Resenha: TriAcnéal

Como vocês já sabem, eu estou lidando com problemas de pele há algum tempo, começando pela acne, que só consegui resolver tratando com remédio via oral. A dermatologista me receitou o Tetralysal, fiz um ciclo de 3 meses com o remédio e obtive excelentes resultados, mas fiquei com muitas marcas e muitas cicatrizes, principalmente porque a minha acne era do tipo cística, depois disso continuei com tratamentos tópicos para diminuir as manchas e melhorar a textura da pele.

Tetralysal-pele-acne-ocabide

Para me livrar das cicatrizes o tratamento mais indicado seria o laser, mas eu ainda não aceitei a ideia por falta de condições financeiras (é um tratamento caríssimo que exige várias sessões) e por medo (existem riscos que envolvem inclusive mais manchas na pele).

pele-acne-cuidados-ocabide

Então foquei mesmo nessa questão da textura da pele. Eu já não tinha mais nenhuma erupção significativa há algum tempo, mas as minhas glândulas ainda trabalhavam como se eu estivesse lidando ativamente com a acne, o que fez com que eu tivesse MUITOS cravos, pretos e brancos. Para isso a dermatologista indicou que eu fizesse limpezas de pele e continuasse usando filtros solares com fator alto de proteção, já que cravos podem ser causados pela exposição ao sol.

Criei uma rotina de cuidados com a pele mais tranquila, não fiz mais oils ou double cleansings, até porque a pele estava realmente melhorando. Não estava uma pele maravilhosa, mas estava muito melhor!

Até o dia que eu tive que alterar minha medicação diária (como já mencionei em um post anterior, sou bipolar e tomo Lítio), e aí tudo desandou de novo.

A acne deu as caras novamente. Eu fiquei PUTA DA VIDA! Como não era recomendável que eu tomasse medicações para tratar a acne novamente, pensei em adotar alguns velhos hábitos para espantar as espinhas.

Voltei a fazer double cleansings, passei a ser mais atenciosa com a frequência na troca das minhas toalhas de rosto e fronhas (que eu sempre acabo relaxando), passei a usar um tônico todos os dias (alterno entre o tônico sem álcool da Neutrogena e o adstringente anticravos da Clean&Clear) e aplico diariamente a pomada indicada pela dermatologista (Deriva C Micro).

Mas teve uma coisa que mudou tudo (ufa!) e melhorou muito a minha pele durante o último mês. Há algum tempo, andando pela farmácia em busca de um produto que não tinha nada a ver com esse (quem nunca?), me deparei com TriAcnéal da Avène, li a descrição e o produto me ganhou em “facilita a eliminação das imperfeições devido ao efeito “peeling” na superfície da pele”. Comprei, mas acabei deixando de lado porque estava priorizando o uso da pomada pela noite, horário em que é indicado usar o produto.

Image result for triacneal

Até o dia em que resolvi ler a bula toda e pensar em uma forma de aplicar o TriAcnéal na minha rotina. Acabei decidindo usar os dois juntos.

Com o tempo a minha pele foi cicatrizando e agora com mais ou menos um mês de uso só tenho vestígios de uma acne cística que surgiu antes de eu começar a usar o produto e uma outra espinha que apareceu hoje, mas que parecer ser do tipo comum, então deve sumir logo. As manchinhas pós espinha que geralmente são bem persistentes na minha pele estão sumindo bem rápido e eu não poderia estar mais satisfeita.

No site da marca você pode encontrar todos os dados do produto, inclusive composição, mas para deixar claro vou colocar aqui algumas das suas principais funções:

  • Graças ao ativo exclusivo A Effectiose®, regula a ação dos mediadores responsáveis pela hiperreatividade da pele.
  • Limita a formação das novas imperfeições e previne marcas residuais
  • Possui ação calmante e suavizante
  • Textura não oleosa com efeito matificante.

pele-acne-cuidados-ocabide-2

E eu posso dizer com tranquilidade que o produto cumpre tudo o que promete e que foi uma agradável surpresa para alguém que estava morrendo de medo de ter que lidar com um pesadelo de novo.

Vou ficar devendo fotos do antes e depois porque eu ainda sou muito insegura com relação a aparência da minha pele, ela é definitivamente meu calcanhar de Áquiles. Mas vou buscar uma forma de lidar com isso pois sei que esse tipo de imagem é super importante para vocês.

 

SAIBA MAIS SOBRE O TRIACNÉAL

 

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

BEDA | Dermablend no Brasil

Depois que eu comecei a lidar com a acne minha busca por bases de alta cobertura se tornou prioritária nas minhas compras de beleza. E eu já sabia da existênciaa da linha Dermablend, até porque os produtos já foram vendidos aqui no Brasil.

Confesso que depois da campanha Camo Confessions fiquei ainda mais chateada por não ter acesso a marca!

Eu não tinha visto qualquer release sobre a volta da linha Dermablend para o Brasil, então imaginem o tamanho da minha alegria ao encontrar os produtos enquanto eu “dava uma volta” pela Época Cosméticos!

Os produtos são recomendados por dermatologistas e podem ser usados por pessoas com melasma, acne, rosácea e hemangioma. Mesmo sendo de altíssima cobertura pode ser usado para correções diárias  e até para olheiras ou manchas.

Para o Brasil vieram 4 produtos:

base-compacta-vichy-dermablend-ocabide

 

Base compacta FPS 30

Alta cobertura sem efeito máscara. Ultra resistente. Luminosidade natural. Ideal para uniformizar a textura, corrigir olheiras e tonalidade irregular.

base-liquida-vichy-dermablend-ocabide

Base Líquida FPS 35

Alta cobertura sem efeito máscara. Efeito matificante. Hidratação 24 horas. Ideal para uniformizar a textura, corrigir olheiras e tonalidade irregular.

corretivo-vichy-dermablend-ocabide

Corretivo FPS 30

Alta cobertura. Resistente à água. Ideal para uniformizar, corrigir olheiras e imperfeições

po-fixador-vichy-dermablend-ocabide

Pó Fixador

Efeito matificante natural. Resistante à água e à transpiração. Textura ultrafina: não marca as irregularidades do relevo da pele. Translúcido: não afeta a cor escolhida da base.

 

Além de alta cobertura os produtos tem longa duração (prometem de 14h à 16h). Eu aprendi várias formas de aplicação de base, inclusive para a pele com acne, assistindo ao vídeos da maquiadora Lisa Eldridge que prega que a base só deve ser aplicada onde a pele precisa de cobertura, em vez de ser aplicada no rosto todo. Acontece que é muito difícil aplicar bases de altíssima cobertura apenas em algumas partes do rosto sem acabar com uma grande diferença de texturas. Então, há algum tempo venho procurando uma base de cobertura leve e natural para a pele sem marcas e um corretivo mais pesado para as áreas que precisam de cobertura. O mais perto que cheguei foi a base Pro Longwear junto com o corretivo Studio finish, ambos da MAC.

Quero experimentar uma base ainda mais leve, algo como a Healthy Mix Serum (da Bourjois), com o corretivo Dermablend. Eu pensei em comprar mas não tinha ideia de como escolher a cor, mas no site da Vichy Dermablend tem um guia com fotos para você escolher o seu tom.

É claro que assim que esperimentar conto tudo para vocês!

 

*imagens: reprodução

**Saiba mais sobre o BEDA

badge_post_01

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Óleo milagroso

Na mesma rua onde estaciono meu carro todas as segundas feiras para ir à terapia tem um restaurante vegetariano com uma loja incrível de produtos naturais, foi lá que eu conheci e me apaixonei pela alfarroba. Lá eu também conheci e igualmente me apaixonei pelos óleos da Phytoterápica, em especial o óleo de Copaíba.

Vocês já sabem que eu amo usar óleos para cuidar da pele (leia mais sobre isso aqui e aqui), seja para limpar ou para hidratar, mas tinha muita dificuldade em encontrar tipos diferentes de óleos para experimentar. Lá eu comprei o óleo de Copaíba e o óleo de Girassol.

Hoje vou falar do óleo de Copaíba e tudo o que ele pode fazer por sua pele. Escolhi esse óleo, mesmo sem nunca ter ouvido falar dele, pois em sua descrição é dito que ele pode ser usado para tratar dermatites no couro cabeludo, como esse é um problema que lido com frequência decidi experimentar.

copaiba-copaibeira-phytoterapica-cuidados-com-a-pele-ocabide

Esse óleo é extraído da copaibeira e é comumente usado por índios da Amazônia, que consideram a árvore um “milagre da floresta”, atribuindo  à ela propriedades curativas que a tornaram conhecida como o antibiótico do mata. Mais tarde eu descobriria que a copaíba é uma das plantas medicinais mais difundidas do país.

O óleo de Copaíba surge no tronco da árvore, é uma espécie de defesa natural contra pragas como o cupim, além de combater bactérias também é muito usado como antiinflamatório, pesquisas apontam que a árvore também produz substâncias capazes de combater a leishmaniose e com ações anticancerígenas (essas propriedades são encontradas apenas nas árvores de Manaus, já as ações antiinflamatórias podem vir das árvores com origem no Rio de Janeiro e Minas Gerais).

copaiba-copaibeira-phytoterapica-cuidados-com-a-pele-ocabide-3

Considerando o que sabia até aqui decidi experimentar o óleo para tratar acne (através de oil cleasings e aplicações nos pontos afetados), bálsamo (para tratar irritações e pelos encravados) e no couro cabeludo (para tratar irritações, dermatites e diminuir a coceira).

Eu aplico o óleo direto na pele, a quantidade varia de acordo com o que pretendo tratar, só enxaguo no caso da Oil Cleansing e quando uso em maior quantidade no couro cabeludo, caso contrário deixo a pele absorver.

Em todos os casos os resultados foram surpreendentes, o óleo realmente trata a pele com delicadeza e eficiência, trazendo resultados rápidos e satisfatórios. Minha mãe também está usando para tratar alergias que ele tem com frequência por causa de sua pele ultra sensível e gosta bastante.

copaiba-copaibeira-phytoterapica-cuidados-com-a-pele-ocabide-2

Dispensei os shampoos e loções caras que estava usando para o couro cabeludo e agora só uso o óleo. Para tratar a pele eu gosto de combinar o uso desse óleo com outras coisas já incorporadas em minha rotina de beleza.

Se você quiser experimentar, pode comprar no site da própria Phytoterápica, infelizmente lá custa exatamente o dobro do que eu paguei na loja de produtos naturais onde o comprei aqui em Santo André (SP).

Estou usando o óleo de girassol para hidratar a minha pele em áreas sensíveis, como ao redor dos olhos (desde que o outono chegou essa área tem estado bem delicada), e as partes da pele em que tenho feito um tratamento para me livrar de algumas estrias. Também recomendo para quem tem rinite alérgica e vai espirrar muito nos próximos meses, esse óleo é um carinho para a pele em volta do nariz! Se você tem a pele seca pode usá-lo no rosto todo, ele é suave, não deixa a pele lambuzada e dá para ser usado durante o dia. Também já usei ele para fazer umectação nos cabelos e achei o resultado bem legal.

 

E você, também ama usar óleos?

 

*imagens: reprodução

 

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Meus produtos preferidos para peles oleosas – parte II

Há alguns meses atrás eu fiz um post sobre meus produtos preferidos para pele oleosa, nesse post falo sobre 3 produtos muito bacanas. Mas sejamos realistas, quantos produtos de pele existem no mundo para eu experiementar e me apaixonar? Então eu sabia que esse seria um tema que eu repetiria para posts no futuro.

Eu também já falei sobre a minha recente relação com a acne e como tem sido lidar com ela no dia a dia, eu experimento muitos produtos, mas não deixo de seguir as instruções de um dermatologista, que é essencial para quem tem acne de qualquer forma. Como minha pele é um tanto quanto temperamental não dá para seguir exatamente a mesma rotina de beleza por muito tempo, mas isso não tem interferido no tratamento dermatológico. E também é uma brecha para que eu experimente produtos diferentes e faça esses posts para vocês, então tudo dá certo no final!

Vou fazer um post sobre meu tratamento em breve, já tenho visto resultados mas, quero esperar um pouco para falar sobre isso.

Vamos falar dos favoritos então?

Hidratante Antiacne Clean&Clear

Eu tenho vários produtos da Clean&Clear encostados, quis experimentar quando a acne apareceu e não conseguia nenhum tipo de resultado usando qaulquer um deles. Algumas pessoas só usam essa marca, mas eu sempre achei que os produtos deixavam a desejar, até uns dois meses atrás, quando estava procurando entre meus cosméticos algum hidratante sem cheiro e decidi colocar o hidratante antiacne da marca em uso novamente. Antes do double cleansing eu não dava a mesma importância para hidratantes, mas quanto mais você se aprofunda no cuidado da pele oleosa, mais você valor para o uso do hidratante você dá. Esse hidratante é leve, não oleoso, deixa a pele com uma textura natural (sem ficar grudando), você não precisa de uma grande quantidade para o rosto todo e é bem fácil de espalhar.

Mas deve ser ressaltado que esse produto não traz qualquer benefício para pele, ele não trata a acne nem qualquer outra condição da pele, é um hidratante bem básico para ser usado no dia a dia. Por isso ele não é o único hidratante que eu uso pois, além de preferir hidratantes mais completos (proteção solar, anti-idade e antiacne), o uso prolongado desse produto deixou a minha pele mais oleosa na zona “T”. Eu acredito que isso aconteceu pois eles não hidrata profundamente a pele e assim ela começa a produzir sebo a mais para se proteger.

Eu gosto muito de preparar a pele para a maquiagem com ele, e foi assim que ele se tornou parte da minha rotina.

Clarins Multi-Active

Meu hidratante preferido no momento é o Clarins Multi-Active Jour, eu tinha ele há algum tempo e não estava usando por causa da acne, mas isso é uma bobagem! Além dele ser ótimo para peles com textura, ele deixa a pele bem sequinha o dia todo. Esse hidratante é antirruga, tendo como foco principal as rugas prematuras. É indicado para todo tipo de pele, mas fica perfeito em peles mistas ou oleosas, a textura não muito pesada, mas tem fragrância bem marcante, esse é um dos contras desse produto para quem, como eu, não gosto de cosméticos perfumados. Ele é feito para ser usado durante o dia, mas como ele não tem protetor solar acabo usando de noite (mas também tem umaversão noturna dele). O outro contra dele é o preço, que é uma facada!

Esfolisnte facial para peles acneicas - Actine

Outro produto que tenho usado muito é o esfoliante facial para peles acneicas, da linha Actine, da marca Darrow. Ao sentir a textura dele nos dedos imagina-se que ele vai ser um daqueles esfoliantes que deixa a pele oleosa após o enxágue, mas não é o caso. Ele faz uma esfoliação suave, porém completa, deixando a pele com uma textura natural, ele também não deixa a pele muito desigratada e repuxando. É ótimo para prevenir pontos pretos e uniformizar a pele durante o período de cicatrização da acne, quando a pele ao redor das espinhas tende a descamar.

Eu já estou testando outros produtos então já sabemos que farei outro post como esse em breve!

Estou pensando em fazer um post falando sobre os meus produtos de banho favoritos, o que vocês acham?

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Mais verde, menos vermelho

De volta a penteadeira para mais um post sobre pele. Eu sempre tenho muitas coisas sobre esse tema para compartilhar com vocês, e eu sinto falta de fazer posts assim, pois é dessa forma que me sinto mais próxima de vocês. Afinal, tem intimidade maior do que dividir a rotina de pele?

Como vocês já sabem, há um tempo atrás eu mudei de uma forma muito louca a minha rotina de pele para combater a oleosidade. Felizmente deu muito certo, e eu sigo com os mesmos cuidados mesmo durante os dias frios.

Aliás, eu tenho testado alguns novos produtos e prometo que farei um post para atualizar vocês das minhas experimentações, é claro que algumas coisas deram muito certo e enquanto outras despertaram a minha fúria feminina! Hahaha!

Também estou, já há algum tempo, preparando um post sobre bases para peles oleosas e acneicas. Mas esse vai demorar um pouco para ficar pronto. O motivo é esse aí mesmo que você está pensando: dinheiro. Brincadeira! É claro que comprar várias bases para testar não é barato, mas eu não meu importo, afinal eu sou obcecada por bases (vocês não fazem ideia!). Mas eu quero experimentar tudo por vários dias, com e sem primer e com a minha pele em várias condições. Então vai demorar mesmo, mas vai valer à pena, tá?

Primer para pele com acne

Agora vamos ao assunto do post, apesar de ter conseguido controlar bem a oleosidade da minha pele e ter melhorado bem a situação dos cravos com as limpezas de pele, tive uma surpresa bem desagradável quando descobri que agora estava lutando contra a acne do tipo cística. Só de pensar nisso eu sinto vontade de chorar, de verdade.

Primer para pele com acne

Chorar escondida em baixo da mesa, bebendo vinho no gargalo enquanto como caixas e mais caixas de chocolate parece ser a forma mais madura de lidar com isso. Farei o mesmo!

Eu não vou falar muito sobre esse tipo de acne pois vou à dermatologista ainda essa semana e quero fazer um post mais apurado sobre o assunto depois da consulta. Mas basicamente isso significa que a minha acne marca mais a minha pele e permanece nela durante MUITO mais tempo. Quando eu digo mais tempo, eu quero dizer meses, não dias.

Na minha bochecha direita eu estou com o mesmo aglomerado de espinhas e marcas vermelhas há quase dois meses, é bem difícil se olhar no espelho todos os dias por tanto tempo e ver que algo tão difícil de se lidar não cicatriza, não sara, não some…

E a minha base até cobre essas marcas, mas eu queria uma cobertura melhor e mais suave.

Para isso eu mudei algumas coisas na minha maquiagem, eu uso a base Velvet da Contem 1g na cor Porcelana 08, que tem alta cobertura e eu praticamente não uso corretivo em espinha pois não gosto do acabamento, para essa finalidade costumo usar a própria base. Caso eu venha a usar corretivo eu uso o Pro Longwear da Mac na cor NC25, que é excelente, tanto que quando eu quero algo mais leve eu o uso como base, aplicando-o com um Beauty Blender.

Eu não mudei nem a minha escolha de base, nem a minha escolha de corretivo, mas mudei a preparação da minha pele. Passei a usar o primer Photo Finish Light da Smashbox, indicado para peles acneicas, que ajudou a criar uma textura mais suave para minha pele, mais fresca e levemente mais sequinha. Bem diferente da sensação oleosa criada pelos silicones dos primers comuns, passou a ser indispensável na minha rotina, mesmo que eu vá aplicar um BB Cream.

Primer para pele com acne

Mas o primer da Smashbox sozinho não iria resolver a questão da cobertura no aglomerado na minha bochecha e outras manchas, para isso passei a usar um produto que não é excelente, mas por enquanto tem me ajudado. O primer corretivo verde da Vult, que eu experimentei usar de várias formas, mas por enquanto minha preferida é aplicar com batidinhas no local que pretendo camuflar, eu até chego a deixar a área esverdeada, mas a base cobre completamente (para ter uma cobertura mais suave eu passei a espirrar um pouco de Fix+ da Mac no pincel antes aplicar a base) e o resultado é ótimo, pois realmente melhorou a cobertura em 100% sem o uso de corretivo.

Primer para pele com acne

O que a Vult diz sobre o primer corretivo:

– Características: Enriquecido com Extrato de Chá Verde e Vitamina E – ativos de ação antioxidante que ajudam a combater os efeitos nocivos dos radicais livres – o produto é cremoso e fácil de espalhar, permitindo melhor performance de uso.

– É perfeito para: Neutralização de áreas pontuais da pele, tais como marcas de espinhas e/ou olheiras. Sua ação de primer permite melhor fixação do produto nas áreas aplicadas.

– Dicas de uso: Aplique quantidade moderada de produto exclusivamente na área de correção e espere secar. Em seguida, finalize com o seu corretivo Vult na cor da pele para finalizar o processo.

Cores disponíveis?

– Verde: para camuflar tons avermelhados

– Amarelo: para camufla tons arroxeados

Ele custa R$26,90 nas perfumarias aqui de Santo André, SP, e o custo benefício é excelente. Eu definitivamente acho que se você tem acne, mesmo que não seja do mesmo tipo que a minha, ele pode ser uma boa adição.

Alguém aí também já teve que lidar com a acne cística? Existe vida depois desse inferno?

#SOCORRO

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.