, já que o mix de produtos fica cada vez maior.

Como eu tenho textura na pele por causa das cicatrizes da acne, contornar e iluminar com produtos cremosos favorece mais, e eu estou louca para experimentar a paleta corretiva Pausa para feminices:

paleta_corretivos_pausa_para_feminices_maquiagem-nacional-wishlist-ocabide

É claro que eu também quero mais do que apenas um produto da marca! Estou louca pelo batom Beleza Comprada (que parece ser o vermelho matte mais perfeito!) e a palette de sombras Diva, da linha Pausa Para Feminices (que está esgotada, mas deve ter reposição em breve):

batom-beleza-comprada-tblogs-wishlist-maquiagem-nacional-ocabide

palette-divas_pausa_para_feminices-wishlist-maquiagem-nacional-ocabide

COMPRE AQUI

 

A marca Catharine Hill, mais conhecida entre profissionais, está passando por uma nova fase e apresenta uma nova identidade para os seus produtos. De qualidade indiscutível, ficou difícil escolher os produtos que viriam para essa lista, então optei por paletas:

Paleta de blushes cremosos

paleta-blush-cremoso-catharine-hill-wishlist-nacional-maquaigem-ocabide

 

Paleta de sombras

paleta-sombras-catharine-hill-wishlist-maquaigem-nacional-ocabide

Paleta de batons matte

paleta-de-batom-matte-catharine-hill-wishlist-maquiagem-nacional-ocabide

 

COMPRE AQUI

 

O que mais me chama atenção na linha Marina Smith by 2beauty é que os produtos trazem soluções criativas para a automaquiagem. Não que os produtos sejam inovadores, mas alguns deles nunca foram vistos em marcas nacionais. Para essa lista escolhi justamente as opções mais diferentes da marca:

Pó matificante labial

po_matificante_marina_smith-maquiagem-nacional-ocabide

Bruma finalizadora vitaminada

bruma-finalizadora-vitaminada-marina-smith-wishlist-maquiagem-nacional-ocabide

Creme demaquilante

creme-demaquilante-marina-smith-wishlist-nacional-maquiagem-ocabide

COMPRE AQUI

 

Adorei fazer essa lista, temos tantas opções tupiniquins bacanas!

 

Quais são as marcas de cosméticos nacionais que vocês mais gostam?

 

*imagens: reprodução

**Saiba mais sobre o BEDA

badge_post_01

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

BEDA | Dermablend no Brasil

Depois que eu comecei a lidar com a acne minha busca por bases de alta cobertura se tornou prioritária nas minhas compras de beleza. E eu já sabia da existênciaa da linha Dermablend, até porque os produtos já foram vendidos aqui no Brasil.

Confesso que depois da campanha Camo Confessions fiquei ainda mais chateada por não ter acesso a marca!

Eu não tinha visto qualquer release sobre a volta da linha Dermablend para o Brasil, então imaginem o tamanho da minha alegria ao encontrar os produtos enquanto eu “dava uma volta” pela Época Cosméticos!

Os produtos são recomendados por dermatologistas e podem ser usados por pessoas com melasma, acne, rosácea e hemangioma. Mesmo sendo de altíssima cobertura pode ser usado para correções diárias  e até para olheiras ou manchas.

Para o Brasil vieram 4 produtos:

base-compacta-vichy-dermablend-ocabide

 

Base compacta FPS 30

Alta cobertura sem efeito máscara. Ultra resistente. Luminosidade natural. Ideal para uniformizar a textura, corrigir olheiras e tonalidade irregular.

base-liquida-vichy-dermablend-ocabide

Base Líquida FPS 35

Alta cobertura sem efeito máscara. Efeito matificante. Hidratação 24 horas. Ideal para uniformizar a textura, corrigir olheiras e tonalidade irregular.

corretivo-vichy-dermablend-ocabide

Corretivo FPS 30

Alta cobertura. Resistente à água. Ideal para uniformizar, corrigir olheiras e imperfeições

po-fixador-vichy-dermablend-ocabide

Pó Fixador

Efeito matificante natural. Resistante à água e à transpiração. Textura ultrafina: não marca as irregularidades do relevo da pele. Translúcido: não afeta a cor escolhida da base.

 

Além de alta cobertura os produtos tem longa duração (prometem de 14h à 16h). Eu aprendi várias formas de aplicação de base, inclusive para a pele com acne, assistindo ao vídeos da maquiadora Lisa Eldridge que prega que a base só deve ser aplicada onde a pele precisa de cobertura, em vez de ser aplicada no rosto todo. Acontece que é muito difícil aplicar bases de altíssima cobertura apenas em algumas partes do rosto sem acabar com uma grande diferença de texturas. Então, há algum tempo venho procurando uma base de cobertura leve e natural para a pele sem marcas e um corretivo mais pesado para as áreas que precisam de cobertura. O mais perto que cheguei foi a base Pro Longwear junto com o corretivo Studio finish, ambos da MAC.

Quero experimentar uma base ainda mais leve, algo como a Healthy Mix Serum (da Bourjois), com o corretivo Dermablend. Eu pensei em comprar mas não tinha ideia de como escolher a cor, mas no site da Vichy Dermablend tem um guia com fotos para você escolher o seu tom.

É claro que assim que esperimentar conto tudo para vocês!

 

*imagens: reprodução

**Saiba mais sobre o BEDA

badge_post_01

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Mythbuster da maquiagem|Tudo que você quer saber sobre maquiagem HD

Maquiagem. Uma paixão.
Quem nunca entrou em uma perfumaria para comprar um esmalte e saiu de lá carregada de coisas? SEM-OR!
Principalmente, quando lemos uma matéria ou uma resenha super interessante dizendo que o produto X que acabou de ser lançado é a maior revolução do mercado. Ou a vendedora te conta que o produto é MARA, quase um milagre! Aí a gente pega o esmalte, pega o produto X, mais um batom, uma máscara de cílios, o shampoo e lá vamos nós… Mas ao chegar em casa é que vamos ver se é tudo isso mesmo. E na hora você pode pensar: “Será que essa tecnologia toda dita é real ou eu fui enganada por mais uma pegadinha da galera do marketing, que criou a estratégia certeira para eu comprar o produto?”
Pensando nisso, resolvi desvendar mais um mito: a maquiagem HD.
Para conseguir entender o conceito da maquiagem HD, vamos falar um pouquinho sobre o cinema.
A maquiagem e o cinema sempre trabalharam juntos. No início do cinema devido as deficiências existentes na iluminação, a maquiagem cumpria um papel fundamental – na verdade ainda cumpre, não é mesmo? – aumentando o contraste, criando volumes onde era necessário e escondia o que não deveria ser mostrado. Estamos falando do cinema preto e branco, em especial. Nessa época, os produtos eram bem mais “pesados”, prejudicavam a pele até.
Conforme a imagem foi evoluindo, as tecnologias no mundo da beleza acompanharam esse processo também.
Com a chegada do vídeo digital e os diversos formatos de exposição (Laser Disc, DVD, Blue-Ray, etc), a maquiagem teve de se adaptar novamente para chegar a essa “leitura”. Criamos assim, novos conceitos de TV e de maquiagem. Surgia aí a TV HD e a Maquiagem HD.  O termo HD é uma abreviação das palavras High Definition (Alta definição, em tradução livre).
A maquiagem HD funciona muito bem para fotos, vídeos, para quando temos uma super festa e vamos nos deparar com fotógrafos, por exemplo. A proposta dessa maquiagem é criar uma pele perfeita sem a aparência de estar com muita maquiagem por conta dos cosméticos. Apenas uma pele radiante e belíssima.
Os pigmentos e demais componentes presentes na fórmula da maquiagem HD são micronizados. Ou seja, os ‘ingredientes” da maquiagem são misturados diversas vezes (muitas mesmo), de forma que eles se tornam micropartículas. Essas micropartículas se aderem a nossa pele de maneira praticamente imperceptível. Com isso, temos o efeito de pele coberta e corrigida, mas de maneira ultra natural. A pele acaba ficando com uma textura bonita.
pele sem primer e com Primer
Na rotina básica de uma maquiagem a ordem é: limpar a pele, hidratar e aí começar a maquiagem.
Se repararmos, ultimamente não abrimos mão de um item na hora da maquiagem, o primer.
O primer é o melhor produto para exemplificar o conceito da maquiagem HD.  Ele cria primeiro sensação de pele bonita, criando uma película sobre a nossa pele que irá disfarçar as nossa linhas de expressão mais aparentes, nos dando a sensação de poros menos dilatados. Por conta dessa película e desse disfarce óptico, ele irá ajudar a controlar a oleosidade e manter a maquiagem no lugar. Basicamente, essa é a função do primer na hora da maquiagem. Mas vale lembrar, não adianta eu aplicar o melhor primer do mercado, se minha pele não estiver bem cuidada ou limpa.
O processo de maquiar com produtos HD é similar a pintar um quadro ou um carro: aplicamos primeiro um produto para preparar a tela e depois vamos colocando uma camada de tinta sob a outra. E não são necessários “quilos” de produto para atingir o efeito da pele bonita. Na verdade, na maquiagem HD, o menos é mais.

Há uma infinidade de produtos de tecnologia HD disponíveis no mercado, bases, pós faciais, blushes, batons, sombras. Mas também encontramos novas forma de maquiar com essa tecnologia, como por exemplo, a técnica de air brush; onde uma pistola (aerógrafo) com produtos específicos é ligada a um compressor de ar que produz jatos de tinta direcionados aos pontos que se deseja maquiar. O efeito é bem legal, e também permite maquiagem corporal, por exemplo. O air brush é muito utilizado para maquiagens de efeitos especiais e maquiagem cenográfica.
Marcas como Make Up For Ever, Kryolan, Temptu, Smashbox, NYX, entre muitas outras, são ótimas para compras produtos de maquiagens HD. Mas, devido a difusão da tecnologia, já encontramos outras empresas que fabricam produtos HD com um valor bem mais em conta.
Mas Ju, e a maquiagem 3D, é a mesma coisa que a HD? Funciona?
Não. A maquiagem 3D é sim, uma pegadinha para venda. Maquiagens denominadas 3D, são maquiagens com uma grande concentração de mica. Ou seja, são maquiagens que tem muito brilho na sua fórmula. Por brilharem muito, os fabricantes dizem que dão o efeito de “saltar aos olhos” como no 3D. Sendo assim, a maquiagem 3D é um mito.

