Fazendo a barra

Logo quando entramos na faculdade de moda nossas expectativas sobre ser uma exímia costureira são alimentadas ao extremo pelas otimistas professoras das matérias relacionadas a construção de uma peça do vestuário.

Máquina de costura

Mas, como vocês devem ter percebido (ou vão perceber), costurar não é algo que se aprende do dia para a noite, requer dedicação, amor e persistência para experimentar as muitas maneiras com que a agulha e a linha podem unir, franzir, ou arrematar um tecido.

E para aumentar a pressão tem a expectativa de todas as pessoas ao seu redor que acreditam que agora que você estuda moda e, “sabe costurar”, você vai fazer todos os ajustes e costurar todos os vestidos mais lindos para todas as suas tias, primas e amigas.

Funciona mais ou menos assim, sabe aquele primo que “entende tudo de computador” para quem a família inteira sempre corre quando não consegue instalar a impressora?

Você é a versão fashion desse primo, no momento em que você entrou na faculdade de moda você passou a ser aquela prima “que entende tudo de costura” para quem todo mundo sempre vai correr.

Meu conselho é: não se desespere. E como já disse por aqui, inicie seu aprendizado na costura dentro do seu próprio ritmo.

Para dar uma forcinha trouxe algumas dicas que pudessem ajudar na hora de aprender a fazer o ajuste mais básico e mais útil para brasileiras de altura mediana: a barra da calça!

  • Quais são os tipos de barra

Italiana – Esse tipo de barra é muito utilizada em calças sociais, esse modelo de barra exige no mínimo 10 cm de sobra de tecido no comprimento da peça o já que é uma barra larga e dobrada para cima, por fora da calça.

Barra com Viés – Esse tipo de barra é usada quando não temos muito tecido no comprimento, é um recurso que possibilita fazer a dobra do tecido para dentro da calça adicionando um viés de seda ou algodão, dependendo do tecido. Essa é uma técnica para resgatar a peça depois de um corte errado ou mal feito.

Barra Original – Também pode ser chamada de barra sobreposta ou barra encaixada, isso porque consiste no corte e reaplicação do acabamento da barra original da calça, o que facilita caso a calça que você vai fazer tenha lavagens diferentes, texturas ou desgastes, por isso é bastante utilizada em calças jeans.

Barra tradicional: Essa é a opção clássica, combina com vários estilo. É feita marcando a parte de trás da barra na altura da base do calcanhar, a parte frontal vem reta.

  • Como fazer a barra original

Cada um desses vídeos mostra uma técnica diferente, no primeiro vídeo vemos uma técnica mais trabalhosa, mas o resultado é mais bonito, pois acabamento fico mais suave, esse vídeo também mostra uma dica que talvez um costureiro iniciante não conheça, a de usar um martelinho para assentar o acumulo de tecido na lateral da calça, possibilitando a passagem do jeans pelo calcador sem risco de quebrar a agulha da máquina. Já no segundo vídeo vemos uma técnica muito mais simples, super fácil de fazer, ótima para costureiros de qualquer nível, que possuam qualquer tipo de máquina.

  • Como fazer barra simples

Eu escolhi esse vídeo, mesmo ele sendo em inglês, pois ele mostra como fazer a barra da forma mais caseira possível, além disso, também mostra outras soluções, como a cola de tecido e a barra costurada a mão. Como o passo a passo é bem ilustrado, mesmo que você não entenda inglês você consegue acompanhar.

Tudo bem simples, não é?

Esse ajuste é tão fácil de fazer e é tão indispensável em nossas vidas, facilita tanto a vida das baixinhas (como eu)!

*imagem e vídeos: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *