Corpos celestiais

A fotógrafa Christy Lee Rogers é a responsável por Celestial bodies, um projeto fotográfico que explora o espaço e a água. Em cada imagem os modelos estão submersos em água, em algumas imagens podemos ver vários modelos juntos, em outras podemos ver o efeito das imagens duplicadas. A ideia por trás desse estilo é mostrar a colaboração entre os dois extremos gravitacionais.

Sua profunda expressão da beleza e das lutas do corpo capturada com cores vívidas atraem o olhar e o faz observar a imagem como um todo. A justa posição de cada imagem mostra as infinitas profundidades não exploradas do tempo e do espaço.

Christy-Lee-Rogers-celestial  bodies-fotografia-ocabide

Christy-Lee-Rogers-celestial  bodies-fotografia-ocabide-2

Christy-Lee-Rogers-celestial  bodies-fotografia-ocabide-3

Christy-Lee-Rogers-celestial  bodies-fotografia-ocabide-4

Christy-Lee-Rogers-celestial  bodies-fotografia-ocabide-5

Christy-Lee-Rogers-celestial  bodies-fotografia-ocabide-6

Sem revelar muito de seus modelos, cada fotografia permite que quem a observa tenha interpretações e ideias próprias sobre o que vê. O principal conceito de Rogers por trás de Celestial bodies é que contrapondo os dois elementos eles podem acabar se tornando coesos e se fundindo.

Conheça outros trabalhos da fotógrafa: www.christyrogers.com

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Nina Leen

As imagens vintage que cismei de postar lá na nossa página tomam cada vez mais espaço aqui no blog, dessa vez vou falar um pouquinho de Nina Leen.

Nascida na Rússia, a fotógrafa foi uma grande colaboradora da revista Life. Ela é famosa pela presença de animais em suas fotos, e por trazer um ar mais elaborado e intelectual para fotos de moda.

Suas imagens também retratavam os EUA pós guerra através de imagens tecnicamente bem desenvolvidas, a fotógrafa presava por ângulos e composições bem feitas.

Encontrei esse editorial para Life que mistura todas essas características da fotógrafa:

Nina Leen

Nina Leen

Nina Leen

Nina Leen

Nina Leen

Nina Leen

Nina Leen

Nina Leen

Nina Leen

Ao longo dos anos a fotógrafa foi responsável por mais de 50 capas e contribuiu para inúmeros editoriais ao redor do mundo, incluindo uma série que fez para contar a história de seu cãozinho Lucky, que começou no ano de 1949 e que acabou virando livro (own! ?). Ela documentou a juventude entre os anos de 1940 e 1950, assim como a realeza inglesa, modelos de moda e atrizes.

Ela continuou publicando seu trabalho em forma de livros até 1981, faleceu em 1995 sem que ninguém soubesse ao certo em que ano ela havia nascido, ela manteve sua idade em segredo durante toda sua vida!

Confira mais do trabalho de Nina Leen para Life: life.time.com/nina-leen

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.