Pinups plus size

As mulheres retratadas nas ilustrações pinup, desde que se popularizaram na década de 1940, não são magras, pelo contrário. São bem curvilíneas! Quem apoiava as imagens de mulheres pinups (havia quem não apoiasse por enxergá-las como objetificação da mulher)  as viam como uma forma positiva de rejeitar o body shaming pós vitoriano e promover uma aparência mais saudável para as mulheres. E não é assim que o plus size tem funcionado também?

Há algum tempo atrás revirei a internet para ajudar uma amiga que ama e arrasa no estilo pinup a encontrar a saia godê perfeita. A tarefa não é fácil, apesar do estilo ser popular não são todas as marcas – pequenas ou grandes – que conseguem criar algo diferente. Chega de estampa de cereja, gente?

Minha amiga acabou encontrando o que procurava na Vudu Loja, que eu também adorei e é cheia de lindezas, são roupas, acessórios e decoração no estilo retrô:

As t-shirts também são super legais (tô querendo muito uma com estampa do Johnny Cash que vi por lá), o maior tamanho da loja é 48/GG, que é limitado em termos de plus size, mas já é mais do que muitas outras lojas oferecem.

Mas nessa pesquisa eu acabei esbarrando em uma loja chamada The Pin-up Store, onde eu não encontrei saias godês para a minha amiga, mas encontrei vestidos belíssimos, capazes de conquistar até quem não é assim tão ligado no estilo retrô:

As peças exalam delicadeza e feminilidade em  modelagens que favorecem o corpo, principalmente os mais curvilíneos. O maior tamanho da loja é o 4G, que é uma excelente variedade para o público plus size. Os preços são mais salgados, mas as peças tem diferencial, além de bom acabamento.

E para finalizar esse post decidi fazer uma galeria de imagens para inspirar quem ama ou quer adotar o estilo:

 

*imagens: reprodução

 

 

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *