BEDA #18 – Fazendo a Kátia Flávia

Vocês também se sentem adultando quando lembram de comprar calcinhas?
Eu fico postergando o gasto com roupas íntimas até não ter mais nada usável na gaveta. Nunca me liguei muito para lingeries “sensuais”, sempre fui mais o tipo que usa calcinha de algodão. E já houve uma época em que encontrar um modelo assim no meu tamanho significava ter que comprar calçolas com modelagens horrendas, que servem no máximo para cobrir o corpo.
Eu estou sempre acompanhando os lançamentos do segmento plus size por causa do meu trabalho, mas hoje pesquisa sobre roupa íntima plus size como consumidora e achei tanta calcinha linda que deixaria a Kátia Flávia com inveja!

Dá uma olhada:


A calcinha Gremion é perfeita para quem curte modelos mais básicos, mas gosta de um charminho.
R$35

GG.rie (marca da minha miga linda, Allyne Turano)
www.ggrie.com.br


Como resistir a lindeza da calcinha Diana?
R$42

Recriar (Estou de olho nessa marca desde que minha mãe me marcou em um post no Instagram. Tem tanta coisa linda!)
recriarlingerie.com.br


Minha nossa senhora da ppk confortável! Eu amo os tecidos dessa marca, esse é o modelo hotpant, que dá suporte para a barriga sem esmagar nada.
R$40

Basic 4 Curves
www.basic4curves.com.br


Esconde meu cartão de crédito! Como vivi até hoje sem uma calcinha metálica?
$27,99 (o conjunto)

Fashion Nova
www.fashionnova.com


Faz pouco tempo que a Bambina faz lingeries, mas eu sabia desde o começo que elas seriam lindas. Achei um amorzinho a calcinha strappy em rosa e preto.
R$57

Bambina
www.bambinabeach.com.br


Achei uma liquidação maravilhosa na Senhorita Plus, o boyshort está com 60% de desconto e está custando R$9,90. Esse tem estampa do Rolling Stones!

Senhorita Plus
www.senhoritaplus.com.br

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

BEDA #2 – 5 marcas de moda plus size para ficarmos de olho

Com o crescimento do segmento plus size, a influência das redes sociais e o aumento na confiança e determinação de quem usa tamanhos maiores, podemos ver com clareza as mudanças que começam a fervilhar na indústria da moda.

Esse é um cenário que favorece o surgimento de novas marcas. Me mantenho antenada sobre todas as novidades do segmento como parte do meu trabalho com marketing digital, mas também por ser o tipo de consumidora que está sempre em busca de lançamentos e novos estilos.

No post de hoje vou mostrar para vocês marcas que tenho acompanhado nos últimos meses e que prometem chamar atenção nas próximas temporadas.

Vangá

Eu já apresentei a Vangá para vocês no vlog que fiz no último Pop Plus. Desde então tenho acompanhado de perto suas novidades e o trabalho de Vanessa Pestilli, estilista e criadora da Vangá. Quase 100% das peças de suas coleções são feitas em moletom, tecido que temos visto no mix de marcas hypadas como Vetements e Supreme.

A Vangá traz peças com referências do underground, que foi marcado pela customização. Tachas, ilhoses, recortes e respingos de tinta emanam a essência noventista de quem passou muitos noites pulando de bar em bar na Augusta.

Mas também fica claro que existe uma doçura no olhar de Vanessa, que traz aqui e ali um coração, transparências ou um detalhe em renda que suavização e complementam muito bem o styling das coleções.

www.vangastore.com.br

Tamanhos: All Sizes

Titha

A Titha também é uma marca que eu já apresentei para vocês. Atualmente a marca criada por Tarsila Portela e sua família tem sido uma das minhas preferidas.

Para mim um dos maiores atrativos da Titha é a versatilidade de suas peças e o melhor exemplo disso é foto de que consigo usá-las para compor tantos looks, mesmo sendo alguém com um estilo mais alternativo.

A marca trabalha com sazonalidade, mas também lança várias novidades entre uma coleção e outra.

loja.tithaplussize.com.br

Tamanhos: P ao EG (plus size)

Bazi

A Bazi foi lançada no início deste ano e eu lembro de ter esbarrado nela no Instagram por causa do blazer vermelho que já é hit e as influencers plus sizes estão amando.

A marca tem tudo para ser mais clássica, mas apesar de criar peças mais usáveis para um target mais amplo, não foge da ousadia.

Suas peças são sensuais, a marca brinca com brilho (as peças em cirrê são lindas), recortes estratégicos e tem peças com um comprimento bem curtinho (que eu amo!).

www.bazioficial.com

Tamanhos: 46 ao 54

Nila

A Nila é uma marca mineira criada por Natália e Júlia (que é irmã da blogueira Lu Ferreira), suas peças trazem bastante informação de moda. As peças tem excelente acabamento e seus tecidos são a cara da riqueza!

Vemos alguns toques de cor na coleção, mas no geral a cartela de cores e mais neutra. O que eu sinto quando vejo as peças da marca é que elas foram criadas para nos fazer sentir charmosas. Mas não é um charme qualquer, é um charme cheio de bossa, de quem sorri com olhar, sabe?

usenila.com

Tamanhos: 46 ao 56

Lilavi

Criada por Camila Medeiros e Virgínia Cruz a Lilavi foi uma marca muito aguardada por todos que trabalham na indústria plus size.

Eu conheci a Camila em dezembro de 2016, na primeira edição em que estive no Pop Plus à trabalho, esse também foi o momento em que me contou sobre o seu sonho de abrir a própria marca e que já estava em fase planejamento para que o sonho se torna-se realidade.

A primeira coleção é ultrafeminina e traz uma das peças mais amadas no segmento, a saia godê, em várias opções de estampa. O mix de produtos também incluem algumas blusas e dois vestidos fofíssimos.

www.lilavi.com.br

Tamanhos: 48 ao 60

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Tá vendo aquela lua, que brilha lá no céu (desculpa não resisti ao trocadilho)

A moda é o melhor e mais apurado registro do espírito dos tempos. Pensa bem, nos últimos anos tivemos que lidar com guerras, terrorismo,Temer e Trump, como as tendências reagiram? Unicórnios e sereias se tornaram o centro de tudo, da roupa até a maquiagem. Em um momento difícil buscamos refúgio no lúdico.

Continuamos vivendo uma fase conturbada, o assédio sexual está em pauta constantemente (tem muita sujeira saindo debaixo do tapete, né?), os fascistas decidiram mostrar as caras, a economia está em crise no mundo todo, o desemprego está em alta e nós, os chamados millennials, somos considerados como uma geração perdida, sem identidade e sem prospectos para o futuro. Nós estamos o tempo todo, sem sucesso, em busca de respostas para perguntas que nem sabemos de onde surgiram. Foi assim que os astros ganharam a vez, fomos buscar respostas no místico e o zodíaco voltou a ganhar força no século XXI.

Deixamos de lado os unicórnios e passamos a vestir nossos signos, nos maquiar com as cores de pedras místicas e nos cercar de símbolos com significados enigmáticos.

Então esse é o momento de investir em peças com estampas que remetam ao que vem do céu (por isso o título infame para esse post). Planetas, nebulosas, estrelas e cometas são bem vindos. E você vai encontrar tudo isso na coleção THE FEVER – VOLUME 1, da marca Chica Bolacha, que vocês sabem que eu amo! A coleção foi lançada na última quarta-feira (28), trazendo vestidos atemporais em tule e jaquetas statement,  e foi feita pensando nas grandes cidades e nas mulheres ocupando estes espaços.

Dá uma olhada:

E se você está amando essa tendência também vai curtir esses itens:

Choker Estrelado – Ziovara
Case – Gocase
Oxford – Insecta Shoes
Bath bomb Rocket Science – Lush

 

Se você vai estar em SP neste final de semana, poderá conferir a coleção da Chica Bolacha no Pop Plus:

20º Pop Plus
Quando: 3 e 4 de março de 2018, sábado e domingo, das 11h às 20h
Onde: Salão Grand Real do Club Homs – Av. Paulista, 735 (Metrô Brigadeiro) – São Paulo/SP
Quanto: entrada gratuita

E você, também busca respostas no cosmos?

 

P.S.: Essa é só uma entre várias teorias que relacionam comportamento e consumo, se vocês quiserem um post mais aprofundado sobre o assunto me avisem nos comentários.

*imagens: Reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Eu e a Chica

Nos últimos anos vocês acompanharam toda a minha jornada com o peso. Desde quando eu comecei a engordar, até as dietas malucas (nunca vou deletar esses posts, mesmo sabendo que eles não representam coisas positivas, eles fazem parte de uma história de amor próprio muito bem sucedida) e o momento no qual eu finalmente enxerguei meu corpo como ele era e comecei um processo de aceitação não só da minha aparência, mas de quem eu realmente sou.

