Reparo total

Se você acompanha o blog, deve saber que há algum tempo eu estou lutando contra acne, mas meu drama dermatológico não para por aí. Mais ou menos na mesma época comecei a lutar contra uma dermatite no meu couro cabeludo que me fez perder bastante cabelo e que incomodava bastante. Os xampus que usei para tratar essa dermatite acabaram com os fios e eles ficaram tão opacos que ganharam uma aparência acinzentada.

Como meu cabelo é bem curtinho, pensei em cortar tudo, bem baixinho mesmo, mas esperar os fios crescerem com mais saúde. Mas eu acabei encontrando uma nova dermatologista que encontrou um tratamento mais eficaz que me permitiria tratar os fios também. Assim que ela liberou eu quis comprar um xampu bom, que me ajudasse a restaurar o fio no comprimento que estava.

Pesquisei e decidi investir nos produtos da linha Full Repair da marca John Frieda. Essa linha é composta por dez produtos: xampu, condicionador, mousse, tratamento reconstrutor (sheer mist edeep infusion), condicionador de tratamento profundo, spray finalizador, soro antifrizz e o oil elixir. A Full Repair é voltada para o tratamento profundamente os fios com danos causados por calor, química ou ambiente (poluição, vento e mudanças de temperatura).

John Frieda Full Repair

Eu não comprei os 10 produtos disponíveis por que faltou verba, mas com certeza eles valeriam a pena. Eu tenho apenas o xampu e o condicionador, mesmo assim, com três dias de uso meus cabelos mudaram completamente de textura, ficaram mais macios e recuperaram parte do brilho. Com o uso continuo os fios foram ficando mais vivos e os cachos voltaram.

Eu só usei esses produtos para recuperar meus fios? Não. Mas esses são os únicos que eu uso todo santo dia, mesmo quando tenho que fazer qualquer aplicação relacionada ao tratamento do couro cabeludo, que ainda não acabou.

O próximo produto da linha que pretendo adquirir é, com certeza, o óleo (repairing oil elixir) que tem textura de sérum e serve para proteger os fios.

John Frieda Full Repair

Os cuidados com os meus cabelos ainda envolvem duas máscaras e um leave-in, vocês gostariam de ver um post sobre eles também?

*imagem: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Mais verde, menos vermelho

De volta a penteadeira para mais um post sobre pele. Eu sempre tenho muitas coisas sobre esse tema para compartilhar com vocês, e eu sinto falta de fazer posts assim, pois é dessa forma que me sinto mais próxima de vocês. Afinal, tem intimidade maior do que dividir a rotina de pele?

Como vocês já sabem, há um tempo atrás eu mudei de uma forma muito louca a minha rotina de pele para combater a oleosidade. Felizmente deu muito certo, e eu sigo com os mesmos cuidados mesmo durante os dias frios.

Aliás, eu tenho testado alguns novos produtos e prometo que farei um post para atualizar vocês das minhas experimentações, é claro que algumas coisas deram muito certo e enquanto outras despertaram a minha fúria feminina! Hahaha!

Também estou, já há algum tempo, preparando um post sobre bases para peles oleosas e acneicas. Mas esse vai demorar um pouco para ficar pronto. O motivo é esse aí mesmo que você está pensando: dinheiro. Brincadeira! É claro que comprar várias bases para testar não é barato, mas eu não meu importo, afinal eu sou obcecada por bases (vocês não fazem ideia!). Mas eu quero experimentar tudo por vários dias, com e sem primer e com a minha pele em várias condições. Então vai demorar mesmo, mas vai valer à pena, tá?

Primer para pele com acne

Agora vamos ao assunto do post, apesar de ter conseguido controlar bem a oleosidade da minha pele e ter melhorado bem a situação dos cravos com as limpezas de pele, tive uma surpresa bem desagradável quando descobri que agora estava lutando contra a acne do tipo cística. Só de pensar nisso eu sinto vontade de chorar, de verdade.

Primer para pele com acne

Chorar escondida em baixo da mesa, bebendo vinho no gargalo enquanto como caixas e mais caixas de chocolate parece ser a forma mais madura de lidar com isso. Farei o mesmo!

Eu não vou falar muito sobre esse tipo de acne pois vou à dermatologista ainda essa semana e quero fazer um post mais apurado sobre o assunto depois da consulta. Mas basicamente isso significa que a minha acne marca mais a minha pele e permanece nela durante MUITO mais tempo. Quando eu digo mais tempo, eu quero dizer meses, não dias.

Na minha bochecha direita eu estou com o mesmo aglomerado de espinhas e marcas vermelhas há quase dois meses, é bem difícil se olhar no espelho todos os dias por tanto tempo e ver que algo tão difícil de se lidar não cicatriza, não sara, não some…

E a minha base até cobre essas marcas, mas eu queria uma cobertura melhor e mais suave.

Para isso eu mudei algumas coisas na minha maquiagem, eu uso a base Velvet da Contem 1g na cor Porcelana 08, que tem alta cobertura e eu praticamente não uso corretivo em espinha pois não gosto do acabamento, para essa finalidade costumo usar a própria base. Caso eu venha a usar corretivo eu uso o Pro Longwear da Mac na cor NC25, que é excelente, tanto que quando eu quero algo mais leve eu o uso como base, aplicando-o com um Beauty Blender.

Eu não mudei nem a minha escolha de base, nem a minha escolha de corretivo, mas mudei a preparação da minha pele. Passei a usar o primer Photo Finish Light da Smashbox, indicado para peles acneicas, que ajudou a criar uma textura mais suave para minha pele, mais fresca e levemente mais sequinha. Bem diferente da sensação oleosa criada pelos silicones dos primers comuns, passou a ser indispensável na minha rotina, mesmo que eu vá aplicar um BB Cream.

Primer para pele com acne

Mas o primer da Smashbox sozinho não iria resolver a questão da cobertura no aglomerado na minha bochecha e outras manchas, para isso passei a usar um produto que não é excelente, mas por enquanto tem me ajudado. O primer corretivo verde da Vult, que eu experimentei usar de várias formas, mas por enquanto minha preferida é aplicar com batidinhas no local que pretendo camuflar, eu até chego a deixar a área esverdeada, mas a base cobre completamente (para ter uma cobertura mais suave eu passei a espirrar um pouco de Fix+ da Mac no pincel antes aplicar a base) e o resultado é ótimo, pois realmente melhorou a cobertura em 100% sem o uso de corretivo.

Primer para pele com acne

O que a Vult diz sobre o primer corretivo:

– Características: Enriquecido com Extrato de Chá Verde e Vitamina E – ativos de ação antioxidante que ajudam a combater os efeitos nocivos dos radicais livres – o produto é cremoso e fácil de espalhar, permitindo melhor performance de uso.

– É perfeito para: Neutralização de áreas pontuais da pele, tais como marcas de espinhas e/ou olheiras. Sua ação de primer permite melhor fixação do produto nas áreas aplicadas.

– Dicas de uso: Aplique quantidade moderada de produto exclusivamente na área de correção e espere secar. Em seguida, finalize com o seu corretivo Vult na cor da pele para finalizar o processo.

Cores disponíveis?

– Verde: para camuflar tons avermelhados

– Amarelo: para camufla tons arroxeados

Ele custa R$26,90 nas perfumarias aqui de Santo André, SP, e o custo benefício é excelente. Eu definitivamente acho que se você tem acne, mesmo que não seja do mesmo tipo que a minha, ele pode ser uma boa adição.

Alguém aí também já teve que lidar com a acne cística? Existe vida depois desse inferno?

#SOCORRO

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Achadinhos na farmácia

Quem em conhece, ou até mesmo quem começou a me acompanhar por Instagram sabe que eu AMO farmácias.

Para mim é impossível sair de mãos vazias, sou absolutamente viciada em produtos para banho e adoro novidades! Sempre que estou na farmácia compro uma coisinha, e ao contrário de algumas consumistas que frequentam farmácias, eu uso tudo o que compro, readaptando minha rotina de beleza cada vez que uma novidade chega nas penteadeiras.

A última novidade que adquiri em uma farmácia, e estou completamente apaixonada, é a Geleia de Vaselina da marca Vasenol. Comprei para usar nas cutículas e nos pés, onde tenho a pele ultra sensível, o que faz que eles ficam ainda mais judiados no verão, com o suor e o atrito dos sapatos.

Geleia de vaselina Vasenol

O produto é tudo que promete, estou usando diariamente, aplico nos pés a noite, antes de ir dormir, com a pele super hidratada e protegida já estou vendo diferença quando uso algumas sapatilhas, a pele do calcanhar que antes ardia quando eu ficava muito tempo com o sapato já não arde mais, também achei que diminuíram as bolhas, que já faziam parte da minha rotina.

Na cutícula também vi resultados, e da última vez em que fiz as unhas senti mais facilidade para “tirar” as cutículas.

Geleia de vaselina Vasenol

Navegando a internet descobri que a própria marca sugere 30 tipos de uso para o produto, mais multiuso impossível!

Confiram as dicas da Vasenol:

  • Passe na parte de baixo dos olhos para suavizar as olheiras;
  • Hidrate as pálpebras diariamente antes de dormir;
  • Aplique em pequenas queimaduras para acelerar a cicatrização;
  • Aplique no nariz para diminuir o ressecamento no frio;
  • Passe uma camada fina na pálpebra antes de aplicar a maquiagem, para definir o local e aumentar a sua duração;
  • Use para proteger a pele no inverno, formando uma capa protetora na pele;
  • Hidrate os lábios ressecados;
  • Passe nos pés antes de dormir, coloque meias e acorde com os pés super suaves;
  • Passe nos anéis para retirá-los mais rápido;
  • Remova o batom vermelho usando um algodão e esfregando suavemente nos lábios;
  • Aplique em pequenos machucados para auxiliar na fase final de cicatrização;
  • Transforme batons antigos em gloss novos. É só misturar;
  • Evite as manchas no rosto na hora de pintar o cabelo;
  • Aplique nos pés, braços e coxas para ajudar a evitar bolhas e escoriações durante a corrida;
  • Passe no gargalo dos vidros de esmalte para que a tampa não fique emperrada;
  • Aplique um pouco nas unhas para mantê-las resistentes e deixar as cutículas suaves;
  • Remova manchas de maquiagem em roupas. É rapidinho;
  • Faça seu perfume durar mais tempo, aplicando nos pontos em que você passa o perfume no local;
  • Passe nos brincos para eles entrarem mais fácil;
  • Aplique uma camada fina nas sobrancelhas para pentear os fios rebeldes;
  • Use para hidratar a pele após fazer uma tatuagem;
  • Remova os cílios postiços de um jeito mais fácil;
  • Dica para esportistas: durante o exercício físico passe nos mamilos e outras partes que são mais sensíveis ao contato com a roupa;
  • Passe nos pés e evite bolhas causadas pelos sapatos;
  • Proteja sua pele antes de descolorir os pelos;
  • Use para hidratar os cotovelos e joelhos, que são as partes mais secas do corpo;
  • Misture com sal ou açúcar e faça um esfoliante caseiro;
  • Após um dia de esportes em ambientes externos aplique em suas mãos para aliviar o incômodo de muito sol, sal e vento;
  • Passe nos cílios para deixá-los mais volumosos e compridos;
  • Excelente para fazer uma massagem.

 

Existe, inclusive, um vídeo que explica essas 30 formas de usar a geleia:

Adorei!

E você, também ama achadinhos na farmácia?

*imagens e vídeo: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Como cuidar das bijuterias

Como cuidar das bijuterias

Quando se trata de acessórios eu tenho fases, nunca fico ligada sempre na mesma composição, usando sempre anel+brinco+colar, por exemplo.

E eu passei um bom tempo sem usar colares, estava numa fase de maxi brinco e não me sentia à vontade para juntar as duas coisas, então os colares, principalmente os maxi, ficaram encostados. Até eu mudar de faser e querer usar colares o tempo todo! rs

Daí vi que um deles estava com a corrente enferrujada, eu cuido super bem das minhas bijus, e estava tudo guardado direitinho, mas biju é assim, nunca dá para saber exatamente o cuidado que se deve ter com a peça, pois nunca dá para saber exatamente do que a peça é feita.

Então procurei algumas dicas que, no geral, podem funcionar para todo tipo de peça:

Limpeza

Limpe suas peças com uma flanela macia e seca;

Não é recomendável usar nenhum tipo de produto nas peças, tipo sabonete ou pasta de dentes, se não estragar a peça agora, estragará a longo prazo, com certeza.

Armazenamento

Se sua biju tiver couro ou miçangas naturais elas devem ficar expostas a luz sempre que possível para que fiquem sempre secas.

Procure separar suas bijuterias num porta joias com divisórias, quanto menos biju por divisória, melhor. Isso porque esta é a melhor forma de evitar atrito entre as peças, você pode usar sacos plásticos ou de tecido, daqueles que costumam vir com as bijus, para mantê-las separadas;

Também é importante manter tudo separado por causa das correntes, que embaraçam com facilidade, principalmente as de bijuterias! Daí você tenta desfazer os nós e acaba deixando a corrente amassada ou acaba quebrando a corrente (quem nunca?);

De tempos em tempos, abra os saquinhos ou as caixas para ver como suas bijus estão, se mudaram de cor ou se precisam de limpeza. Principalmente aquelas que você usa menos ou as que por algum motivo você fica bastante tempo sem usar;

Um truque que aprendi com a minha mãe é colocar um pedaço de giz branco dentro do porta joias, ele absorve a umidade e evita que as peças escureçam ou fiquem embaçadas. Também vale se for um saquinho de Sílica ou um sachê desumidificador;

Não coloque sachês de pot-pourri ou aromáticos, nem sabonetes nas caixas, eles colaboram com a umidade e atraem traças.

Nem toda biju precisa acabar rápido, nas peças com pedraria ou strass, por exemplo, você pode passar uma camada de esmalte transparente para fixar a pedra. Geralmente isso é o que a gente perde primeiro depois que coloca biju em uso, assim dá para usar por mais tempo;

Dia-a-dia

Não tome banho usando as bijuterias;

Não durma usando bijuterias;

Não deixe a bijuteria em contato direto com bronzeadores, se der para evitar outros tipos de cremes também é bom;

Não use bijuterias na praia, nem na piscina, água salgada, areia ou cloro podem causar danos;

Vai pintar o cabelo? Tire os brinco e os colares, a tinta pode manchá-los permanentemente;

Com exceção das peças com couro ou miçangas naturais, não deixe-as expostas a luz forte, se seu criado mudo ou cômoda tem uma luminária, afaste suas peças, a luz pode mudar a cor e o calor pode deformar;

Não tira os anéis ou os brincos nem na hora de faxinar? É melhor tirar, se os cosméticos podem causar danos, imagina o que produtos de limpeza podem fazer?

As bijus são a última coisa antes de ficar pronta para sair, elas devem vir depois da maquiagem, depois do spray de cabelo e principalmente, depois do perfume.

Achei no meu Instagram essa foto da minha gaveta de bijuterias:

Como cuidar das bijuterias

Eu demorei uma eternidade para organizar todas as minhas peças em um lugar só, e para mim essa forma de organizar não bastou. No mês passado troquei as divisórias de madeira por divisórias de plástico, ficou bem melhor, dá para colocar menos ou até uma única peça em cada divisória, fora que a madeira atraia mofo e traça. As pulseiras também mudaram de lugar, e assim como os colares, foram para um cabide de cintos.

*imagens: reprodução