Antes da Gisele

Há pouco tempo compartilhei em nossa página no Facebook um vídeo em que Betty Lago desfile para Thierry Mugler (de quem ela já foi musa). Para minha surpresa ela mesmo curtiu e comentou a publicação.

Em um tempo em que não haviam über models, Betty conquistou a simpatia de nomes como Gaultier, Saint Laurent e Valentino.

A ex-modelo e atriz lutava contra o câncer desde 2012, além da presença marcante os amigos e família afirmam que Betty tinha uma personalidade extraordinária. Foram 15 anos como modelo e 20 anos  como atriz, sua carreira começou em 1970 após ser descoberta pelo fotógrafo Evandro Teixeira. Sua primeira aparição na TV foi como a Natália da novela Anos Rebeldes, em 1992.

Apresentou por 5 anos o GNT Fashion, um dos seus projetos mais atuais era o canal Calma Betty!, no YouTube, com vídeos que contavam com a direção de seu filho Bernardo Lago.

Recentemente esteve no reality Desafio da Beleza ao lado de Mariana Weickert, também no GNT.

Eu sei que muitos dos nossos leitores não tem idade para conhecer o trabalho de Betty, então eu achei que seria bacana fazer uma galeria com imagens que comprovam a musa que Betty era!

O desfile completo de Thierry Mugler 95 – fall/winter (é longo, mas é MARAVILHOSO!):

 

*imagens e vídeo: reprodução

 

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Marilyn

O Livro Marilyn

Em homenagem aos 50 anos do falecimento da musa do cinema Marilyn Monroe, o Museu Salvatore Ferragamo (Florença, Itália) apresenta uma exposição com 50 trajes, incluindo seu sapato favorito da marca Salvatore Ferragamo, nada mais justo, pois atriz foi uma das principais responsáveis pela divulgação e sucesso da marca.

Além da mostra, será lançado um livro de fotos com imagens icônicas e raridades – algumas nunca antes divulgadas – da vida pessoal e profissional da atriz.

Tanto o livro quanto a exposição foram batizados simplesmente de “Marilyn” e têm curadoria de Stefania Ricci e Sergio Risaliti.

Abaixo algumas imagens do livro “Marilyn”:
Em 1929, aos três anos, na praia com a mãe Gladys Baker

O Livro Marilyn

Em 1945, na Califórnia

O Livro Marilyn

Em 1949, fotografada na praia por André de Dienes

O Livro Marilyn

Em 1949, fotografada na praia por André de Dienes

O Livro Marilyn

Em 1956

O Livro Marilyn

Em 1958, no set de ”’Quanto mais Quente Melhor”

O Livro Marilyn

O filho do fotógrafo Milton H. Greene tira uma foto de Marilyn

O Livro Marilyn

Em 1962, comemorando seu aniversário no set de ”Something’s Gotta Give”.

Ela foi dispensada do filme no dia seguinte

O Livro Marilyn

Em 1962, fotografada por Bert Stern

O Livro Marilyn

Em 1962, fotografada por George Barris

O Livro Marilyn

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.