Se você realmente acompanha o blog, lembra dos primeiros posts sobre moda plus size e da busca por referências e marcas que me ajudassem a formar um estilo que realmente fosse a minha cara. Até porque, foi só quando eu me aceitei como mulher gorda que eu realmente passei a buscar formas de me expressar através da moda. Eu passei toda a adolescência e a maior parte da minha vida adulta tentando entender o meu estilo e sentindo que no geral, eu fracassava miseravelmente em mostrar quem eu era através da moda.

E se era difícil quando eu era magra, imagina como foi quando eu engordei e não encontrava roupa em lugar nenhum? Eu passei um bom tempo me espremendo nas roupas que tinha no guarda-roupa, misturando-as com algumas das peças que encontrava em lojas de departamento que servissem em mim. Eu até me virei bem, mas era bem difícil me identificar com o que eu vestia.

Mas eu lembro exatamente quando tudo isso mudou. Eu me credenciei para cobrir uma edição do Fashion Weekend Plus Size, após alguns anos sem visitar o evento, e rolou um desfile da marca Chica Bolacha. Eu assisti ao desfile no pit, sentada aos pés dos fotógrafos e acompanhei todos os detalhes de perto. Conforme as modelos entravam na passarela, gordas, lindas, dançando e sorrindo eu finalmente senti que eu pertencia a algo, que eu podia me afastar da insegurança e do medo, pois dali para frente eu conseguiria ser eu mesma, por dentro e por fora.

A Chica Bolacha não só fazia roupas para mulheres gordas, como fazia roupas para mulheres gordas como eu. Com um pezinho no rock’n’roll, um pezinho no alternativo e muito humor e personalidade!

Hoje em dia, para quem já viveu o processo de aceitação, já visitou os Pop Plus e Hashtag Bazar da vida, isso parece algo óbvio e fácil de conquistar, mas há 2 ou 3 anos atrás não era bem assim.

Pouco depois houve um bazar da Chica aqui em São Paulo e com a ajuda da minha mãe (eu estava muito sem grana na época) comprei 5 peças que uso até hoje. Seriam essas peças que fariam com que eu finalmente pudesse imaginar um estilo só meu e começasse a colocá-lo em prática.

Alguns dos looks que fiz com essas peças:

 

31/10/2015

 

18/07/2016

 

27/07/2016

Aos poucos deixei de ser a menina que tinha um blog sobre moda, mas que tinha vergonha de postar looks, para a content creator dedicada, com parceria fixa com uma fotógrafa maravilhosa, que produz e dirige a criação de fotos de looks super especiais, cheios de atitude e que transbordam minha essência.

Pouco tempo depois de começar a trabalhar com a Thaysa nas fotos que fazemos para O Cabide, tive a oportunidade de ser parceira da Chica Bolacha na divulgação das coleções Rebel e Vibes, e para mim foi uma sensação de full circle. Eu iniciei minha jornada na moda plus size me apoiando na Chica Bolacha e começo uma nova jornada da minha vida profissional sendo um apoio (mesmo que singelo) para a marca.

Eu já postei as fotos de todos os looks que essa parceria rendeu lá no Instagram, mas hoje vou mostrar TODAS as fotos que fizemos (inclusive algumas inéditas):

O amuleto

*Fotos: Thaysa Wandeur

Esse vestido é poesia

*Fotos: Thaysa Wandeur

Only good vibes are welcome here! 

*Fotos: Thaysa Wandeur

Geralmente eu espero o Pop Plus para poder ver de perto os lançamentos da marca, mas neste final de semana acontecerá em São Paulo o “Chica Bolacha Festival Plus Size”:

E a programação está linda!

– Lançamento da NOVA COLEÇÃO, promos, jeanswear plus size Levi’s, MODA PRAIA e  Adidas (Nossa Senhora do Nubank nos proteja!)
– Acessórios, posters, buttons & patches.
-CONVIDADOS MAIS QUE ESPECIAIS:
Loja Chico – camisetas masculinas até o 6G
BASFOND – os brincos e pins mais incríveis que você respeita
Empório Quintal da Vó – prepare-se para a melhor cerveja artesanal da cidade – feita por mulheres! ♥
adidas Originals – Aqueles tênis lindos que vocês namoram online!

Além disso o evento contará com o DESFILE DE CHICAS, com participação especial das próprias clientes da marca!

Formas de pagamento:
– Todos os cartões em até 6x
– 10% desconto em dinheiro

Quais tamanhos a marca oferece?
– Até o 5G! 

