BEDA #10 – Produtos que me ajudam a lidar com uma pele MUITO oleosa

Vocês já acompanham minhas aventuras com skincare há alguns anos. Durante um tempo tive sucesso com quase tudo que testei e se realmente fosse algo efetivo eu trazia aqui para o blog, como foi o caso das oil cleansings.

Porém pele é algo que muda muito e por mais que algumas caraterísticas permaneçam as mesmas (como ser oleosa ou seca, por exemplo), a maneira como nossa pele reage a fatores externos e internos não é imutável. Uma mudança no endereço do trabalho, na alimentação, alterações hormonais, produtos de higiene ou até produtos de limpeza podem interferir no rendimento do seu skincare.

Eu tive a pele mista a vida toda, mas depois que tive que lidar com acne cística minha pele passou a ser oleosa. Hoje em dia considero minha pele MUITO oleosa. Tentei mudanças na dieta, mudei o anticoncepcional, aumentei a ingestão de água e nada mudou.

Então eu tive que experimentar rotinas de cuidados diferentes, o que me levou a experimentar produtos diferentes.

No post de hoje vou falar sobre alguns desses produtos que eu testei bastante, em varias condições diferentes e posso dizer com segurança que eles fazem tudo o que prometem:

Máscara Facial Vichy – Quenching Mineral Mask Duo

Essa máscara é ideal para aqueles momentos em que a pele está desidratada (o que gera uma produção ainda maior de oleosidade) e precisando de um pouco de equilíbrio. Ela também ajuda a acalmar a pele e tem ação anti-inflamatória, que é ótimo para quem rosácea ou acne.

https://www.epocacosmeticos.com.br/mascara-facial-vichy-mineral-mask-duo-quench/p

Normaderm Skin Balance Vichy

Pele oleosa não equivale a pele hidratada. Precisamos ter um cuidado redobrado com a hidratação da pele oleosa. Se você acha que hidratantes são muito pesados para usar durante o dia, o Skin Balance pode ser a solução. Ele controla a oleosidade sem ressacar, sua textura é em gel e ele é extremamente leve, na verdade você nem sente ele na pele depois que seca. Perfeito para usar antes da maquiagem ou antes do protetor solar.

Além disso o Skin Balance tem ácido salicílico e LHA, que ajudam bastante a controlar a acne.

https://www.epocacosmeticos.com.br/normaderm-skin-balance-vichy-tratamento-facial/p

Loção Facial Hidratante CeraVe

Por falar em hidratação, no inverno minha pele fica confusa. Quanto mais cai a umidade do ar, mais irritada ela fica. E eu sinto que os produtos que uso para manter a pele sequinha durante outras estações podem causar desconforto ou contribuir para que a pele fique desidratada nessa época. Esse ano decidi arriscar um produto que não fosse para o meu tipo de pele e acertei em cheio! Minha pele precisava de uma hidratação mais profunda e foi isso que eu senti desde a primeira vez que usei esse hidratante da CeraVe. Ele deixa minha pele macia, melhora a textura e acaba com qualquer irritação causada pelo clima seco.
Eu experimentei ele em varias rotinas diferentes e a forma como vi melhores resultados, sem aumentar a oleosidade, foi usando ele como parte da minha rotina noturna.
Como ele tem uma fórmula delicada (além de não ter perfume, o que eu amo!), combinou perfeitamente com os outros produtos que tenho usado.

https://www.epocacosmeticos.com.br/locao-facial-hidratante-cerave/p

Loção hidratante noturna Tea Tree – The body shop

Esse é um outro excelente hidratante para a rotina noturna. Ele tem uma textura muito parecida com o Dramatically Different Moisturizer, da Clinique.
Hidrata sem pesar e quanto mais prolongado for o uso, melhor o resultado com o controle da oleosidade. Ele não evita acne, mas ajuda bastante a tratar. Também senti que ele ajudou a diminuir os cravos, que eu costumo ter bastante.

https://www.thebodyshop.com.br/produto/locao-hidratante-noturna-tea-tree-692

Sérum Facial Gotas de Encantamento

Eu sei que a Ruby Rose não é conhecida pela qualidade de seus ingredientes. Mas eu nunca tive nenhum problema com os produtos da marca, mesmo tendo uma pele super sensível e com tendência à acne, eu amei tudo o que testei. Então achei que valeria a pena testar esse sérum que promete regular a oleosidade. E valeu! Experimentei ele algumas vezes como primer e não vi resultado, mas como eu gostei da textura da minha pele quando o aplicava, decidi insistir. Incorporei ele a minha rotina de skincare, passei a usá-lo diariamente e foi assim que comecei a ver a mudança na minha pele acontecer. Seria um sonho um produto que custa R$19 realmente estar me trazendo o resultado que centenas de reais em dermocosméticos nunca me trouxe?
Eu dei uma olhada nos ingredientes do sérum e encontrei muita coisa boa: ácido hialurônico, biotina, provitamina B5, ceramidas e fito extratos revitalizantes compostos de broto de bambu, shitake, ginseng, ginkgo biloba, aveia e germe de trigo.
Além disso ele é livre de óleos minerais, parabenos e corantes.
Mas ele não é milagroso, viu?
Tem que estar com a pele bem tratada para ver seus efeitos. Testei ele sozinho e não vi o mesmo resultado.

Lembrando que você deve sempre consultar um dermatologista para conhecer melhor as necessidades da sua pele.

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

BEDA #8 – 5 marcas nacionais de maquiagem para ficar de olho

Finalmente o mercado nacional de maquiagem dcidiu participar da disputa e se igualar às marcas internacionais. Os lançamentos estão acontecendo de forma quase histérica, o comportamento de consumo já mudou bastante e com isso as demandas mais específicas começaram a ser atendidas.

No post de hoje apresento 5 marcas nacionais, cruelty free e quase todas elas com preço super acessível:

Arielle Morimoto Cosmetics

Arielle Morimoto é formada em Ciência & Tecnologia e sempre teve paixão por matemática, meio ambiente e beleza. Sua inspiração para criar a “Arielle Morimoto Cosmetics” foi a Sequência de Fibonacci, onde encontra-se em diversos aspectos da natureza: plantas, conchas, anatomia humana e até mesmo na formação das galáxias.
O mix de produtos que começaram a ser lançados no início deste ano ainda é limitado, mas todos os produtos são cruelty free, vegan e multifuncionais, o que permite maior versatilidade no uso.

www.instagram.com/amorimotocosmetics

www.ariellemorimotocosmetics.com.br

Negra Rosa

Criada pela blogueira e YouTuber Rosangela da Silva, a Negra Rosa nasceu para suprir a forte demanda de produtos para pele negra. Sua base (que é vegana) já é queridinha na internet, mas os batons e glosses também merecem destaque.

O mix de produtos ainda não é completão, mas sua linha conta inclusive com um produto para cabelos.

Nem todos os produtos são vegan, mas todos são cruelty free e o preço é acessível.

www.instagram.com/rosanegrarosa
www.negrarosaloja.com.br

Dalla Makeup

A marca chegou ao meu mercado em 2016 e ganhou destaque quando lançou sua base que rapidamente ficou conhecido como “a base vegana da 25 de março”.
Seu preço é extremamente acessível, os produtos não são todos veganos, mas são todos cruelty free.
O mix de produtos é bem completo e vale destacar produtos diferenciados como o pó facial micronizado e o corretor de cor para bases.

www.instagram.com/dallamakeup

www.dallamakeup.com.br

Divamor

A Divamor também é uma marca recém lançada que tem despertado o interesse do público com seus batons de fórmula duradoura, com ótima pigmentação e os swatches brilhantes feitas por nomes como Paula Ohenoja.
O mix de produtos ainda está crescendo mas a marca também já conta com produtos para a pele e para os olhos.

Todos os produtos são cruelty free e o preço é acessível.

www.instagram.com/divamormakeup

www.divamor.com.br

Cat Make

A marca ficou famosa na internet quando lançou o produto “Lágrimas de Unicórnio” e desde então vem lançando novidades para quem curte se divertir com cores e texturas na maquiagem. O mix de produtos ainda é limitado, mas todos os produtos tem um diferencial, como o iluminador em gel ou o carimbo para delineado e o preço é acessível.

www.instagram.com/catmakeoficial

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

BEDA #4 – Maquiagem e arte: youtubers de beleza que fogem do lugar comum

Depois de tamtos anos sendo objeto de opressão, é uma delícia ver que maquiagem está ganhando outros contextos. Eu aplaudo mulheres que se desfazem das amarras criadas por padrões que nos fazem acreditar que a beleza só existe onde não há “imperfeições”, e que tudo o que nossos rostos expressam naturalmente (acne, manchas, sardas e rugas, por exemplo), deve ser coberto.

Mesmo assim, dizer que a maquiagem é usada apenas para atender padrões é um erro que ignora sua origem e todo seu potencial criativo.

Existem vários profissionais da beleza subvertendo essa ideia não só em looks conceituais para as passarelas da moda, mas também no dia a dia.

No post de hoje mostro algumas das YouTubers de beleza que estão quebrando todas as regras da maquiagem, criando uma identidade única e desdobrando técnicas para fazer com que a maquiagem seja vista como arte.

Jordi

Não existe uma outra para descrever Jordi que não seja dizer que ela é muito fofa. Mãe de dois filhos, a maquiadora tem uma estética alternativa, mas delicada e não tem medo de explorar temas e cores. E mesmo nos seus tutoriais “mais básicos” sempre fica claro que a maquiagem é uma grande parte de como ela cria sua identidade visual.

🎦 IT´S LIKELY MAKEUP

Bianca

Gótica e nada suave, Drac costuma trazer, muitas vezes de forma literal, suas referências culturais para a maquiagem. Música, cinema e arte são a base para um processo criativo que não se limita. Entre designs delicados e imagens com bastante gore, mesmo que esse trabalho não seja o seu estilo, você vai se pegar querendo saber mais sobre as técnicas que ela usa.

🎦 DRAC MAKENS

Heather Moorhouse

A artista que inspirou esse post! Venho seguindo seu trabalho há anos, votei nela em todas as etapas do NYX Face Awards e até hoje, por mais que eu já conheça vários outros artistas com o potencial dela, Heather continua sendo minha preferida. Seu trabalho é ÚNICO e transcende os limites da beleza.

🎦 Makeup Mouse

Sam Chapman

Quem segue O Cabide nas redes sociais (principalmente no Twitter) sabe que eu sou muito fã da Sam. Ela é a responsável pela criação do canal Pixiwoo, que toca ao lado de sua irmã desde 2007. Ambas são maquiadoras profissionais que trabalharam para a MAC em várias semanas de moda no mundo todo. Também são responsáveis pela criação dos pincéis da Real Techniques, recém chegados ao Brasil.

No geral, ambas criam tutoriais de maquiagens para o dia dia, usando as mesmas técnicas que usavam nos desfiles para criar uma pele natural e olhos com formas mais orgânicas e sem marcação.

Mas de vez em quando Sam se solta e cria tutoriais super criativos, além de usar seus ídolos como inspiração, como é o caso do tutorial com a maquiagem inspirada em Sioxie Sioux ou nos membros da banda Sigue Sigue Sputnik.

🎦 PIXIWOO

Jkissa

Os looks da Jkissa na verdade são criados com técnicas bem comuns, a diferença está no quanto ela é impetuosa com as cores. Ela foge de combinações simples e não é raro que ela use mais de quatro cores completamente diferentes nas pálpebras, além da transição e do iluminador no canto interno.

Outro motivo bacana para acompanhar seu trabalho é o fato de que ela faz maquiagens completas mas não usa base. Além disso ela só trabalha com produtos cruelty free.

🎦 Jkissa Makeup

Lucy Garland

A primeira vista Lucy não parece ser o tipo de jovem que usa maquiagem pesada e exagerada, mas a verdade é que ela é uma especialista em maquiagem para drag queens.

Além de ser embaixadora da Marc Jacobs Beauty, ela cria tutoriais elaborados em seu canal no YouTube, que sempre são completos com peruca e figurino, para uma transformação completa.

🎦 Lucy Garland

Jazmina Daniel

Lip art atualmente é algo muito comum na internet, já vimos galáxias, degradês, pedraria, paetês e uma infinidade de outras propostas cheias de criatividade.

Daí veio a Jazmina e virou o jogo, recriando fotografias, cenas de filmes e até uma obra do Van Gogh!

🎦 Miss Jazmina

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

BEDA #1 – Top 5 vídeos de remoção de cravos

Nem preciso dizer que, se essa onda de vídeos dermatológicos te incomoda ou te enoja, esse post não é para você, né?

Independente de você amar ou odiar esse tipo de conteúdo, a tendência só se fortalece, cada vez mais canais com diferentes técnicas e abordagens sobre o assunto têm surgido e os veteranos estão  ganhando cada vez mais destaque. Esse é o caso da dra. Sandra Lee, mais conhecida com Dr. Pimple Popper, que já acumula mais de 2 bilhões de vizualizações em seu canal con 4 milhões de inscritos, e que recentemente ganhou seu próprio programa de tv no canal TLC.

Com um misto de fascínio e satisfação eu tenho assistido à esse tipo de vídeo há anos e sei que existem alguns que sempre vão valer a pena ver de novo!

Confira o meu Top 5:


Conhecido apenas como Mr Wilson, esse é um dos pacientes mais queridos e provavelmente um dos que mais trouxe views para o canal da dra. Sandra Lee. Eu escolhi essa última compilação para colocar aqui no post, mas vale a pena ver a playlist toda do tratamento dele.


Esse já está se tornando um clássico!
Um cravo no ouvido que parece não ter fim.


Muitos defendem que os métodos de extração da esteticista Josefa Reina são mais gentis e causam menos danos à pele. Ela tem uma playlist chamada Giant Blackheads que pode te ajudar a determinar se essa afirmação está correta ou não.


Para quem gostaria de ver de perto como funcionam as fitas removedoras de cravos.


Um dos pioneiros, Dr Vikram Singh tem vídeos surpreendentes. A qualidade da filmagem não é excelente, mas garanto que você não vai se importar.

 

Como vocês viram no título, nessa mês vai ter BEDA (blog every day august). Decidi aproveitar essa oportunidade para fazer posts que sempre quis fazer, então teremos post com temas bem variados. Fiquem ligados!

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.

Cabelos curtos, cacheados e coloridos

Mudar os cabelos sempre traz um pouco de leveza para nossas vidas e nos encoraja a dar os primeiros passos para mudanças maiores. Eu amo mudar minha aparência, passei alguns anos em crise com o meu estilo, mas quando me encontrei a primeira coisa que fiz foi trazer cor, não só para os meus e maquiagem, como também para o picumã! Quem leu o último post aqui do blog ou me acompanha no Instagram já sabe que em fevereiro eu pintei as madeixas de pink e amei. Inclusive sempre digo que me fez muito bem, pois trouxe um pouco mais de leveza para a forma como me vejo.

Eu estava determinada a ficar com essa cor nos cabelos até enjoar. Mas recentemente enfrentei um momento difícil e uma mudança se fez necessária. Eu precisava de algo novo para me faze crer dias melhores estavam por vir.

Eu já tinha em mente a cor que gostaria de experimentar depois do rosa, mas decidi ser mais espontânea e escolher algo que seria inusitado até para mim: verde neon!


Quem corta o meu cabelo e tingiu de pink pela primeira vez foi o Texugo, que tem um salão especializado em cachos e crespos em São Bernardo do Campo/SP (recomendo muitíssimo, ele sempre deixa meu cabelo exatamente como eu quero!), mas a manutenção do pink e cor nova foram feitas em casa, assim como todos os outros cuidados para garantir que mesmo com tanto descolorante e tintura eu não ficaria careca.

Eu sempre recebo mensagens sobre o meu cabelo e minhas seguidoras sempre acham que sou rica e faço tudo em salão. Até o momento eu tive melhores resultados com a cor fazendo o processo em casa e ainda economizei uma graninha para gastar em batom (#prioridades).

Eu não sou especialista em cabelos, percdi a paciência em todos os grupos que entrei e acabei pesquisando as coisas e resolvendo meus dilemas sozinha. Mas sei que muitos de vocês querem saber quais as técnicas e produtos que uso, então decidi fazer esse post contando tudinho para vocês!

Tingimento

O cor de rosa que usei era o Pink Maravilha da Avora Cosméticos (R$21,90). Eu gostaria muito que a marca tivesse mais opções em tons fantasia porque eu realmente fiquei muito satisfeita durante todas as vezes em que usei. Eu senti que o resultado sempre é um canelo muito macio e a duração era excelente. O pink continuava intenso sempre, após algumas lavagens ele deixa de ser tão neon e fica um pink com tons de magenta que eu amava demais.

Para tingir eu seguia exatamente as instruções da embalagem, não tem segredo!

Para o verde neon escolhi o Kriptonit Green da Kert Cosméticos (R$24,90). Eu adorei o resultado, mas estou com a impressão de que vai desbotar mais rápido do que eu estava acostumada com o rosa.
Vou deixar crescer um pouquinho porque quero ver como ele fica com um visual mais “podrinho”, mas vou acabar retocando mesmo assim, porque tenho a impressão de ele vai perder bem a intensidade.
Para tingir segui as instruções da embalagem, porém achei a quantidade de tonalizante muito pequena. Meu cabelo é curtíssimo e um tubo quase não deu, eu precisaria de pelo menos 1 e meio.

Para descolorir uso sempre pó e ox da Avora, já fiz pelo menos umas 5 descolorações e não tive danos, nem irritação.
O pó é o Vivance Action com Silicone (R$32,90), para o rosa usava ox 30, para o verde 40 (R$9,90). Com esse pó a cor abre bem rápido, então presta atenção para não deixar mais do que o necessário.

Como eu tenho o couro cabeludo faço um enxágue com vinagre de maçã após remover o descolarante. Isso ajuda a recuperar o ph da pele e do cabelo, evita caspa (que é comum após a descoloração) e ainda aumenta o brilho dos fios.

Lavagem

Independentemente do comprimento, eu só lavo meu cabelo duas vezes por semana. Isso não ajuda só a manter a cor, mas também garante fios menos ressecados, muito mais macios e com muito mais resistentes. Eu também acho que o frizz diminui quando parei de lavar com tanta frequência.

Eu só não aboli o shampoo por completo porque meu couro cabeludo é muito sensível, acaba surtando e eu acabo com acne ou dermatite. (Sim, no couro cabeludo, é um inferno!)

Eu uso três produtos diferentes diferentes, dependendo da necessidade, para a lavagem:

Se eu sentir que é o couro que precisa da lavagem uso um shampoo normal. Nesse cada sempre escolho algum da linha Bonté, gosto do Keratin ou do Repair Protect. Essa é uma linha de produtos de higiene que eu nunca vi em outro mercado sem ser o Dia, o shampoo custa R$5,99 e é o único que usei nos últimos tempos que não ressecou meus fios e não causou alguma irritação no meu couro cabeludo.

Se eu sentir que tem muito produto acumulado nos fios e eles estejam precisando de uma limpeza, uso um shampoo liberado. Meu preferido atualmente é o S.O.S Bomba da Salon Line (R$14).

Se eu estou achando ele impossível de pentear uso o Light Poo Óleo Extraordinário da Elseve (R$36,90), que limpa bem os fios, é muito cheiroso e ajuda bastante na hidratação.

Hidratação

Meu combo preferido o Creme de castanhas da linha Maria Natureza (R$10,70), com algumas gotas do óleo Umectação Rícino Puro (R$11,90). Eu costumo usar essa combinação toda vez que lavo os cabelos, ambos da Salon Line.
Se os fios estiverem ressecados faço uma umectação esse mesmo óleo, aplicando nos fios e deixando por uma noite, no dia seguinte enxáguo com creme multiuso Yamasterol (R$17,90).

Finalizadores

A escolha do finalizador sempre está ligada à qual é a proposta de penteado que você quer seguir e isso é uma coisa que varia muito de cabelo para cabelo. Esse são os meus preferidos:

#Tôdecacho Gelatina Vai ter volume sim (R$13,30)

Creme multiuso Yamasterol (R$17,90)

Curly Wurly Lola (59,90)

Cera Finalizadora para Cabelo Manteiga de Karité Muriel (R$12,90)

Schwarzkopf OSIS+ Texture Flexwax (R$88,90)

Também tem cabelos coloridos? Compartilhe suas dicas conosco nos comentários! 🌈

Fundadora e editora do O Cabide, formada em moda, fotógrafa iniciante, apaixonada por figurinos e história da moda. Futura jetsetter, feminista, gayzista, abortista, gorda, patrona do amor próprio e entusiasta da maquiagem para beleza e para a arte.