As Tops tatuadas

Tatuagem já foi tabu no mundo da moda, pelo menos para quem as exibia, acho que o mercado realmente vivia sob a máxima de que a modelo que mostrava suas peças nos desfile deveriam ser uma tela em branco.

Isso era no mínimo tedioso! Eu adorei quando comecei a ver a Marina Dias bombando nas semanas de moda, aqui no Brasil e fora daqui também. Linda, esguia e toda colorida por conta das tatuagens! ?

Agora o pensamento parece ser oposto, não que as marcas prefiram modelos tatuadas, mas preferem modelos com personalidade evidente, que fazem sua própria beleza e contam suas próprias histórias, mesmo que seja na pele.

Ainda acho que muito nos padrões de beleza impostos pela indústria da moda precisa mudar, mas pelo menos as divas das passarelas deixaram de ser cabides, sem vida, pagas para ser a vida toda de um jeito só.

Confiram quem são as belas que marcaram a pele:

Cara Delevingne tem surpreendido com novas tatuagens, um leão em um dos dedos da mão, as iniciais CJD (Cara Jocelyn Delevingne) na lateral da mão e a frase Made in England na sola do pé!
Cara Delevingne

Kate Moss tem uma ancora na lateral do punho, e dois pássaros pequenos na lombar. Curiosidade, Cara Delevingne revelou uma vez que gostaria de fazer tatuagem uma tatuagem igual aos pássaros de Kate Moss, mas sua agência a aconselhou contra.
Kate Moss

Até a musa Gisele Bündchen tem tattoo! Uma pequena, e muito copiada, estrelinha no punho.

Gisele Bündchen

Chanel Iman decidiu homenagear O Cabide (oi? Hahahaha) e tatuou um cabide com o seu nome na nunca. Acho engraçado isso, as modelos sempre tatuando o próprio nome, ou as suas iniciais, meio egocêntrico não? Não encontrei nenhuma notícia relacionada, mas em algumas fotos a modelo também parece ter um coração tatuado no dedo anelar, e também parece ter algo (não consegui identificar) no tornozelo.
Chanel Iman

A it girl Abbey Lee Kershaw tem várias pequenas tatuagens, a palavra Truth está tatuada no interior dos seus lábios em tinta branca, dizem que ela também tem uma tatuagem feita em tinta branca na barriga, mas eu não encontrei imagens. Ela tem também o símbolo de gêmeos do horóscopo no tornozelo, uma coruja no dedo, uma pena no pescoço, o símbolo da paz na palma da mão, o nome da irmã no punho e a palavra index no dedo indicador.

Abbey Lee Kershaw

Freja Beha declarou ter tem 16 tattoos, a imprensa parece não ter certeza sobrea localização de cada uma no corpo da modelo. Entre as mais visíveis estão várias frases e expressões como “Serendipity is life”, “This too shall pass”, “This world tonight is mine”, “Redemption”, e a que eu acho mais linda, a palavra Float no pescoço.  Uma arma tatuada no bíceps, um raio tatuado nas costelas e alguns círculos, triângulos e estrelas espalhados discretamente.

Freja Beha

Erin Wasson também é bem tatuada, são 20 tattoos no total. São todas chias de simbolismo, de acordo com a modelo. A expressão havaiana Ima Loa no bíceps, o contorno de um pássaro no anteabraço, a palavra Shelter nas costas, 3 pontos no lóbulo esquerdo, “This heart will start a riot in me” no braço direito, uma pena nas costelas, um raio com as iniciais TCB (Taking Care of Business) no braço esquerdo, o contorno de um coração no cotovelo direito, um círculo no punho esquerdo, triangulo no punho esquerdo, o contorno de um desenho não especificado, feito em vermelho, no quadril esquerdo e uma flecha de aspecto nativo-americano, originalmente desenhada pela artista Angeline Rivas, no braço esquerdo.
Erin Wasson

Eu sinto que as tatuagens realmente ajudam as modelos a deixarem quem elas são e como elas vivem mais evidentes, tornando-as pessoas reais, com valores que podem ser relevantes não só em um desfile, como também em campanhas publicitárias, é muito bom ver o mercado aberto para essa estética.

E eu entendo o impulso das meninas, tenho várias tatuagens, grandes e pequenas, a maioria é cheia de significados e marcam vários momentos muito importantes da minha vida.

*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *