Óleo na pele

Há um tempo atrás vi um pessoal comentando no Instagram sobre o protetor solar da marca japonesa Bioré, e quão milagroso ele era para peles oleosas. A forma mais fácil de adquiri-lo era através do Ebay, como muitas das pessoas que comentavam sobre ele por ali haviam feito. Eu pedi o meu e estou desesperada para ele chegar!

Bioré

Enquanto ele não vem, procurei pesquisar o máximo que pude sobre o porque ele era tão poderoso, e pretendo falar sobre isso num post inteiramente dedicado a ele, nesse aqui vou falar o que descobri sobre como limpar a pele após usá-lo, já que ele gruda e não sai mais.

Foi assim que descobri as Oil Cleansings, na verdade já tinha visto algo sobre isso no Buzzfeed Diy, mas não me aprofundei naquele momento. Bom, agora achei que já era a hora de saber mais sobre a limpeza feita com óleo, que não tem nada a ver com a limpeza feita por um demaquilante oleoso.

Aprendi a duras penas que quanto mais se limpa a pele, mais óleo ela produz, não é nada saudável usar produtos que tem a função de secar completamente a pele. Com o tempo, e principalmente agora que tenho a pele mais complicada do que na adolescência, aprendi a respeitar a minha pele, aprendi também que pele saudável é pele hidratada. “Mas minha pele é oleosa, vou passar hidratante para quê? Vai acabar ficando mais oleosa ainda!” – É assim que a maioria das pessoas com a pele oleosa pensa, é assim que a indústria de cosméticos diz que as coisas funcionam. Então por que diabos eu usaria óleo para limpar minha pele ultra oleosa?

Oil Cleasing

O lance com a limpeza feita com um óleo, seja lá qual for o método que você escolher, é que a gente precisa entender que o óleo repele o óleo e não é ele quem causa as espinhas e os cravos, quem causam essas inflamações infernais em nossa pele são os hormônios, bactérias, células mortas, medicamentos, alimentação, tudo, menos o óleo.

O princípio que faz com que o óleo dissolva o óleo se chama teoria da solubidade, até onde se sabe não há contra indicações para o método, a não ser que você seja alérgico a qualquer um dos produtos sugeridos para a limpeza.

O método que ficou mais conhecido, a The Oil Cleansig Method, funciona da seguinte forma:

– Escolha sua mistura: O óleo de Castor tem propriedades próprias para limpezas profundas, além de ser um anti-inflamatório natural, porém é espesso e você precisará misturá-lo a outro óleo, o de oliva extra virgem ou o de girassol. Para cada tipo de pele a uma mistura ideal, para as oleosas misture 30% do óleo de Castor a 70% do segundo óleo, para peles normais misture 20% do óleo de Castor com 80% do segundo óleo e para peles secas misture 10% do óleo de Castor com o segundo óleo. Quanto mais seca sua pele estiver, menos óleo de castor se usa na mistura.

– Aplicação: Você vai precisar de uma toalha de rosto, seus óleos e água quente. Coloque uma quantidade equivalente ao tamanho de uma moeda nas mãos e esfregue suas palmas para aquecê-lo. Massageie delicadamente o seu rosto, dando atenção as áreas problemáticas, o óleo vai remover toda e qualquer impureza, inclusive resíduos antigos de maquiagem e poluição. Faça o procedimento com calma, você quer que os óleos penetrem bem nos seus poros.

– Para remover: Quando estiver satisfeita com o efeito do óleo e com a massagem use a toalha embebida em água quente para delicadamente removê-lo do seu rosto, faço o que fizer não esfregue a toalha na pele. O procedimento é feito com água quente para abrir os poros e facilitar a remoção do óleo. Aproveite que está usando uma toalha, e que ela está quentinha por causa da água, e coloque-a sobre o rosto como uma máscara, deixando-a lá até esfriar, isso irá ajudar a abrir os poros. Se quando você terminar a pele estiver repuxando, pegue um pouquinho da mistura de óleos e aplique no rosto, espalhando bem.

Esse procedimento deve ser feito regularmente, mas a frequência não pode ser muito grande, senão você resseca a pele. Nos primeiros dias após a limpeza você pode ver um aumento da oleosidade, mas isso se deve pelo fato de os poros estarem funcionando de um jeito diferente de antes, após alguns dias a oleosidade vai sumir.

Eu li no Reedit uma versão diferente para essa mesma limpeza, que elimina o uso de água quente, já que é sabido que o vapor e abertura dos poros não faz tão bem assim para a pele. Nessa versão eles também defendem o uso de qualquer óleo que você preferir, já que existem muitas opções com propriedades tão diferentes no mercado. Entre as sugestões deles estão o mineral, o de jojoba e o de coco, mas você deve conhecer sua pele, o óleo de coco por exemplo, o post diz que em algumas pessoas pode causar acne.

Essa limpeza é feita da seguinte forma:

– Umedeça o seu rosto com água morna, não ferva a água e não use água quente.

– Aplique o óleo e massageie o rosto por um ou dois minutos.

– Limpe o rosto com uma toalha embebida em água morna (nos comentários uma leitora disse que obteve resultados ainda melhores com uma toalha de microfibra).

– Uma ou duas gotas de óleo da sua preferência (a pessoa que fez o post sugere de oliva, mas disse que usa de argan) devem ser usadas para hidratar a pele após a limpeza.

A double cleasing é a limpeza mais simples de todas, até porque você compra o óleo de limpeza pronto, várias marcas já vendem, eu comprei o da Bioré mesmo (que inclusive chegou antes do que o protetor). Esse método já é bem usado no Japão, aprendi tudo sobre ele lendo esse post do Stash, que eu acho que se tornou o go to post sobre o assunto, já que é o link que todo mundo indica.

O procedimento é simples:

Com o rosto e as mãos secas aplique o óleo no rosto, se estiver com maquiagem aplique sobre os olhos também, e massageie a pele com delicadeza.

O post do Stash sugere que você então molhe a ponta dos dedos e volte a massagear a pele com os dedos molhados, para emulsionar o óleo. Mas eu vi em vídeos algumas meninas aplicando uma borrifada de água termal para emulsionar e achei que a pele fica mais bonita.

Bioré

Eu comprei o da Bioré pelo Ebay, paguei $18,00 (comprei desse vendedor), esse não é um produto que você vai achar com facilidade no Brasil, não conheço nenhuma marca brasileira que trabalhe com esse tipo de cosmético, o que é uma pena já que nós temos uma propensão a peles mistas e oleosas.

Achei o MAC Cleanse Off Oil na Sephora, apresentado apenas como demaquilante, mas na verdade ele deveria ser apresentado como um óleo de limpeza, já que se usado da maneira correta pode eliminar outros resíduos, o grande, de 150 ml, custa R$133,00 e o pequeno, de 30 ml, custa R$59,00. Também achei o Dior Instant Gentle Cleansing Oil no Morangão, o preço é R$101,50, esses dois foram os sugeridos no Stash como os disponíveis por aqui, mas acontece que no Morangão tem óleos de limpeza de muitas outras marcas, entre elas Shu Uemura e La Mer.

É importante salientar que cada tipo de limpeza tem sua função, a The Oil Cleansing Method, em qualquer uma de suas versões, é um tratamento esporádico, que visa resultados a longo prazo. A double cleansing não é um tratamento, é uma rotina de beleza que cuida da pele.

Eu pretendo aderir às duas, minha pele hoje está em seu pior, mais oleosa do que nunca e no meio de uma crise de acne, conversei com a minha prima que trabalhou com dermocosméticos e estava pronta pra enfiar o pé na jaca, quando lembrei que já tinha feito isso e não tinha obtido resultado nenhum.

Revendo as informações que eu precisava sobre algo novo, que promete melhorar a minha pele como nunca imaginei, nasceu esse post para vocês. Assim como o post que fiz sobre o meu peso, sei que tem muita gente desesperada com a pele, e eu precisava compartilhar o que aprendi!

Vou manter vocês informados sobre os resultados no Instagram, através da hashtag #ocabidenapele, e quando o protetor solar da Bioré chegar nos encontramos de novo aqui na penteadeira para falar de pele!

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *