Trintão

Quem disse que completar 30 anos é um grande marco em sua vida, mentiu.

A vida já é complicada demais para que nossos marcos estejam condicionados a idade.

Você não é uma bomba relógio, desliga o timer e planeje a sua vida com calma. O mundo não vai desabar se você não for mãe, esposa e CEO até os 30.

Estou prestes a completar 31 anos (dia 20/08, aguardo presentes ❤️) e minha vida teve tantos plots twists, e foi tão instável, que nunca atingi nenhum dos marcos tradicionais. Sou bipolar e com os altos e baixos da minha doença, estudar é difícil, ter relacionamentos é um drama e uma carreira sólida é mais que um desafio.

Eu poderia me sentir derrotada, e realmente foi assim que me senti por muito tempo. Todos os planos que fiz para minha vida quando era mais nova não deram certo, aliás tive que aprender a duras penas que uma vida como a minha não pode ser planejada, e que lidar com a culpa e a sensação de fracasso que isso causava quase me derrubou e foi motivo para muitas crises de ansiedade.

Eu só percebi de verdade que não dá para ter controle sobre a nossa vida, quando meu pai faleceu inesperadamente. É clichê, eu sei, mas a gente realmente só vê o quanto a vida é frágil quando ela acaba diante dos nossos olhos.

Ainda assim, essa lição não mudou minha condição, não fez com que tudo ficasse mais fácil e não fez com que eu magicamente tivesse estrutura para mudar minha vida. Mas fez com que eu mudasse minhas prioridades, e parar de me preocupar em atingir “pontos altos” me fez começar a aceitar e compreender meus medos e limitações. Foi assim que finalmente pude ver que o grande marco da minha vida não foi um emprego ou uma viagem, o meu grande marco foi sobreviver a mim mesma e chegar até aqui inteira e disposta para seguir em frente.

Sucesso não tem um só significado e não tem receita. Não se esqueça que estudar é um privilégio, carreira e filhos são uma escolha e relacionamentos são para deixar a gente mais feliz. Nada disso é obrigatório, pare de se pressionar!

Assim como a minha vida não coube nos moldes tradicionais, a sua pode não caber, e não há nada de errado nisso.

Não tenha medo do fracasso e não tenha medo de começar de novo, a vida não tem ordem certa para acontecer.

*imagem: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

BEDA | Trintei

Era difícil me imaginar com trinta anos, mesmo quando ter essa idade estava ficando cada vez mais perto. Fazer planos para o futuro é irresistível, mas quanto mais velha ficava, mais relutava em ser o tipo de pessoa que pensa “Quando eu tiver 30 anos vou ser assim ou vou ser assado”,  com o tempo a gente vai aprendendo quanta pressão isso gera.

aniversario-30-anos-ocabide-2

Minha mãe e minha tia me disseram hoje que eu acabei de começar a melhor fase da minha vida e eu acho que vai ser mesmo.

Eu fiquei pensando hoje nas coisas que eu colocaria na minha Murtaugh list, sabe aquele lance da série How I Met Your Mother em que o Ted faz uma lista de todas as coisas que ele está velho demais para fazer, inspirado no personagem interpretado pelo Danny Glover nos filmes da franquia Máquina Mortífera?

Pois bem, eu não encontrei nada que eu realmente quisesse colocar nessa lista. Eu ainda quero todas as ressacas, todas as dores, todos os corações partidos, os sustos e as broncas. Eu não tive uma adolescência comum e passei a maior parte dos meus 20 e poucos anos lutando contra os meus demônios.

Eu ainda enfrento os meus demônios todos os dias, mas agora que eu tenho habilidade para lidar com eles, quero começar de novo, experimentar as coisas que deixei pela metade, me encontrar e me perder, tudo com a intensidade alucinante que carrego na alma e no coração e que até  agora estava perdida pelos caminhos que minha vida tomou.

Eu nunca me amei tanto, nunca investi tanto em mim mesma e nunca me senti tão feliz por ser quem eu sou.

aniversario-30-anos-ocabide-3

Comemorei hoje e vou comemorar mais no final de semana!

30 and hot, buy me shot!

 

*imagens: reprodução

**Saiba mais sobre o BEDA

badge_post_01

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Diet Marc

Para comemorar o aniversário de 30 anos da Diet Coke o conceituado e aclamado estilista Marc Jacobs foi contratado como o novo modelo e diretor criativo, tirando a camisa para assumir o posto.

Marc Jacobs

Tira tudo Marc!!!!!

*imagem e vídeo: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.