Resenha: Máscara Kerium Hidratante Reparadora

Eu conheci a Máscara Kerium Hidratante Reparadora da La Roche quando ainda estava com os cabelos compridos, era o produto que mais ajudava a manter meus cachos soltos.

Essa é uma excelente máscara para quem quer algo para cuidar dos fios no dia a dia, sem muita cerimônia. Não tem parabenos, não tem silicone, tem aloe vera, manteiga de karité e água termal na composição, além de uma fragrância maravilhosa!

mascara-capilar-kerium-laroche-resenha-ocabide-2

Vale dizer que essa é uma máscara para hidratar fios ressecados, se você precisa de nutrição ou reconstrução, esse produto pode não atender as suas necessidades.

mascara-capilar-kerium-laroche-resenha-ocabide-5

O fabricante sugere dois tipos de aplicação, a rápida (que dura 3 minutos) ou o tratamento intensivo (cujo o tempo de ação é de 20 minutos), ambos podem ser feitos no banho após o shampoo. Eu fazia apenas a aplicação rápida, uma vez por semana, as vezes uma vez por quinzena, e sentia que os fios ficavam muito sedosos e que com o tempo a textura dos fios foi melhorando, assim como o brilho que era mais evidente.

mascara-capilar-kerium-laroche-resenha-ocabide-3

Conforme meu cabelo foi encurtando passei a usar cada vez menos a máscara e depois que raspei o cabelo não faria muito sentido continuar aplicando (ou assim eu achava), então ela ficou encostada.

Dia desses me deparei com ela no armário e decidi conferir a validade para ver se jogava fora ou se minha mãe tinha interesse em testar. Acabei lendo as propriedades e me deparei com algo que me interessou muito, essa máscara também trata o couro cabeludo.

Quem leu a minha resenha para o Shampoo Sólido da Lush sabe que eu tenho o couro cabeludo ultra sensível, vivo tratando dermatites, lido frequentemente com descamações, queda (sim, mesmo com o cabelo raspado) e feridas doloridas.

lush-shampoo-solido-ocabide

O Shampoo da Lush foi um verdadeiro salvador, mudou complemente meu couro cabeludo, mas ele acabou (durou quase 4 meses!) e como estou sem grana estou usando outro shampoo, e meu couro cabeludo ficou todo zoado de novo!

Decidi aplicar a máscara mesmo com a cabeça raspada para ver se o efeito de hidratação ajudaria na descamação e ajudou MUITO!

Os fios já estavam mais compridinhos porque eu andava com preguiça de cortar o cabelo, então fiz duas aplicações rápidas na mesma semana antes de cortar. Posso dizer que facilitou muito o processo, geralmente tenho um pouco de dificuldade em raspar o cabelo porque meu couro cabeludo é sensível e pode até ser um pouco dolorido, mas depois de usar a máscara o processo foi mais rápido, não doeu, não descamou e não tive nenhuma irritação.

Eu achei que o couro cabeludo ficaria oleoso – no meu caso mais oleoso ainda, porque oleoso ele já é – por se tratar de uma máscara hidratante, mas não ficou.

Isso serve de lição para quem acha que quem raspa os cabelos não precisa ter mais cuidados com os fios que sobram e com a pele que fica exposta (no meu caso fica exposta por que eu gosto de ficar bem carequinha mesmo).

Mas quem tem cabelos curtos ou curtíssimos tem uma vantagem, imagina quanto tempo essa máscara ainda vai me durar? <3

Fiz uma linha do tempo do meu cabelo, dos cachinhos até a careca:

mascara-capilar-kerium-laroche-resenha-ocabide
2013, 2014 e 2016

Camaleoa? Não sei.

Mas como já disse muitas vezes, realmente só encontrei minha beleza depois que raspei.

Fiz um post super bacana quando raspei explicando como cheguei a essa decisão, já leu? Tá aqui ó!

*imagens reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Resenha: Shampoo sólido New da Lush

Eu já falei algumas vezes aqui no blog sobre uma dermatite que tenho no couro cabeludo que tem me incomodado há muito tempo e que continua me dando trabalho mesmo depois de ter raspado a cabeça. Eu fui várias vezes ao dermatologista e experimentei todo tipo de shampoo e algumas loções, nenhum deles trouxe resultados.

Como vocês sabem esse não foi o motivo que me levou a raspar o cabelo, mas com certeza tem sido mais fácil lidar com a queda dos fios, com as feridas e até com a coceira.

Há um tempo atrás estava pesquisando alguns produtos para a pele e decidi olhar a composição de alguns produtos da Lush. Foi assim que descobri o shampoo sólido New.

lush-shampoo-solido-ocabide

Se você ainda não conhece a Lush vale ressaltar que trata-se de uma marca natural, com produtos feitos à mão, que não testa em animais, evita a produção desnecessária de embalagens, com matéria primas 100% vegetarianas que pratica compra ética.

lush-shampoo-solido-ocabide-3

Isso tudo me fez pensar que talvez respeitando a sensibilidade da minha pele eu pudesse ter mais resultados do que eu tive com os tratamentos mais invasivos.

Escolhi o shampoo sólido New por causa dos ingredientes que tem como objetivo tratar o couro cabeludo,  além de propor estimulo e frescor após o uso:

“Um shampoo sólido com canela, cravo e hortelã-pimenta que estimulam o couro cabeludo. Os óleos essenciais de folhas de canela, louro e brotos de cravo juntos com a hortelã-pimenta aumentam a circulação sanguínea e estimulam os folículos capilares. Uma infusão de urtiga e hortelã-pimenta estimulam o couro cabeludo e proporcionam um cabelo saudável. O alecrim suaviza e acalma seu couro cabeludo e adiciona um brilho glorioso aos cabelos.”

