Casa Cravo&Canela

No final do mês passado falei aqui na sapateira sobre a parceria entre a estilista Fábia Bercsek e a marca Cravo&Canela, que busca agora uma nova direção criativa. Como parte dessa nova fase a Cravo&Canela lançou uma parceria com a Casa de Criadores, trata-se da Casa Cravo&Canela, uma coleção-cápsula com 15 modelos de tênis criados por 15 estilistas da CdC.

Os estilistas escolhidos foram Ale Brito, Anderson Tomaz (Tilda), Arnaldo Ventura, Danilo Costa, Fernando Cozendey, Gefferson Vila Nova, a dupla das Gralias, Gustavo Carvalho, Igor Dadona, Jadson Raniere, Karin Feller, Kauê Bueno, Nathan Souza (Nosotros), Rafael Caetano e Tarcísio Brandão, a coleção foi lançada durante o último final de semana (18/10) em uma festa na loja Choix.

As vendas começam online em um hotsite, a partir do dia 27/10, os preços variam entre R$ 215 e R$ 420.

Confira alguns modelos:
Gralias
Gralias
Karin Feller
Karin Feller
Tarcísio Brandão
Tarcísio Brandão
Danilo Costa
Danilo Costa
E o teaser:
[youtube https://www.youtube.com/watch?v=bajnjYqzzKw]
*imagens e vídeo: reprodução
Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Fabia Bercsek para Cravo&Canela

Quem me conhece sabe que eu sou obcecada pelo trabalho da estilista Fabia Bercsek, nunca escondi de ninguém e acho que deveria falar mais sobre isso por aqui! Então, fiquei mais do que feliz quando foi anunciada a parceria entre a estilista e a marca de acessórios Cravo&Canela. O convite partiu do Grupo Priority que é dono da Cravo&Canela e da marca West Coast, o grupo vem buscando um reposicionamento inovavador para suas marcas, a estilista lançou uma coleção cápsula e fará parte do desenvolvimento da linguagem visual da marca.

Essa novidade já bastaria para animar os fãs da estilista, mas ela não parou por aí. Avisou que voltou a trabalhar em sua própria marca, que está parada há 4 anos, em forma de pequena produção a estilista volta a dar vida a marca, que opera no site fabiabercsek.com e que deve ter suas atividades ampliadas a partir deste projeto.

A campanha do Verão 2015 da Cravo&Canela foi dirigida pela própria Fabia, que é uma artista multifuncional que atua além das capacidades de uma estilista, styling, direção de arte e imagem também estão entre suas atividades. Quem a acompanha sabe que ela relamente é uma artista!

A coleção conta com 5 modelos que foram criados com base nos conceitos “folk, sneaker e trends”, misturam espelhado com grafismo, cores e texturas diferentes. Os modelos começaram a ser vendidos  na loja da marca Roberto Oshiro, em São Paulo, onde as vendas permaneceram centradas por trinta dias, após esse período os modelos passaram a ser vendidos online e distribuídos para outros estados.

A Fabia fez também a arte e o styling do fashion film de sua coleção para a marca:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=Bv29SlUn-d4]

Conheça os modelos:

Fábia Bercsek para Cravo&Canela

Eu quero todos, provavelmente só vou ter poder aquisitivo para comprar uns 2. Quais vocês gostaram mais?

Estou querendo esperar a venda online, que deve começar na primeira quinzena de outubro, mas é provável que antes disso eu corra para o Higienópolis para garantir os meus. Ansiosa? Imagina…

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Maquiagem de vilã

Enquanto os fãs de contos de fadas aguardam ansiosamente pelo lançamento da versão “twisted” de A bela adormecida chegar aos cinemas, com Angelina Jolie interpretando a vilã (que é dessa vez o foco da história) os produtos e merchandisings que derivarão da produção começam a chegar as prateleiras. Entre eles algo para os fãs de maquiagem, a Maleficent Collection da MAC, com seu ousado batom vermelho sangue, cílios postiços incrivelmente longos e esmalte preto, tudo para uma produção digna de vilã.

Maleficent Collection

A coleção chega às lojas americanas em maio mas aqui no Brasil só na segunda quinzena de junho, serão 15 produtos que incluem batom, gloss, delineador labial, 4 quartetos de sombra, lápis para sobrancelha, pó para contorno, pó translúcido, primer iluminador, cílios postiços e três cores de esmaltes, chegam as lojas, e com certeza serão concorridíssimos!

Maleficent Collection

Maleficent Collection

Maleficent Collection

Fiquei encantada pelos quartetos de sombras (mesmo sabendo que essas sombras fazem parte da linha permanente da MAC), os tons de marrom são lindos! Também acho que o pó para contorno e o primer iluminador devem ser incríveis.

Vamos aguardar para ver, se é que vai dar tempo de comprar antes de esgotar!

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Ronaldo Fraga para Di Santinni

Ronaldo Fraga para Di Santinni

Quando recebemos esse release ficamos enlouquecidos!

Somos, sem dúvida alguma, grandes fãs do estilista Ronaldo Fraga, conhecido pelo colorido de seus traços e por suas “estórias” relacionadas à cultura brasileira, foi o escolhido pela marca Di Santinni para a criação de uma linha especial que será lançada agora em dezembro. A coleção inclui DEZ modelos de calçados e já estará disponível nas lojas da rede nos estados de Rio de Janeiro e São Paulo (endereço das lojas de São Paulo:http://www.disantinni.com.br/institucional/enderecoslojas.aspx) e nas capitais Vitória e Recife.

