Resumo da semana #10

Aqui estamos, com um dia de atraso, mas com o resumo das melhores e mais comentadas notícias no mundo da moda e da cultura essa semana:

Donatella Versace será a estrela da campanha da Givenchy:  http://bit.ly/1c84Ea3

Agências de modelo europeias estariam burlando lei que exige IMC mínimo para as passarelas:  http://bit.ly/1KDlkRO

bertrand-guyon-schiaparelli-diretor-ocabide-resumo-semana

O francês Bertrand Guyon está saindo da Valentino para assumir a direção da Elsa Schiaparelli: http://bit.ly/1GR5x3v

Adam Levine é o novo garoto propaganda da marca John John: http://glo.bo/1Jhv1o4

save-the-children-resumo-semana-ocabide

Campanha denuncia trabalho infantil em anúncios de moda: http://glo.bo/1GR6c4S

Desde o desabamento do Rana Plaza cerca de 220 fábricas de roupa fecharam em Bangladesh, causando a perda de 150 mil empregos: http://bit.ly/1GQ52nx

Inmetro realiza operação para examinar as roupas e artigos têxteis em geral que são apresentados em oferta para o Dia das Mães: http://bit.ly/1JhvUNy

acessorios_escamas_de_peixe_ronaldo-fraga-sebrae-ocabide

Artesãs da Paraíba produzem coleção do estilista Ronaldo Fraga após capacitação do Sebrae: http://bit.ly/1GQ5Ict

Para José Galló, presidente da Lojas Renner, permanece otimista quanto ao cenário econômico atual: http://bit.ly/1znKvXk

O portal style.com será relançado como e-commerce global: http://bit.ly/1KDmH38

Scarlett Johansson integra ação de combate contra a fome: http://bit.ly/1I6zdKg

A C&A divulgou a primeira imagem da coleção em parceria com Kim Kardashian: http://bit.ly/1dDT6vC

SPFW e Centro Paula Souza lançam aulas online de moda para alunos de Etecs: http://bit.ly/1E5u0eo

 

Bom restinho de final de semana, cabideiros! ?

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

René Gruau

Todos os dias vocês veem em nossa página fotos do início do século passado, feitas pelos mestres precursores da fotografia de moda, reinventando-a e servindo como ferramenta para elevar a moda publicada em revistas ao status de arte.

Em nossa sessão sketchbook você podem ver ilustrações e seus criadores da atualidade, artistas modernos que utilizam de recursos tecnológicos para criar digitalmente cores, formas e movimentos.

Uma hora ou outra teríamos de mesclar esses temas e abordar as ilustrações de moda do início do século XX também, né?

Pois esse dia chegou! Hoje vamos falar sobre René Gruau, o ilustrador italiano que retratava a moda de maneira exagerada, sua habilidade e criatividade contribuíram para mudar a indústria da moda, quando ajudou a popularizar ainda mais as tendências da época.

Renée Gruau

“Rouge Baiser”, 1949

Gruau trabalhou para inúmetas publicações, tais como Marie-Claire, Femina, Elle, Vogue, Harper’s Bazaar, Flair, L’Officiel, Madame Figaro, e L’Officiel de la Couture. Além disso o artista foi contratado por designers renomados como Pierre Balmain, Christian Dior, Jacques Fath, Balenciaga, Elsa Schiaparelli, Rochas, Lanvin, Elizabeth Arden e Hubert de Givenchy.

Renée Gruau

“Dior”, 1978

As ilustrações de René dava vida as peças de alta costura dos estilistas, expandido a popularidade de suas marcas, e ainda acabava por reinventar seus designs, dando a elas um novo brilho e luz que faltava na moda.

Suas linhas simples não são a marca registrada de seu trabalho, e sim algo integral em seu design por ser uma característica reproduzível em larga escala. René trabalhava exaustivamente em seus desenhos e rascunhos  para manter aquilo que considerava essencial, que era o fato de que o resultado final deveria surgir de uma vez e espontaneamente.

Confira trabalhos variados de René:

Renée Gruau

Renée Gruau

Renée Gruau

Renée Gruau

Renée Gruau

Renée Gruau

Renée Gruau

Renée Gruau

Renée Gruau

Renée Gruau

http://www.renegruau.com/

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Schiap

Já que o assunto da semana é Elsa Schiaparelli, eis aqui um batom super pink, ou rosa shocking como teria preferido a estilista.

Batom Schiap da Nars

Esse é o batom Schiap da Nars, com cobertura semi-matte, ultra pigmentado e ultra pink!

Sentimos falta de vê-lo compondo o make das fashionistas ontem no Baile do Met!

*imagem: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Shocking Life

Shocking life The autobiography of elsa schiaparelli
Quem gosta de arte e moda, não pode deixar de ler o livro de Elsa Schiaparelli, a autobiografia da estilista talentosa, que incluiu nos seus trabalhos uma mistura de arte, sobretudo a pintura e escultura em suas criações.
Era amiga de vários artistas da época, trabalhou junto em criações magníficas com Salvador Dalí, aplicando o surrealismo do artista em seus vestidos, chapéus e acessórios.
Ela nasceu em Roma, na Itália, em 1890, italiana com uma alma francesa! O auge de sua carreira aconteceu na década de 1930, suas roupas com muitos detalhes, luxo e muita extravagância, com certeza deu destaque às mulheres que as usavam.

O livro foi lançado em 1954, recebendo também o nome de sua cor predileta, rosa choque, cor esta que na época não era vista com bons olhos, mas sua irreverência levou-a introduzir a cor em suas criações, assim como também deu o nome ao seu perfume, Shocking, cujo frasco foi desenhado pela pintora surrealista Leonor Fini e tinha a forma de um torso feminino.

No livro vemos ilustrações  de seus trabalhos e uma história de vida fantástica.

Título: Shocking Life – The Autobiography of Elsa Schiaparelli

Autor:  Elsa Schiaparelli

Editora V&A Publications

Algumas citações de Elsa Schiaparelli:

“As mulheres se vestem do mesmo modo no mundo in­teiro: para aborrecer outras mulheres.”

“Comer não é só prazer material. Comer bem nos dá alegria, contribui para a benevolência e para o companheirismo e faz muito bem à moral.”

“Quando o vento arranca o chapéu da sua cabeça e o faz voar cada vez mais longe, é preciso correr mais rápido que o vento para alcançá-lo. Eu sempre soube que para construir mais solidamente, às vezes somos obrigados a destruir, a fim de estabelecer uma nova elegância para as maneiras brutais da vida moderna.”

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.