Já a maquiagem HD é uma (feliz) realidade!Um mito derrubado e um fato consumado.

 
Gostaram? Já usaram produtos de tecnologia HD? Se sim, o que você usou e o que achou?
É maquiadora por formação e por paixão, formou-se em Maquiagem Profissional. Editora do blog A Juliana Não Quer Sambar, acredita que toda boa conversa deve vir acompanhada de uma xícara de café. Gosta de boa música, ama seus gatos, – Amy, Aretha e Frank – e um bom e velho Rock and Roll.

Mythbuster da maquiagem | Maquiagem vs. Pele

MITO: MAQUIAGEM FAZ MAL PRA PELE?

Olá! O assunto de hoje é um pouco polêmico, eu sei. Mas ele é de grande valia para todos. Em especial, para os estudantes da área da beleza ou jovens maquiadores.

A gente sabe que em tempos de internet, conseguimos muita informação, graças a Deus. Entretanto, nos deparamos com uma falta de certeza ou até embasamento sobre algum assunto. Sempre rola uma dúvida eterna, aquele, “Ah! Uma miga me disse…”, “eu vi num site”, etc.


Sendo assim, fiz um apanhado de perguntas que sempre ouço e respondo, pra tirar suas dúvidas. E caso você não tenha dúvidas, pelo menos terá uma informação concreta de brinde. 😉

Essas perguntas serão divididas em algumas postagens que vou fazer por aqui, ok?


Vamos pegar um túnel do tempo e voltar pro Egito, onde tudo começou. Naquela época, se maquiar, além de ser parte do embelezamento, era considerado parte da rotina de higiene. Assim como, tomar banho, fazer xixi e etc.

Nessa época, homens e mulheres, se maquiavam. Olhos eram delineados, peles eram esbranquiçadas. E o material para isso tudo eram: chumbo, arsênio, clara de ovo, carvão, giz. Coisas ótimas para a pele e pouco cancerígenas. #SQÑ

O uso de metais pesados era muito comum. Até por que, nessa época, não tínhamos a quantidade de tecnologia e pesquisas sobre o assunto que temos hoje.

Conforme foi passando o tempo, as coisas foram melhorando. Mas ainda entre as décadas de 1920 a 1970, o conceito de maquiagem era apenas COLORIR. Então, não importava como, o importante era estar bonito.

Pergunte pra suas avós ou mães. Elas entram em pânico quando você diz que vai maquiá-las com pan cake ou base – “Pelo amor de Deus, pan cake tapa os poros, minha pele não respira!”.  Esses produtos causavam uma sensação desagradável na pele. Você ficava linda, mas o produto não espalhava direito, era necessário colocar muito produto para “cobrir” a pele. Eles eram rico em óleo também. Quem tinha a pele oleosa, já dançava; era de fato, um sacrifício ficar sempre bela. Hoje, o conceito de maquiagem, além de embelezar e colorir a pele, também é TRATAR. A quantidade de ativos para proteger contra os raios solares ou até mesmo, preencher a pele, diminuir linhas que por exemplo, um simples batom tem, é enorme. Então, isso é um mito derrubado.

 Entretanto…

Produto que tem sua formulação cosmética desconhecida, que são réplicas, ou que não tem aprovação legal para estar no país, podem sim, causar algum dano a sua pele. A gente já falou disso aqui.

Outros fatores que danam e fazem mal a sua pele:

– dormir com a maquiagem;

-Usar maquiagem vencida (principalmente base – a probabilidade de “dar ruim” é enorme!!!).

– Não retirar o demaquilante da pele depois que você limpou os olhos. (sim, tem que passar uma água e um sabão, pra não ficar resíduos).

– Não retirar completamente a máscara de cílios depois de usar.

– Não limpar os seus materiais de trabalho;

– usar pincel sujo ou não trocar as esponjas de maquiagem.

Enfim, a falta de cuidado com a sua pele no pós-maquiagem ou com seus produtos, é muito mais fácil de fazer mal pra pele do que os produtos em si. Cuide-se então!
No próximo post falaremos sobre maquiagem HD. Você tem alguma dúvida a respeito disso? Conte pra gente!

 

*imagens: reprodução

É maquiadora por formação e por paixão, formou-se em Maquiagem Profissional. Editora do blog A Juliana Não Quer Sambar, acredita que toda boa conversa deve vir acompanhada de uma xícara de café. Gosta de boa música, ama seus gatos, – Amy, Aretha e Frank – e um bom e velho Rock and Roll.