Lingerie Medieval

Comments (0) Baú

Em 2012 arqueologistas descobriram diversos sutiãs com 600 anos de idade e o especialistas dizem que esse fato ajuda a reescrever a história da moda. A estrutura de renda e linho pré-datam a invenção do sutiã moderno por centenas de anos. Eles foram encontrados debaixo do piso do castelo Lengberg, em East Tyrol na Áustria, junto com os resquícios de um tecido e uma cueca de linho completamente preservada (presumidamente a peça era masculina). Acreditou-se que os quatro sutiãs e essas duas peças fossem do século XV, fato que foi comprovado por cientistas através do processo de datação por carbono.

historia-da-moda-sutia-medieval-ocabide

Várias escolas de pensamento ponderaram sobre quem desenvolveu o primeiro sutiã. Entre os concorrentes estavam Herminie Cadolle, que fazia corsets no final do século XVIII na França e Mary Phelps Jacob, uma socialite nova iorquina que conseguiu a patente do sutiã nos EUA em 1914.

Mesmo que fontes escritas mediavais tenham algumas menções de “sacos para seios”, “camisas com sacos” ou “faixas para seios”, a história mostra poucos indícios claros de que houvessem bojos antes do século XIX, de acordo com Beatrix Nutz, arqueologista da University of Innsbruck, responsável pelo achado.

” A primeira coisa que pensei, e que provavelmente ninguém mais pensou, é que era impossível, não existia nada como um sutiã no século XV” – disse a arqueóloga para o site Ecouterre.

historia-da-moda-sutia-medieval-ocabide-2

Ainda cética, Nutz e sua equipe vasculharam a área em busca de evidências de que o sutiã tenha sido descartado no castelo em outro período. No entanto, não tiveram qualquer resultado.

Nutz acrescenta que além de tudo, todas as técnicas usadas para confeccionar as peças eram comuns – ou pelo menos conhecidas – no século XV. Somente quando os resultados da datação por carbono chegaram do ETH em Zurique que a equipe acreditou que as peças eram de fato da Idade Média.

historia-da-moda-sutia-medieval-ocabide-3

Hilary Davidson, curadora de moda do Museum of London, disse ao Daily Mail que a descoberta dessas peças totalmente reescreve a história da moda, nada assim tinha sido encontrado antes. Achados como esses deixam pesquisadores animados com a possibilidade de uma nova visão sobre como as pessoas se vestiam na Idade Média, até porque é muito raro que roupas do dia a dia e roupas de baixo desse período tenham sobrevivido ao tempo.

*fonte

**imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio, shopaholic e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *