Por aí: O Cabide no Pop Plus

Rolou no último final de semana, em São Paulo, a 19ª edição do Pop Plus, que na ocasião estava comemorando 5 anos com muita liberdade, aceitação e  autoestima. Para mim essa edição também foi muito especial, completei um ano frequentando o evento à trabalho e com todas as reviravoltas maravilhosas que minha carreira teve em 2017, também se tratava da minha segunda edição como parte da equipe do próprio Pop Plus.

Se você acompanha O Cabide nas redes sociais já sabe que desde agosto deste ano sou a responsável pelo conteúdo do blog do Pop Plus, mas se você ainda não sabia, dá uma passada lá e confira meus posts: http://popplus.com.br/blog/

Como vocês sabem, apesar do pouco tempo que me sobra, trabalhei muito para dar uma nova cara para o plano editorial aqui do blog e parte disso se deu com a minha parceria com a fotógrafa Thaysa Wandeur (como já contei aqui nesse post!), que já fez algumas coberturas com O Cabide e que agora integrou a equipe de vez, tanto no blog quanto na minha empresa.

Então dessa vez, ao invés de ficar falando sobre o o evento ou sobre marcas, vou mostrar o Pop Plus através das lentes da Tha, espero que gostem:

Ju Romano e Isabella Trad
Morisco
Morisco
Aline França e Euzinha
Flaminga

Melinde
True e-motion
Zuya

Gina Yamamoto
Gina Yamamoto
Rainha Nagô
Euzinha no stand da Rainha Nagô
Nessa edição a Rainha Nagô também tinha óculos de sol ♥
Rainha Nagô
Vintage and cats
WonderSize
WonderSize
Patrícia Avelino, Ana Karolina Lannes (atriz), Dani Rudz e euzinha
Euzinha com meu look do Creare
Robertita
Lambuzada
Thaiany (equipe O Cabide) com óculos da Fofura Pimenta/Plus
Thaiany (equipe O Cabide) com óculos da Fofura Pimenta/Plus
Alline Caruzo – Maravilhosas Corpo de Baile
Alline Caruzo – Maravilhosas Corpo de Baile
Chica Bolacha
Chica Bolacha
Chica Bolacha
Euzinha no Stand da Chica Bolacha
Euzinha no Stand da Chica Bolacha
Euzinha no Stand da Chica Bolacha
Euzinha no Stand da Chica Bolacha
Euzinha no Stand da Chica Bolacha
Euzinha no Stand da Chica Bolacha

Podem repostar as fotos onde quiserem só não esqueçam de dar crédito para a fotógrafa, Thaysa Wandeur (no Instagram ela é @thaysawandeur).

 

Até o próximo!

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Eu e a Chica

Nos últimos anos vocês acompanharam toda a minha jornada com o peso. Desde quando eu comecei a engordar, até as dietas malucas (nunca vou deletar esses posts, mesmo sabendo que eles não representam coisas positivas, eles fazem parte de uma história de amor próprio muito bem sucedida) e o momento no qual eu finalmente enxerguei meu corpo como ele era e comecei um processo de aceitação não só da minha aparência, mas de quem eu realmente sou.

Se você realmente acompanha o blog, lembra dos primeiros posts sobre moda plus size e da busca por referências e marcas que me ajudassem a formar um estilo que realmente fosse a minha cara. Até porque, foi só quando eu me aceitei como mulher gorda que eu realmente passei a buscar formas de me expressar através da moda. Eu passei toda a adolescência e a maior parte da minha vida adulta tentando entender o meu estilo e sentindo que no geral, eu fracassava miseravelmente em mostrar quem eu era através da moda.

E se era difícil quando eu era magra, imagina como foi quando eu engordei e não encontrava roupa em lugar nenhum? Eu passei um bom tempo me espremendo nas roupas que tinha no guarda-roupa, misturando-as com algumas das peças que encontrava em lojas de departamento que servissem em mim. Eu até me virei bem, mas era bem difícil me identificar com o que eu vestia.