Onde:
Local: Rua Augusta, 792 (e-DJs Institute)

Quando:
24 de Novembro (sexta) – das 10h às 20h
25 de Novembro (sábado) – das 10h às 20h

Entrada Franca

Estarei lá no sábado e quero ver vocês, portanto deixem a timidez de lado e venham me abraçar! ♥

P.S.: O sonho de conhecer a loja da marca em Porto Alegre continua em pé!

 *Não é publi, é amor!

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Wishlist Pop Plus

Acontece neste final de semana (10 e 11/06), em São Paulo, a 17ª edição do Pop Plus, que atualmente é um dos maiores eventos de varejo do segmento plus size no país. Eu já falei sobre o evento algumas vezes aqui no blog, inclusive temos uma entrevista com Flávia Durante, criadora e organizadora Pop Plus.

Se você for xeretar as avaliações na página do evento, vai encontrar um ótimo resumo sobre o que o Pop Plus representa para mim:

Eu já estive no Pop Plus em várias posições, como curiosa, como consumidora, como blogueira e nessa edição estarei lá a trabalho pela 3ª vez. Essa experiência mudou totalmente minha percepção sobre o mercado de moda plus size. Lá conheci de perto os esforços desmedidos de mulheres empreendedoras que enfrentam todo tipo de desafio (como se já não bastasse os que o segmento já impõe) para seguir em frente com seus sonhos, e que mesmo assim estão sempre abertas para se ajudar e crescer juntas, ressignificando por completo o sentido da palavra “concorrência”.

Estou ansiosa para passar mais um final de semana rodeada por essa pessoas incríveis que eu admiro tanto!

E para conter essa ansiedade, fiz uma Wishlist das peças que eu gostaria de trazer para casa nessa edição. Nossa senhora do “é débito ou é crédito?” nos proteja!

Estou apaixonada por esse sutiã da GG.rie desde o lançamento da coleção Dream on, e já imaginei mil looks babadeiros com essa peça. Sou fã declarada da marca (e sua criadora), desde que comprei o meu strappy no ano passado.

Eu ainda não tive sorte com calça jeans desde que engordei. mas se existe algo que é senso comum no meio plus size, é que as calças da Clamarroca tem o melhor caimento e muita qualidade. E a Mari, criadora da marca, é uma das minhas maiores inspirações como profissional! ♥

O crush é a planta e eu sou o Raça Negra 💜 . . . Novidades on line, mores!: www.ohquerida.com.br #racanegra #ohquerida

A post shared by Plus size com amor 💜 (@ohhhquerida) on

Eu sinto que vou perder a linha no stand da Oh, querida!, a começar por essa camiseta.

Na última edição o stand da Zuya foi o único que eu entrei e senti que se eu pudesse eu realmente compraria todas as peças. E eu tô apaixonada por esse look! ♥

Maravilha de Mulher ❤️ Criada por @flavia.abicatori e feita à mão por mulheres brasileiras em atelier, couro vegano ecológico. Essa Abicatori já está disponível para venda! Acesse abicatori.com ou link na bio, para saber tudo sobre essa belezura 💋😍🌈#abicatori •••••••••••••••••••••••••••••••••••••••• Created by @ flavia.abicatori and handmade by Brazilian women in atelier, ecological vegan leather.  This Abicatori is now available for sale! Access abicatori.com or link in the bio, to know all about this beauty 💋😍🌈 #wonderwomancosplay #mulhermaravilha #mulhermaravilhafashionfitness #wonderwoman #wonderwomanfilm #wonderwoman2017 #wonderwomanwednesday #wonderwomanmovie #cosplay #cosplaygirl #cosplayers #cosplaying #cosplayer #cosplaybrasil #cosplaybr

A post shared by ABICATORI ® (@abicatori) on

Essa vai ser a primeira participação da marca Abicatori no Pop Plus e eu tenho certeza de que suas bolsas com formatos divertidos vão fazer sucesso!

E por último, mas não menos apaixonante essa jaqueta maravilhosa da Ackon!

 

Estarei lá nos dois dias e quero encontrar vocês! Então se me ver, pode me parar, me abraçar, me adicionar e me ajudar a escolher o que comprar no meio de tanta coisa linda. ♥

popplus.com.br
10 de junho às 11:00 a 11 de junho às 20:00
Club Homs
Avenida Paulista 735, 01311-100, São Paulo
Confirme presença!
*imagens: reprodução

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.