Estou usando o shampoo há quase um mês e posso dizer com segurança que:

Assim que você enxágua os cabelos você realmente sente o frescor, no meu caso essa sensação veio acompanhada pelo alívio de sentir o meu couro cabeludo limpo e sem coceira;

A aplicação é simples, no geral uso a própria barra nos cabelos molhados;

O shampoo sólido vem em uma barra redonda de 55g e na hora em que você pega ele na mão você acha que não vai durar uma semana, mas eu estou usando todos os dias há quase um mês e ele não mudou de tamanho, isso me faz crer que ele vai durar bastante;

Ele realmente estimula a circulação sanguínea e estou vendo cabelos crescerem nas áreas em que eu tinha falhas por causa da queda;

O perfume de cravo e canela não é forte, na verdade é bem fresco e fica no ar do banheiro e do quarto, de maneira bem agradável;

Eu ainda não sei se ele deixa os fios brilhantes (meu cabelo é curto demais para isso), mas com certeza deixa eles mais macios, e eu não uso nenhum tipo de condicionador ou leave-in.

 

Eu definitivamente pretendo continuar usando e é um produto que merece ser recomendado!

O shampoo New custa R$47,30 e você pode comprar no site da própria marca.

 

*imagens: reprodução

 

 

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Óleo milagroso

Na mesma rua onde estaciono meu carro todas as segundas feiras para ir à terapia tem um restaurante vegetariano com uma loja incrível de produtos naturais, foi lá que eu conheci e me apaixonei pela alfarroba. Lá eu também conheci e igualmente me apaixonei pelos óleos da Phytoterápica, em especial o óleo de Copaíba.

Vocês já sabem que eu amo usar óleos para cuidar da pele (leia mais sobre isso aqui e aqui), seja para limpar ou para hidratar, mas tinha muita dificuldade em encontrar tipos diferentes de óleos para experimentar. Lá eu comprei o óleo de Copaíba e o óleo de Girassol.

Hoje vou falar do óleo de Copaíba e tudo o que ele pode fazer por sua pele. Escolhi esse óleo, mesmo sem nunca ter ouvido falar dele, pois em sua descrição é dito que ele pode ser usado para tratar dermatites no couro cabeludo, como esse é um problema que lido com frequência decidi experimentar.

copaiba-copaibeira-phytoterapica-cuidados-com-a-pele-ocabide

Esse óleo é extraído da copaibeira e é comumente usado por índios da Amazônia, que consideram a árvore um “milagre da floresta”, atribuindo  à ela propriedades curativas que a tornaram conhecida como o antibiótico do mata. Mais tarde eu descobriria que a copaíba é uma das plantas medicinais mais difundidas do país.

O óleo de Copaíba surge no tronco da árvore, é uma espécie de defesa natural contra pragas como o cupim, além de combater bactérias também é muito usado como antiinflamatório, pesquisas apontam que a árvore também produz substâncias capazes de combater a leishmaniose e com ações anticancerígenas (essas propriedades são encontradas apenas nas árvores de Manaus, já as ações antiinflamatórias podem vir das árvores com origem no Rio de Janeiro e Minas Gerais).

copaiba-copaibeira-phytoterapica-cuidados-com-a-pele-ocabide-3

Considerando o que sabia até aqui decidi experimentar o óleo para tratar acne (através de oil cleasings e aplicações nos pontos afetados), bálsamo (para tratar irritações e pelos encravados) e no couro cabeludo (para tratar irritações, dermatites e diminuir a coceira).

Eu aplico o óleo direto na pele, a quantidade varia de acordo com o que pretendo tratar, só enxaguo no caso da Oil Cleansing e quando uso em maior quantidade no couro cabeludo, caso contrário deixo a pele absorver.

Em todos os casos os resultados foram surpreendentes, o óleo realmente trata a pele com delicadeza e eficiência, trazendo resultados rápidos e satisfatórios. Minha mãe também está usando para tratar alergias que ele tem com frequência por causa de sua pele ultra sensível e gosta bastante.

copaiba-copaibeira-phytoterapica-cuidados-com-a-pele-ocabide-2

Dispensei os shampoos e loções caras que estava usando para o couro cabeludo e agora só uso o óleo. Para tratar a pele eu gosto de combinar o uso desse óleo com outras coisas já incorporadas em minha rotina de beleza.

Se você quiser experimentar, pode comprar no site da própria Phytoterápica, infelizmente lá custa exatamente o dobro do que eu paguei na loja de produtos naturais onde o comprei aqui em Santo André (SP).

Estou usando o óleo de girassol para hidratar a minha pele em áreas sensíveis, como ao redor dos olhos (desde que o outono chegou essa área tem estado bem delicada), e as partes da pele em que tenho feito um tratamento para me livrar de algumas estrias. Também recomendo para quem tem rinite alérgica e vai espirrar muito nos próximos meses, esse óleo é um carinho para a pele em volta do nariz! Se você tem a pele seca pode usá-lo no rosto todo, ele é suave, não deixa a pele lambuzada e dá para ser usado durante o dia. Também já usei ele para fazer umectação nos cabelos e achei o resultado bem legal.

 

E você, também ama usar óleos?

 

*imagens: reprodução

 

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.