Mas eu lembro exatamente quando tudo isso mudou. Eu me credenciei para cobrir uma edição do Fashion Weekend Plus Size, após alguns anos sem visitar o evento, e rolou um desfile da marca Chica Bolacha. Eu assisti ao desfile no pit, sentada aos pés dos fotógrafos e acompanhei todos os detalhes de perto. Conforme as modelos entravam na passarela, gordas, lindas, dançando e sorrindo eu finalmente senti que eu pertencia a algo, que eu podia me afastar da insegurança e do medo, pois dali para frente eu conseguiria ser eu mesma, por dentro e por fora.

A Chica Bolacha não só fazia roupas para mulheres gordas, como fazia roupas para mulheres gordas como eu. Com um pezinho no rock’n’roll, um pezinho no alternativo e muito humor e personalidade!

Hoje em dia, para quem já viveu o processo de aceitação, já visitou os Pop Plus e Hashtag Bazar da vida, isso parece algo óbvio e fácil de conquistar, mas há 2 ou 3 anos atrás não era bem assim.

Pouco depois houve um bazar da Chica aqui em São Paulo e com a ajuda da minha mãe (eu estava muito sem grana na época) comprei 5 peças que uso até hoje. Seriam essas peças que fariam com que eu finalmente pudesse imaginar um estilo só meu e começasse a colocá-lo em prática.

Alguns dos looks que fiz com essas peças:

 

31/10/2015

 

18/07/2016

 

27/07/2016

Aos poucos deixei de ser a menina que tinha um blog sobre moda, mas que tinha vergonha de postar looks, para a content creator dedicada, com parceria fixa com uma fotógrafa maravilhosa, que produz e dirige a criação de fotos de looks super especiais, cheios de atitude e que transbordam minha essência.

Pouco tempo depois de começar a trabalhar com a Thaysa nas fotos que fazemos para O Cabide, tive a oportunidade de ser parceira da Chica Bolacha na divulgação das coleções Rebel e Vibes, e para mim foi uma sensação de full circle. Eu iniciei minha jornada na moda plus size me apoiando na Chica Bolacha e começo uma nova jornada da minha vida profissional sendo um apoio (mesmo que singelo) para a marca.

Eu já postei as fotos de todos os looks que essa parceria rendeu lá no Instagram, mas hoje vou mostrar TODAS as fotos que fizemos (inclusive algumas inéditas):

O amuleto

*Fotos: Thaysa Wandeur

Esse vestido é poesia

*Fotos: Thaysa Wandeur

Only good vibes are welcome here! 

*Fotos: Thaysa Wandeur

Geralmente eu espero o Pop Plus para poder ver de perto os lançamentos da marca, mas neste final de semana acontecerá em São Paulo o “Chica Bolacha Festival Plus Size”:

E a programação está linda!

– Lançamento da NOVA COLEÇÃO, promos, jeanswear plus size Levi’s, MODA PRAIA e  Adidas (Nossa Senhora do Nubank nos proteja!)
– Acessórios, posters, buttons & patches.
-CONVIDADOS MAIS QUE ESPECIAIS:
Loja Chico – camisetas masculinas até o 6G
BASFOND – os brincos e pins mais incríveis que você respeita
Empório Quintal da Vó – prepare-se para a melhor cerveja artesanal da cidade – feita por mulheres! ♥
adidas Originals – Aqueles tênis lindos que vocês namoram online!

Além disso o evento contará com o DESFILE DE CHICAS, com participação especial das próprias clientes da marca!

Formas de pagamento:
– Todos os cartões em até 6x
– 10% desconto em dinheiro

Quais tamanhos a marca oferece?
– Até o 5G! 

Onde:
Local: Rua Augusta, 792 (e-DJs Institute)

Quando:
24 de Novembro (sexta) – das 10h às 20h
25 de Novembro (sábado) – das 10h às 20h

Entrada Franca

Estarei lá no sábado e quero ver vocês, portanto deixem a timidez de lado e venham me abraçar! ♥

P.S.: O sonho de conhecer a loja da marca em Porto Alegre continua em pé!

 *Não é publi, é amor!

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Pop plus

Acontece no próximo final de semana, em São Paulo, a maior edição do Pop Plus! O evento que reúne as principais marcas do segmento plus size, e que está em sua 13ª edição, ocupará o Salão Nobre do Club Homs na Avenida Paulista e contará com a presença de 55 marcas, entre elas você poderá encontrar moda feminina jovem, urbana, contemporânea, clássica, básica, fitness, retrô, jeans, lingerie, moda praia, sleepwear, calçados, acessórios e moda masculina.

Desde as últimas edições venho percebendo o esforço da Flávia Durante, criadora do evento, para tornar o Pop Plus em algo mais completo e inclusivo, e é graças a esse esforço que a moda masculina está cada vez mais presente nos eventos.

Junto com a divulgação o evento lançou um editorial belíssimo estrelado por Nana Moura e Genize Ribeiro, mulheres incrivelmente lindas, que eu acompanho nas redes sociais e admiro bastante, com fotografia de Gabriel Quintão, styling de Samyra Oliveira e maquiagem da minha musa Alessandra Lira!

nana-moura-pop-plus-evento-plus-size-ocabide

genize-ribeiro-pop-plus-evento-plus-size

Veja o ensaio completo!

Marcas que participarão:

Moda feminina: ChicaBolacha, Oh,Querida!, Lollaboo, Maria Abacaxita (jovem), La Lolitta, Melinde Brasil, Gracia Alonso Plus Size, Antonieta Plus Size, AsobimodeJapan AsobimodeJapan, Atual Plus e Nina Vazquez Moda E Estilo (contemporânea); For Love – Plus Size, Attribute Denim (jeans); Gamaia Esportes (fitness); Assens, NaBeca Tamanhos Reais (casual); Fashion4me Plus Size (premium); UPSY, Madeleines (retrô); Ela Desfila Moda Feminina (ponta de estoque); True E-motion (urbana); Coletivo de Dois, Ateliê Cretismo, Fleur Rose Blusas Bordadas (artesanal); Africa Plus Size Fashion Week, Rainha Nagô (afro); Flaminga, ZUYA+size, ClubPlus (multimarcas) e WE Love Ateliê (sob medida).

Moda masculina: BRUTO (camisetas); Rainha Nagô (afro); Loja Chico (jovem); Lili da ena: camisas e acessórios (camisas) e Coletivo de Dois (artesanal).

Lingerie/Moda Praia/Sleepwear: GG.rie, Morisco Lingerie (lingerie); For All Types (lingerie e moda praia); Vincullus (pijamas) e Cor de Jambo moda praia (moda praia).

Acessórios/Bijuteria: Mary Help! Acessórios Criativos (acessórios), Korukru by Lu Oliva – Cintos e Acessórios (cintos), Retalho Riscado (bolsas), Couro & Cores (calçados), Thalita Laleme, BASFONDQBela Biju (bijuterias).

O que mais vai rolar:

O evento também contará com apresentações de DJs, de dança (salsa, American Tribal Style, dança do ventre, burlesca) e de drag queens, uma exposição com fotos do Projeto Cada Uma e poesias de Rack Land (@historiadefogo), um desfile do Africa Plus Size Fashion Week Brasil e no encerramento (domingo, a partir das 19h)um show com a cantora Karla da Silva.

Estou ansiosa para ver as peças da Lollaboo, que acabou de lançar uma coleção linda:


 As lingeries super sensuais da GG.Rie:

Uma foto publicada por Loja GG.rie (@gg.rie) em


E as peças ultra modernas do Coletivo de Dois:


O evento é totalmente planejado para acolher, empoderar e divertir o público – feminino e masculino – que veste acima do 46. Vamos?

Clique aqui para ler algumas dicas para aproveitar o evento!

13º Pop Plus
Data: 18 e 19 de junho (sábado e domingo)
Horário: 10h às 20h
Local: Club Homs (Salão Nobre)
Endereço: Avenida Paulista, 735 – Jardim Paulista – São Paulo/SP (próximo ao Metro Brigadeiro)
Entrada: R$ 5,00 (somente em dinheiro)

Redes sociais: ‪#‎popplus‬
Fanpage www.facebook.com/popplusBR
Instagram www.instagram.com/popplusBR
Twitter www.twitter.com/popplusBR
Tumblr http://popplusBR.tumblr.com

 

Todas as últimas vezes em que eu me programei para ir ao Pop Plus tive imprevistos e não consegui ir, vamos torcer para que nessa edição dê tudo certo, eu compareça e traga de lá um conteúdo bem bacana para vocês!

 

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

O Cabide por aí: Fashion Weekend Plus Size | Verão/2016

Rolou neste sábado, 25/07, a 12º edição do Fashion Weekend Plus Size. Eu já tinha visitado outras edições, mas essa foi especial para mim. Esse foi o primeiro evento de moda que compareci desde que me aceitei como gorda. Como vocês sabem o processo de aceitação não aconteceu de repente, e é claro que ainda existe muito espaço para evolução na minha auto-estima e na forma como vejo o meu corpo, mesmo assim foi a primeira vez que eu realmente me esforcei para fazer uma aparição em qualquer tipo de evento relacionado ao blog em muito tempo. E valeu a pena.

Eu fui principalmente para ver os desfiles das marcas Chica Bolacha (que já apareceu aqui em uma wishlist) e da Upsy que arrasa fazendo moda estilo retrô. Mas estava animada para a experiência como um todo e isso ficou bem claro para mim enquanto estava lá.

snapcode

Eu ainda estava de olho nos stands quando a Marguerite entrou na passarela, então tive que me espremer na multidão para garantir um cantinho e postar tudo o que estava rolando para vocês no Snapchat, que foi uma escolha arriscada, afinal muitos de vocês ainda não estão conosco por lá (nos adicione: você pode usar nosso snapcode, é só abrir o app, apontar a sua câmera para a imagem acima e dar um toque sobre a tela ou nos adicione através do nosso nome por lá que é “ocabide”), mas foi super divertido e me fez ficar com vontade de experimentar o Periscope, o que vocês acham?

Uma foto publicada por O Cabide (@ocabide) em

Eu estava exausta, não tinha dormido na noite anterior e estava querendo voltar para a casa porque era aniversário do meu pai naquele dia, mas quando começou o desfile da Chica Bolacha eu lembrei porque eu queria e deveria estar lá. Quando a Jéssica Lopes, do blog Femme Fatale by Jeh, entrou na passarela com o primeiro look da coleção Mix Tape eu fiquei emocionada. Fiquei me perguntando de onde tinha vindo aquele nó na garganta enquanto o desfile rolava de forma espetacular – e acabou sendo o centro das atenções do evento – e de repente eu entendi. Eu me vi lá, na passarela, nas fotos, nas roupas, nas modelos. Eu me senti representada, acolhida, inteira, esperançosa e acima de tudo, me senti linda.

Só quem é gordo sabe o quanto é difícil se sentir representado pela moda, de qualquer forma. Quem é magro também tem essa dificuldade, afinal os padrões de beleza são inatingíveis até para os donos das imagens usadas para representá-los, mas para quem é gordo é mais difícil pois nós não vemos pessoas como nós na TV ou em revistas com frequência (na verdade isso é bem raro) e nós não somos só tratados como minoria, somos tratados como pessoas que precisam mudar, que são doentes, preguiçosas, etc.

Tudo isso a parte, a coleção é linda de morrer! É inspirada pela música – principalmente pelo rock’n’roll – e traz peças baseadas nas décadas de 50, 60, 70, 80. Além disso o desfile contou a presença das blogueiras e formadoras de opinião Jéssica Lopes, Ariane Freitas, Paula Bastos, Babu Carreira, Camila Cura, Mel e Celia Soares.

Eu estava ansiosa para ver o desfile da mineira Upsy pois acho as peças da marca muito fofas, além disso, uma das minhas pessoas preferidas no mundo ama o estilo pin up (é de você mesmo que eu estou falando, Marina!). A marca apresentou um desfile pocket com moda praia inspirada no navy e uma pitada de pop art.

Eu notei em quase todos os desfiles que o uso de cintas, meias e modeladores, comparado com o das edições em que já estive, foi bem menor. Sendo assim dobrinhas, celulites e estrias estrelaram lindamente na passarela, sem vergonha e sem restrições, isso é sinônimo de LIBERDADE!

Antes de encerrar esse post meloso (não consegui evitar, desculpa!), queria deixar uma dica para as meninas de São Paulo:

Em agosto vai rolar um bazar da marca Chica Bolacha no Espaço Cada Qual, na rua Augusta!

08/08/2015
das 14h às 20h
Rua Augusta, 2171
Roupas acima do tamanho 44
Vai ter provador e vai aceitar cartão de crédito (pagamentos em até 3x)

Só de pegar o flyer do evento eu já senti o drama da fatura do meu cartão de crédito em setembro!

*fotos: Adriana Líbini

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Wishlist plus size

Uma das primeiras coisas que me ocorreu quando eu passei a me aceitar como gorda, foi a liberdade para me vestir. Eu passei tanto tempo me restringindo, me cobrindo, me reprimindo e me odiando, que comprar roupas e escolher o que vestir já era algo que eu odiava e fazia cada vez vez com menos vontade, o que foi fazendo com que a minha identidade fosse se dissolvendo com o tempo.

A vontade veio aos poucos, dia após dia e depois tudo de uma vez. Ter roupas novas, me mostrar, querer ser vista, querer compartilhar com vocês essa nova fase, eram tantas novas coisas para querer!

É fácil achar roupas legais, com as quais eu me identifique e que sejam do meu tamanho? Não. Mas a busca nunca foi tão divertida!

Decidi mostrar para vocês como eu pretendo afundar o meu cartão de crédito nesse mês, vamos lá?

Pega o seu Amex, uma tacinha de vinho e vem comigo!

Comprar calça jeans é algo traumático para mulheres de qualquer tamanho, a peça é essencial mas o caimento é mais complicado do que gostaríamos. Imagina então o drama de quem usa tamanhos grandes?

Eu estou apaixonada pela Flaminga desde o dia em que uma amiga querida me apresentou para a loja virtual e lá encontrei uma porção de calças jeans lindas, descoladas, com diversos caimentos e lavagens, além de uma bela tabela de tamanhos plus size!

claca-jeans-flaminga-plus-size-wishlist-ocabide

Uma calça skinny para chamar de minha ? (Compre aqui)

A Achados Plus Size não é exatamente uma loja que venda roupas do meu estilo, mas você pode encontrar algumas peças modernas e bem bonitas por lá. Como o Vestido Kiss, da Xica Vaidosa, por exemplo, pelo qual eu me apaixonei à primeira vista!

achados-plus-size-vestido-kiss-wishlist-ocabide

 

Acho que ficaria uma graça com um sneaker branco high top, uma jaquetinha jeans surrada e um brincão. O que cês acham? (Compre aqui)

Eu ainda me sinto muito exposta usando roupas justas sem algum tipo de modelador, é algo para refletir e lidar rcom o tempo. Enquanto esse dia não vem eu preciso de modeladores confortáveis, que contornem bem as minhas curvas sem me sufocar. E por tudo que eu tenho pesquisado, acredito que a Marini é a marca certa para encontrar os produtos que estou procurando!

Uma foto publicada por @marinibrasil em

Modeladores, bodies, maiôs, biquínis, quero tudo! (Compre aqui)

Não bastasse a Asos ser maravilhosa e entregar no Brasil, ela tinha que ter uma sessão inteirinha chamada Curves! A vantagem de comprar em uma loja internacional é poder antecipar tendências e conseguir algumas peças com mais informação de moda, algo que ainda lutamos para encontrar aqui em terras tupiniquins.

asos-brasil-entrega-plus-size-ocabide

 

Tô apaixonada por esse vestido! (Compre aqui)

A Flaminga vai aparecer mais uma vez nessa wishlist, mas vocês vão me entender, o motivo da repetição de loja é excelente! O que dizer dessa marca maravilhosa que faz bota over the knee sob medida?

Bota-Over-The-Knee-plus-size-flaminga-wishlist-ocabide

Eu nem lembro quando foi a última vez em que usei uma bota que não fosse ankle boot, até porque eu sempre tive a panturrilha grossa e mesmo mais magra apanhava para achar uma bota que me servisse. (Compre aqui)

Que wishlist plus size poderia ser levada a sério sem uma peça da marca Chica Bolacha?

chica-bolacha-vestido-darth-vader-plus-size-ocabide

Como eu vivi até hoje sem esse vestido? (Compre aqui)

Quando eu vi essa camiseta no Pinterest, corri para vasculhar a internet e descobrir onde vendia e se entregava no Brasil! A peça é da Chubby Cartwheels, loja da também responsável pelo blog When in doubt wear purple.

diet-industry-dropout-plus-size-onde-vende-ocabide
Me diga se existe descrição mais apropriada para mim neste momento do que essa? (Compre aqui)

 

E vocês, o que tem desejado?

 

*imagens: reprodução

 

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.