Para o desenvolvimento da linha, Ronaldo trabalhou com materiais como camurça, cortiça e ráfia, em cores como cru, bege, laranja, vermelho e preto. Modelos tramados dividem a atenção com sapatilhas em tecido, servindo de plataformas para algumas das icônicas estampas do estilista.

Confira:

Ronaldo Fraga para Di Santinni

Ronaldo Fraga para Di Santinni

Ronaldo Fraga para Di Santinni

Ronaldo Fraga para Di Santinni

Os favoritos são as sapatilhas em p&b, em especial a que tem a estampa de triângulos, também achamos o peep toe de cortiça bem especial.

Essa parceria rendeu um ótimo resultado!

http://www.disantinni.com.br

*imagens: divulgação

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Imelda

Colecionadora de sapatos, foi assim que a ex primeira-dama das Filipinas ficou conhecida pelo mundo, Imelda Marcos – a mulher dos 3.000 pares de sapato.

Esposa do ex presidente das Filipinas o ditador Ferdinando Marcos, de quem foi cúmplice durante seus 21 anos de mandato cheio de falcatruas.
Imelda veio de uma familia da alta sociedade, nasceu em 1929 nas Filipinas, mais especificamente na província de Leyte, onde competiu o seu primeiro concurso de Miss local, aos 18 anos, recebendo o título de “Rosa de Tacloban”. Depois venceu outro concurso recebendo o título de “Miss Leyte”.Nos anos 50 recebeu mais um título de “Musa de Manilla” como consolação do prefeito de Manilla após ter sido derrotada no concurso “Miss Manilla”, ficando indignada ao ponto de contestar o resultado do conscurso.

Imelda Marcos

*Miss Manilla, 1953

Em 1954 conheceu o deputado Ferdinando Marcos, afobados casaram com apenas 11 dias de noivado, na Catedral de Manilla, nesse dia Imelda ganhou brincos, anel de casamento com 10 quilates e um bracelete com 11 gemas uma para cada dia de noivado.

Como primeira-dama Imelda Marcos, era o principal destaque da carreira do marido, numa clara demonstração de nepotismo sendo promovida para vários cargos públicos.
Ela foi uma espécie de embaixatriz, exercendo o papel fundamental nas relações diplomáticas entre as Filipinas, na extinta União Soviética e nos países do oriente médio.
Teve uma certa ocasião em que os Beatles foram tocar no país, Imelda os convidou para um café da manhã mas a banda não compareceu. Imelda ficou furiosa, achando um absurdo monstruoso, acabou influenciando uma revolta dos filipinos contra os musicos que foram obrigados a se mandarem do país.

Imelda Marcos

 *Imelda e o marido

Imelda desviou milhões de doláres dos cofres públicos para manter a vida extravagante, comprar joias, roupas , casas, apartamentos e principalmente sapatos. Seus lugares preferidos para compras erma nas lojas grifes de Nova York e nas capitais mais importantes da Europa.
Comprou diversas propriedades em Manhattan, entre elas os edifícios Crown e Herald Center, o primeiro custando US$ 51 milhões e o segundo, US$ 60 milhões.

Ela e seu marido possuíam contas fantasmas em paraísos fiscais, e até uma conta na Suíça com nomes falsos: Ferdinando era “William Saunders” e Imelda era “Jane Ryan”.

Imelda Marcos

*Parte da coleção, foto tirada um ano após o casal ser exilado

Em 1986 o povo filipino invadiu o palácio presidencial e descobriu que a ex primeira-dama possuía já cerca de 1.200 pares de sapatos carissímos, que ela justificou dizendo a população carente e necessitada que centenas dos pares de sapatos eram presentes de “admiradores”.

Imelda Marcos foi condenada por corrupção na década de 1990, mas entrou com recurso e não foi presa.

A acusação era parte de um caso maior, em que Imelda e seu marido, o ex-presidente das Filipinas, Ferdinand Marcos, eram acusados de saquear a economia do país entre 1968 e 1986.

O casal foi derrubado do poder em uma revolta popular em 1986 e fugiu para o Havaí, onde Ferdinand Marcos morreu em 2002.

Imelda Marcos

Imelda Marcos

Imelda Marcos

Imelda Marcos

Hoje em dia Imelda Marcos é viúva, possui um museu para exibir os seus sapatos na cidade de Marikina conhecida como a capital dos sapatos, centenas desses sapatos são da época que ela fugiu das Filipinas com o presidente, em 1986. Certa vez Imelda contou a um repórter sobre a ocasião: “Eles foram aos meus armários em busca de esqueletos mas, graças a Deus, tudo o que encontraram foram sapatos, lindos sapatos”.

Após o falecimento do marido voltou para as Filipinas e concorreu 2 vezes ao cargo de presidência da República. Apesar de sua coleção ser de imensa contribuição para preservação da história da moda, é impossível esquecer ou perdoar as artimanhas da ex primeira-dama que tinha a ganância e o ego quase tão grandes quanto sua própria coleção de sapatos.

Imelda Marcos

O karma também inflado, no final do ano passado sua coleção foi afetada por enchentes e cupins, sem incentivo do governo e com instalações precarias, o museu está se deteriorando, a coleção inclui, além dos sapatos, roupas e joias, mas o acervo perdeu mais da metade de seus itens. Atualmente o museu conta com cerca de 765 pares, incluindo marcas famosas como Gucci, Charles Jourdan, Christian Dior, Ferragamo, Chanel e Prada.

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.