Amigos que nunca foram os melhores

Eu estou longe de ganhar o prêmio de amiga do ano. O dia a dia é corrido e nem sempre consigo tempo para cuidar das minhas amizades. Como sou uma pessoa ciente de que a vida de quase todo mundo é corrida, também não cobro essa constância de ninguém.

Tenho alguns poucos bons amigos que sei que sempre vou poder contar na hora do aperto e no final das contas é isso que importa, né?

Mas no decorrer da vida acabamos conhecendo inúmeras pessoas que acabamos acreditar ser aquele alguém que vai mudar nossa postura com relação à convívio social, no s ensinar mais sobre o que realmente é amizade e literalmente vai nos fazer sentir como se estivesse vivendo em um episódio de Friends. Mas muitas vezes  acaba não sendo bem assim, né?

Esse são 5 tipos de amigos que não foram os melhores:

Canceriano

Esse é aquele tipo de amigo que nunca vai querer te ver sofrendo, afinal de contas só ele sofre, só a vida dele é difícil, se vocês um dia discutirem sobre qualquer coisa, mesmo que seja a cor do céu, o amigo canceriano vai jogar isso na sua cara, porque ele não apenas guarda o rancor, ele acumula.

É uma bilada, Cino!

Esse amigo sempre te procura, mas nunca é para saber de você. Sempre te chama para sair, mas não pergunta onde você quer ir. Sempre precisa desabafar, mas se você faz o mesmo “é drama”.
Esse amigo nunca te elogia, mas cobra ser elogiado.
Nunca cuida de você, mas exige ser cuidado.
Não reconhece seus esforços como amiga ou como ser humano.
E por último, mas não menos importante, é manipulador (inclusive foi assim que você caiu nessa roubada).

With benefits

Esse é aquele amigo que você conhece por acaso e desde a primeira cerveja já sente que vai ser seu bff. Você quer estar com essa pessoa o tempo todo e lembra dela em tudo que faz. Você começa a falar sobre esse amigo para todo mundo, até o dia em que alguém pergunta: “Vocês estão juntos desde quando?”. E você se depara com um fato que esteve na sua frente o tempo todo e de alguma forma você ignorou até agora, não era amizade, era crush!

Amigo do amigo

É aquela amizade maneiríssima que  você através de um outro amigo. Vocês têm muito em comum e vão dividir muitos momentos bacanas. Até você se afastar da pessoa que a trouxe para o seu convívio, seja por uma mudança, viagem ou simplesmente porque vocês estão seguindo caminhos diferentes.

Não amigo

Esse, na verdade, é um bom amigo, te faz bem, te ajuda a amadurecer, segura tua mão nas horas difíceis e vai estar do seu lado para momentos importantes. Até o dia que ele sumir. No começo você não percebe, mas com o passar do tempo nota que vocês só se encontram quando você o procura. Então você decide parar de procurá-lo e mais de um ano se passou e o tal amigo continuou MIA. Você se questiona se fez algo errado, se suas vivências não são pesadas demais para outros lidarem. Mas a verdade é que, se esse realmente é o caso, então a amizade nunca existiu de verdade. Mas vocês sempre terão a lembrança de tudo que compartilharam.
Zueiras à parte, sempre falamos muito sobre relacionamentos afetivos que são tóxicos, mas esquecemos que amizades também podem ser tóxicas, também tem um grande impacto na vida das pessoas e nos seus futuros relacionamentos. Se estiver acontecendo com você, procure alguém de confiança para desabafar e se afaste dessa pessoa.
Parece uma atitude egoísta, mas você deve se colocar em primeiro lugar e priorizar a sua estabilidade emocional. As amizades tóxicas são extremamente influentes e nós acabamos não conseguindo sair desse ciclo mesmo que estejamos desgastados, daí acabamos estressados e deprimidos.
*imagens: reprodução
Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *